A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VRVS Virtual Room Videoconferencing System Liane Tarouco PGIE/UFRGS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VRVS Virtual Room Videoconferencing System Liane Tarouco PGIE/UFRGS."— Transcrição da apresentação:

1 VRVS Virtual Room Videoconferencing System Liane Tarouco PGIE/UFRGS

2 Virtual Room Videoconferencing System CALTECH CERN

3 O que é o VRVS n Virtual Room Videoconferencing System n VRVS é um sistema orientado a web para videoconferência e trabalho colaborativo sobre redes IP n Desenvolvido pelo CERN e CALTECH inicialmente para a comunidade High Energy and Nuclear Physics (HENP) n Em operação desde 1997

4 Plataformas n VRVS trabalha em –Windows 95/98/ME/NT/2000, –Linux, –Solaris, –Irix e –Macintosh.

5 Instalação do VRVS n A) Criar um perfil. –Se você ainda não criou o seu perfil, clique no ícone chamado "Register Me" que está à sua esquerda. –VRVS irá detectar o seu endereço IP real e você poderá introduzir suas informações básicas: nome, , etc. n B) Faça o download do pacote VRVS. –Clique no ícone da esquerda chamado "Download", selecione o pacote VRVS, e o seu Sistema Operacional.

6 Cliente VRVS n Pacote VRVS baixado do site inclui aplicações MBONE (VIC e RAT) e um servidor de compartilhamento n Também pode ser usado um cliente H.323, como NetMeeting n Clientes H.323 e MBONE podem interagir

7 VIC - Video Conference n Uma das primeiras ferramentas de vídeo para Multicast n Suporte a vários tipos de vídeos n Utilizado pelo VRVS n Suporte para vários sistemas operacionais n Código aberto

8 RAT - Robust Audio Tool n Utilizado para áudio n Utilizado geramente com o VIC n Trabalha da forma independente n Utilizado em conjunto com o SDR n Código Aberto

9 VRVS suporta múltiplos clientes n Aplicações cliente suportadas pelo VRVS: –H.323 Clients (Polycom, Vcon, Zydracron, Netmeeting…) –MPEG2 Client Applications (Minerva Network box) –Ferramentas Mbone (Vic, Vat/Rat) –Pode ser facilmente adaptado a outros clientes QoS VRVS Reflectors ( Unicast/Multicast) Real Time Protocol (RTP/RTCP) Mbone Tools (vic, vat/rat,..) QuickTime V4.0 H.323 MPEG Others?? Network Layer (TCP/IP) CollaborativeApplications VRVS Web User Interface

10 Integração com H.323

11 Como usar o VRVS n Salas virtuais podem ser reservadas e seu uso bloqueado apenas para os convidados n A sala do café pode ser usada para teste n Serviços disponíveis –Chat –Intercomunicação com outros usuários presentes na sala usando áudio e vídeo VIC (Video Conference) ou RAT (Robusto Audio Tool) do Mbone Netmeeting (H.323)

12 Serviços de apoio do VRVS n Agendar conferências

13 Interface do usuário n Gerenciador de agendamentos n Opções disponíveis: –a conferência pode ser gravada automaticamente –Uma conferência anteriormente gravada pode ser reproduzida –Uma senha pode ser usada para controlar o acesso –URLs sobre o assunto da conferência podem ser adicionadas

14 Teste com VRVS

15 Interface do usuário n Aplicações cliente: Mbone tools –Players de domínio público ou gratuitos –Bom Senso de Presença: 10 Frames/sec com velocidade Kbps Frames/sec com velocidade RAT VAT VIC QuickTime Player 4.x CHAT WhiteBoard

16 Evolução do VRVS n Compatibilidade com clientes H.323 n Compartilhamento n Controle de câmara n MPEG 2

17 Arquitetura e topologia n Refletor –Um refletor é um host que interconecta cada usuário a uma sala virtual, através de um túnel IP permanente. –Os refletores e seus links formam um conjunto de sub-redes virtuais através dos quais fluem áudio, vídeo ou dados. –O uso da tecnologia de refletores permite ao sistema ser altamente extensível, e assegura a qualidade necessária para a transmissão de videoconferências.

18 Malha de refletores do VRVS

19 Operação dos refletores n Apesar dos inúmeros refletores que existem espalhados no mundo, durante uma videoconferência os dados são enviados somente para os lugares onde há pelo menos um participante. n Entretanto, um novo participante pode acessar a qualquer momento a videoconferência ocupando um lugar na sala virtual e, conseqüentemente, provocar o início de um fluxo de dados para a sua estação de

20 Refletores n Cada usuário conecta-se ao refletor mais próximo n As salas virtuais podem estar sendo acessadas por usuários conectados através de diferentes refletores

21 Refletores interconectados n Os refletores e seus links (túneis) formam um conjunto de sub-redes virtuais através dos quais fluem áudio, vídeo ou dados. n O uso da tecnologia de refletores permite ao sistema ser altamente extensível, e assegura a qualidade necessária para a transmissão de videoconferências.

22 Refletores & multicast n Para fazer um uso eficiente da largura de banda, pacotes (vídeo, áudio e fluxo de dados) são enviadas apenas pelo túnel que liga dois refletores, se há participantes na mesma sala virtual dos dois lados. n Além disso, a topologia de rede do refletor é escolhida levando em conta geografia e a largura de banda disponível em cada link da rede, para otimizar os caminhos da rede.

23 Acesso ao VRVS n No processo de registro, o usuário final é automaticamente anexado ao seu refletor mais próximo. n Quando o usuário inicia uma conexão com VRVS, o sistema manda um pedido de conexão para o seu refletor. n Se o refletor não responde, o usuário é automaticamente conectado ao refletor de backup mais próximo.

24 VRVS reflectors topology (Only video from the speaker is sent to H.323 clients) VRVS H.323 Gateway 2 - contact VRVS Gateway Integração com H.323 VRVS Web Server 1 - Join a VR H.323 Client Mbone Client 1- Join a VR Join a VR 3 - H.323 Call 4 - Send video/audio to VRVS reflector

25 Café virtual Cliente H.323 Netmeeting Cliente MBone

26 Chat

27 VIC - Video Conference –É uma ferramenta responsável pela transmissão de vídeo numa conferência. –O VIC foi desenvolvido com uma arquitetura flexível para suportar ambientes e configurações heterogêneas. –Pode ser utilizado em um contexto com grandes larguras de banda, streams full-motion JPEG capturados e codificados por hardware, ou pode ser utilizado em pequenas larguras de banda com baixas taxas de transmissão (low bit-rate). –Implementado sobre o protocolo RTP (Real-time Transport Protocol), o VIC viabiliza comunicação em tempo real. –Foi concebido originalmente para transmitir vídeo em sessões de conferência multicast, com suporte ao IP multicast, como ocorre no MBONE. –Apesar disso, é utilizado igualmente em sessões unicast de videoconferência (transmissão ponto-a-ponto).

28 Configurando o VIC Se o seu vídeo não estiver aparecendo clicar em Menu e usando os controles que aparecem na janela ao lado regular a velocidade e a taxa e frames por segundo e comandar o início da transmissão

29 RAT - Robust Audio Tool Clique em Talk para enviar áudio Utilizado pela transmissão de áudio.

30 Solucionando problemas n Alguns problemas podem ocorrer na instalação e uso do VRVS decorrentes de: –versão do Java instalado na máquina –problemas de configuração n Manual em português contem todas as orientações e tenta elucidar dúvidas:

31 Documentação e manual n n Perguntas ou pedidos


Carregar ppt "VRVS Virtual Room Videoconferencing System Liane Tarouco PGIE/UFRGS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google