A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E... Mil Sóis Poesia de Carmen Ligia em blogspot.com Outros slides em carmenligiapoetisa no

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E... Mil Sóis Poesia de Carmen Ligia em blogspot.com Outros slides em carmenligiapoetisa no"— Transcrição da apresentação:

1 E... Mil Sóis Poesia de Carmen Ligia em blogspot.com Outros slides em carmenligiapoetisa no

2

3

4 "Eu nasci, oh eu nasci Eu nasci dentro do mar... Eu nasci, eu só nasci, Pra um dia te encontrar. Te amar!

5 Sou rio, sorrio quando te vejo, Calafrio, descompasso dentro do peito. Eu navego, eu navego Procuro o seu olhar, eu espero, eu estou a te esperar...

6

7 Sou lagoa, sou uma gota de sua lágrima. Soa a boa chuva de março que desafia sua estiagem pálida. Vejo em ti mais que miragem, Venha em mim, e viaje!

8 Sou a gota de orvalho, neblina em tuas esquinas Sou menina, sou a mulher que não desanima; Te espero, chame isso desejo; Te chamo sem saber como falar, quero tanto o seu beijo!

9 Você vai, veja minha espera crua, Te querer pode ser minha falha? Na estrada minhas rupturas... Estou a passar, não te convêm no passo Mas saiba que tanto espero, me guardar em seu abraço!

10 Silencio, mas conto dias pra te ver Vejo meu alvorecer em sua companhia, mesmo sem tocar você. E como me tirou do ar, fiquei a flutuar Quando beijou meu rosto tão perto dos lábios, me senti levitar...

11 Quero te dizer em tato Eu quero amar você, Vejo você passar, não sei como dizer Sem pensar, sem tamanha racionalização, vou apenas falar: Só sei te querer!

12 Minha mão em sua mão, Minha boca em sua boca Coisa louca... Uma deliciosa canção; cansei de omissão!

13 Por isso quando te amar Ah quando te amar... (Se você deixar...) Vou nascer, renascer, gostar, amadurecer, e sorrir, ai de mim, vou dizer: Renasci por te querer! Valeu te esperar...

14

15 Oh Oceano, deixa em ti desaguar Vem colher flores pra teu jardim, ai de mim que procuro seu fogo para me queimar, Minhas fantasias não tem fim! E você água que transborda... Sou a terra, me purifique com sua relva. Me devora!

16 Eu renasci, quero te dizer Me segura, me fortaleça com tua boca, teu desejo e teu querer Fortaleza, seja meu chão, alicerce sereno, intenso, Que queima em meus pensamentos.

17

18 E te vejo seguro, tão passivo até inquieto, mas apenas amigo Te peço: Vamos fazer um vendaval Melhor amizade colorida, E que nosso encontro seja, o encontro, fatal! Ainda que amor de carnaval...

19

20 Nas cinzas acabando, uma noite, iremos desaguar no mar Sopraremos nossos desejos, maiores desejos No ar. Nós dois a sós, será pó Silêncio do nosso amor. Iremos nos perpetuar...

21 Nosso começo Que seja ensejo, Daqueles que se procuram, pra se elevar, amar, esconder pra sempre ter Deixa eu te revelar: Morrerei se não te dizer, eu quero amar você, meu ar!

22 Sou rio que desce caudaloso, buscando o seu ser Vem me amar, semeie nosso querer; Vem me regar, sou firme terra, você meu sol sedento Vem ser meu mar, em você amanheço - sereno!

23 Vem me dizer Pra ontem, pra agora E que Deus cuide de nós A sós! Sem mais demora! Mil sóis... Partícula de nosso amor... Será Big Bang Mar, intenso amar Sol raiou: Vem!

24 Nosso reencontro, universos passivos, Sejamos mais que amigos Mil sóis? Nenhum de nós simplifico Estou a passar. Em você parei. E fico.

25 Você é meu mar Posso ser o seu ar Serei uma terra, de promessas, e delícias Vem ser o gostar, frutifica este nosso caminhar...

26

27 Pequeno, ou grandes encontros Insones... Seu beijo Em minha boca, vem e me consome...

28 Não te esqueço. Te descubro Me calo, e ainda te quero Eternamente? Só por hoje! Espero..."

29 Edição e Poesia de Carmen Ligia Imagens e Música: Internet


Carregar ppt "E... Mil Sóis Poesia de Carmen Ligia em blogspot.com Outros slides em carmenligiapoetisa no"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google