A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Biblioteca Pública Estadual/AL 26 de junho de 1865 Graciliano Ramos Direção: Maria Luiza Russo Colaboração: Manoel Messias Caldeira e Verônica Paes. Fontes:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Biblioteca Pública Estadual/AL 26 de junho de 1865 Graciliano Ramos Direção: Maria Luiza Russo Colaboração: Manoel Messias Caldeira e Verônica Paes. Fontes:"— Transcrição da apresentação:

1 Biblioteca Pública Estadual/AL 26 de junho de 1865 Graciliano Ramos Direção: Maria Luiza Russo Colaboração: Manoel Messias Caldeira e Verônica Paes. Fontes: Jayme Lustosa de Altavilla e Moacir Medeiros de Santana

2 Fundada pelo advogado José Correia da Silva Titara, Diretor da Instrução Pública de Alagoas, como Gabinete de Leitura, contava com volumes em seu acervo, doado pelo historiador Alexandre José de Melo Moraes de setembro: Gabinete de Leitura Art. 3º da Resolução Provincial nº 385 de 07 de agosto de 181; O asseio e guarda da Biblioteca do extinto Liceu Alagoano, ficaria a cargo do contínuo da Secretaria da Instrução Pública, inclusive os livros do Gabinete de leitura 1861 Liceu Alagoano O diretor da Instrução Pública, José Correia da Silva Titara, propôs a regularização do serviço da Biblioteca, que passaria a ter a denominação de Bibliotheca da Província Biblioteca da Província

3 O Deputado Provincial Tomaz Espíndola apresenta o projeto de criação da Biblioteca Pública; com mais de 3000 volumes, 500 folhetos e 1600 estampas de botânica. Inicio de funcionamento, anexa ao antigo Liceu Alagoano, na praça da matriz, hoje, praça D. Pedro II, presidida pelo Desembargador João Batista Gonçalves Campos. (Resolução nº 453). É nomeado Felinto Elísio da Costa Cutrim, primeiro bibliotecário dirigente da Biblioteca Pública. (Portaria do presidente da província em 08 de junho de 1865) de maio: Ano de Criação de junho: Anexa ao antigo Liceu Alagoano de julho: Nomeado o primeiro bibliotecário

4 de abril: Regulamento da Biblioteca Pública Expedição do primeiro regulamento da Biblioteca Pública na Presidencia Esperidião de Barros Pimentel 1872 É transferida para o Palacete Provincial Nesta data a biblioteca passa a funcionar no 2º andar do prédio da Assembleia Legislativa, conhecido na época como Palacete Provincial. (Lei nº 629 de 16 de março de 1872, sancionada pelo presidente Silvino Elvídio Carneiro da Cunha) Agosto: A Biblioteca e funcionários Dr. Possidônio de Melo Acioli, bibliotecário e Francisco de Assis Pereira Jambo, Amanuense são os dois únicos funcionários da Biblioteca Pública.

5 1878 Regulamento da Biblioteca Pública; transferência para o sobrado e criação do horário noturno 23 de setembro: Regulamento expedido pelo presidente Francisco de Carvalho Soares Brandão; 17 de outubro: Transferência em 17 de outubro de 1878, para o sobrado de Nº 37 (antiga numeração), situado a rua da Imperatriz, atual rua João Pessoa; Estabelecida a obrigação de ser a Biblioteca, aberta a noite, até às 20 horas de fevereiro: É transferida para o Palácio Velho Por ato do presidente Germiniano de Oliveira Góes, passou a funcionar a partir de 01 de março de 1886 no 1º andar do antigo Palácio da Presidência, conhecido como Palácio Velho. Estabelecido novo horário devido a baixa frequencia noturna, das 09h às 15h.

6 de janeiro: Volta ao Liceu Alagoano e fica extinto o cargo de bibliotecário No novo endereço o Diretor da Instrução Pública assume a direção da Biblioteca extinguindo-se o cargo de bibliotecário. (Art. 7° do Decreto n°2) de março: Novo endereço, rua do comércio A Biblioteca do antigo Liceu Alagoano passa a funcionar na rua do comércio, nº 112. (Decreto nº 156 de 31 de março de 1898, do governo do Dr. Manoel José Duarte) 1925 Junho: Fecha a Biblioteca Pública Na gestão do governador Pedro Costa Rego, a Biblioteca Pública é fechada.

7 de outubro: Nova Biblioteca Pública A Biblioteca Pública Municipal é incorporada ao estado. Assim nasce a Biblioteca Pública Estadual. (Decreto-Lei estadual nº de 16 de outubro de 1941) de novembro: Nova subordinação A Biblioteca Pública fica subordinada a Secretaria de Interior, Educação e Saúde. (Decreto nº 53) 1958 Criação da Secretaria de Educação e Cultura Desmembramento das Secretarias: Criação da Secretaria de Educação e Cultura pela Lei nº de 13 de novembro de 1958, passando a Biblioteca Pública Estadual a constituir um órgão subordinado a esta, pela lei nº de 28 de dezembro de 1962.

8 de janeiro: Novo Endereço, Palácio do Barão do Jaraguá A Biblioteca Pública Estadual passa a funcionar no atual endereço, Praça D. Pedro II, nº 57, Centro, no Palácio do Barão de Jaraguá, no governo do Major Luiz Cavalcante e Dr. Deraldo de Souza Campos, Secretário da Educação e Cultura.


Carregar ppt "Biblioteca Pública Estadual/AL 26 de junho de 1865 Graciliano Ramos Direção: Maria Luiza Russo Colaboração: Manoel Messias Caldeira e Verônica Paes. Fontes:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google