A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Condicoes de Vida de pessoas portadoras de deficiencia Por Olimpio Michael Zavale INE

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Condicoes de Vida de pessoas portadoras de deficiencia Por Olimpio Michael Zavale INE"— Transcrição da apresentação:

1 Condicoes de Vida de pessoas portadoras de deficiencia Por Olimpio Michael Zavale INE

2 Ambito da pesquisa Esta pesquisa e continuidade do estudo das condicoes de vida de PPD na africa Austral. A mesma pesquisa ja foi realizada nos seguintes paises –Namibia –Zimbabwe –Malawe –Zambia

3 Parceiros da pesquisa O projecto foi desenhado e implementado em parceria com –SINTEF –FAMOD –INE Foi constituido um grupo tecnico composto por 6 elementos para a operacionalizacao do projecto e supervisao Nacional

4 Trabalho de campo Foi desenhados tres instrumentos de anotacao para a recolha de dados –Formulario de listagens Para identificacao da populacao alvo e seus agregados –Questionario do agregado familiar Para avaliar as condicoes gerais do agregado –Questionario do deficiente para avaliar as condicoes especificas do deficiente

5 Trabalho de campo A recolha de dados foi com base em entrevistas directas aos agregados familiares e seus membros Foi constiuida uma brigada em cada provincia composta por –4 Inquiridores –1 Supervisores –1 motoristas

6 Plano amostral A mostra da pesquisa sobre condições de vida das PPDs é um sub-amostra da amostra principal desenvolvida com base no Censo Nacional em Moçambique 1997 As unidades de analise para amostra são agregados familiares e seus membros. A pesquisa não considera os residentes de alojamento coletiva como hospitais, prisioneiros e pessoas da rua, que juntos representa somente 0.35% da população total

7 3.1 Estudo comparativo Neste subcapitulo sao usadas duas abreviaturas: – WFL refere-se às pessoas deficientes ou seus agregados familiares – Controle refere-se as pessoas não deficientes ou seus agregados familiares

8 3.1 Estudo comparativo Quase um terço (26%) do número total de agregados familiares tem um ou mais membros com deficiência, A prevalência da deficiência em Moçambique para este estudo é estimada em (95% CI= 5.4 – 6.5).

9 3.1 Estudo comparativo Província Tamanho de agregados Familiares WFL agregados familiares Agregados familiares de Controle Média95% CIMédia95% CI Niassa – – 5.4 Cabo Delgado – – 4.2 Nampula – – 5.0 Zambézia – – 5.3 Tete – – 4.8 Manica – – 6.1 Sofala – – 5.7 Inhambane 4.1*3.6 – – – – 5.5 Província – – 5.1 Cicada – – 6.1 Total – – 5.0 * p < 0.01

10 3.1 Estudo comparativo * p < 0.05 ** p < 0.01 Províncias Idade média dos individuos individuos WFLIndividuos Controle Média95% CIMédia95% CI Niassa 33.2**25.3 – – 20.3 Cabo Delgado – – 25.1 Nampula 34.8*25.6 – – 21.4 Zambèzia 33.5**29.2 – – 20.4 Tete 39.6**30.8 – – 19.7 Manica 27.3*21.5 – – 18.9 Sofala 41.2**35.1 – – 20.5 Inhambane 39.6**33.5 – – **35.8 – – 27.4 Provincia 38.8**32.9 – – 22.9 Cidade 34.9**30.0 – – 25.1 Total 35.3**33.1 – – 21.0

11 3.1 Estudo comparativo Provincia Rácio de dependência média Agr. Familiares WFLAgr. Famil. Controle Média95% CIMédia95% CI Niassa – – 1.4 Cabo Delgado – – 1.0 Nampula – – 1.1 Zambézia – – 1.0 Tete – – 1.2 Manica – – 1.6 Sofala 0.8*0.5 – – 1.3 Inhambane – – – – 1.3 Provincia – – 1.1 Cidade – – 0.8 Total – – 1.0

12 3.1 Estudo comparativo O padrão de vida do agregado familiar foi medido através de dois tipos de perguntas: – Posses de bens (37 bens registados) – Principal fonte de abastecimento água (usada escala de 1 a 7 ) 1 representa pocos ou rios sem protencao 7 agua canalizada dentro de casa

13 3.1 Estudo comparativo Posse de bens do Agregado familiar WFL Control e Províncias Media 95%CI Media 95%CI Niassa Cabo Delgado Nampula 5.8** Zambèzia 8.0* Tete Manica Sofala Inhambane * Província Cidade 8.5* Total

14 3.1 Estudo comparativo Fonte principal de agua WFLControle Províncias Media95%CIMedia95%CI Niassa Cabo Delgado Nampula Zambèzia 3.7* Tete Manica Sofala Inhambane Província Cidade Total

15 3.1 Estudo comparativo Estado Civil WFL (n=298) Controle (n=363) n%n% Nunca casou Casado a União marital Divorciado/separado Viuva/o Outro a Casado inclue casamento oficial, religioso ou tradicional Estado civil de pessaos com 15 anos de idade ou mais por género

16 3.1 Estudo comparativo Estado civil de pessaos com 15 anos de idade ou mais por género Estado Civil Masculin o (%)Feminino (%) WFLControleWFL Control e n=207n=154n=150n=140 Nunca casou Casado União marital Divorciado/separado Viuva/viuvo

17 3.1 Estudo comparativo Frequência escolar para pessoas com 15 anos ou mais Frequência escolar WFL (n=382)Control (n=314) n%n% Nunca frequentou Em frequência Abandonou a escola

18 3.1 Estudo comparativo

19 Frequência escolar para pessoas com 15 anos ou menos Frequência escolar WFL (n=79)Controle (n=138) n%n% Nunca friquentou Em frequência Abandonou escolar

20 3.1 Estudo comparativo Línguas escritas: respondentes 15 anos ou mais que estiver a frequentar ou frequentado uma escola Linguas escritasWFL (n=237)Controle (n=228) n%n% Nenhuma Uma ou mais

21 3.1 Estudo comparativo Situação de emprego WFLControl n%n% Actualmente empregado ou a procura de emprego Desempregado Situação de emprego para pessoas entre 15 – 65 anos de idade

22 3.2 Estudo das limitações

23 Tipos de deficiências n% cego Surdo Braços amputados Pernas amputadas Paralítico Deficiente mental Outros Não respondeu Total

24 3.2 Estudo das limitações

25 Causas de deficiência n% Natural/de nascencia Doença Mina ou guerra Serviços militar Acidente de trabalho Acidente de avião Outras causas Total

26 3.2 Estudo das limitações

27 Diferença percentual de pessoas que precisam de serviços e não tem acesso. Tipo de serviçon1n1 Total gap (%) Reabilitação médica Instrumentos de assistência Serviços educacionais Treinamento vocacional Aconselhamento de pessoas com deficiências Aconselhamento do parente/familia Serviços de apoio Serviços de saúde Médico tradicional

28 3.2 Estudo das limitações Estado de emprego para indivíduos de 15 anos ou mais. Estado de empregon% Actualmente empregado Já teve emprego Nunca trabalhou Domestico Não respondeu Total397100

29 3.2 Estudo das limitações

30

31

32 Envolvimento na vida familiar Medida de envolvimenton Sim (%) As vzes (%) Não (%) Sai com a família para assistir eventos? Sente-se envolvido e parte da família? A família te envolve na conversa? A sua família te ajuda nas suas actividades diárias? Considera esta ajuda? Costuma participar nas cerimonias tradicionais?

33 3.2 Estudo das limitações Envolvimento na vida familiar

34 Coclusoes Este estudo estabeleceu a primeira geração de informação estatística sobre pessoas com deficiências em Moçambique. Resultados demostram a diferença em condições de vida entre indivíduos com deficiências e sem deficiências.

35 Coclusoes O estudo demonstra que mulheres portadoras de deficiência enfrentam discriminação duplicada, e que maior parte de pessoas com deficiências em Moçambique são crianças, adolescentes e jovens.

36 Coclusoes É recomendado o uso deste livro: –Para aumentar o conhecimento sobre deficiência em Moçambique, –Pelo Governo para melhorar serviços e direitos humanos para pessoas com deficiências –Como um instrumento do FAMOD e outros DPOs na sua luta para fortificar a voz da pessoa portadora de deficiência em Moçambique


Carregar ppt "Condicoes de Vida de pessoas portadoras de deficiencia Por Olimpio Michael Zavale INE"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google