A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rede de Computadores I Prof. Otto Daniel Vaz Campos Rômulo Fernandes Ruas da Costa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rede de Computadores I Prof. Otto Daniel Vaz Campos Rômulo Fernandes Ruas da Costa."— Transcrição da apresentação:

1 Rede de Computadores I Prof. Otto Daniel Vaz Campos Rômulo Fernandes Ruas da Costa

2

3

4 32 bits destinados a endereçamento 2 32 endereços possíveis = endereços Endereços representados na forma de quatro seqüências de 8 bits em decimal. Ex:

5

6 Limitado espaço de endereçamento Problema para o crescimento exponencial da Internet. Segurança não integrada Realizada por alguma camada superior. Sem um serviço especializado para realizar o transporte de áudio e vídeo em tempo real. Cabeçalho muito complexo Dificulta Roteamento.

7 Network Address Translation. Desenvolvida pela Cisco. Criada para sustentar a falta de endereços do IPv4. Mapeia vários endereços IP de uma rede interna (Stub Domain) em um (ou mais) endereços IP de uma rede externa (Internet). Máquinas da rede interna recebem IPs não-roteáveis, e o Roteador NAT recebe um (ou mais) IP válido IANA (Internet Assigned Numbers Authority) designou uma faixa de IP reservada para endereços não-roteáveis. Opera nos modos: Estático e Dinâmico e Overloading

8 Exemplo de roteamento com NAT dinâmico: NAT Router

9

10 Primeira especificação designada em 1996 pela Internet Engineering Task Force Force. 128 bits para endereçamento = Um número de Avogadro de endereços para cada metro quadrado do planeta !!!

11 Composto por 8 cadeias de 16 bits representados em hexadecimal. Ex: 2001:0BC6:0000:0000:009B:00FF:ED35:9C4A OU 2001:BC6:0:0:9B:FF:ED35:9C4A OU 2001:BC6::9B:FF:ED35:9C4A

12

13

14 Opções de salto-a-salto (Hop-by-Hop Options header) Opções de Destino (Destination Options header) Roteamento (Routing header) Fragmentação (Fragment header) Autenticação (Authentication header) Encapsulamento (Encapsulating Segurity Payload header)

15 Como pode o IPv6 ser mais rápido que o IPv4 com um cabeçalho maior ? Cabeçalho simplificado e de tamanho fixo. Sem verificação de erros. Isto já é realizado pelo TCP ! Controle de fluxo. Roteamento é realizado mais rápido !!!

16 Record atual de velocidade é do IPv km de distância (via terra) e passando por 6 redes internacionais (mais de ¾ da circunferência da Terra). Throughput de 9,08 Gbps = (Tb.m)/s 10.75% mais rápido que o Record do IPv4 (7.99 Gbps)

17 Prós: Aumento exorbitante no número de endereços IP. Gerenciamento do cabeçalho mais eficiente através da modularização. Mecanismo de segurança integrado. Cabeçalho simples Menos processamento nos roteadores Roteamento mais rápido.

18 Contras: Necessita troca de equipamento Conflita com a inércia do mercado. Por enquanto o NAT mantém o IPv4 viável. Cabeçalho grande Discussão a respeito de sua eficiência.

19 O mercado já está adotando o IPv6. Suporte nativo nos sistemas operacionais mais novos. Já é presente um muitas redes de grande porte.

20 Como o problema de falta de endereços é contornado no IPv4 ?

21 Através da NAT (Network Adress Translation), que torna possível vários dispositivos acessem uma rede externa (que possui poucos endereços IP disponíveis) usando apenas um único endereço. Ela opera traduzindo os endereços dos pacotes quando eles passam da rede interna para a externa.

22 Como o IPv6 gerencia os cabeçalhos adicionais ?

23 Utilizando o campo Next Header que faz parte do cabeçalho principal. Este campo descreve se existe algum cabeçalho adicional, e caso exista ele diz qual. Um cabeçalho adicional pode chamar outro usando a mesma técnica. Isto permite que vários cabeçalhos adicionais possam ser encadeados.

24 Como o IPv6 implementa seus mecanismos de segurança ?

25 Utilizando os cabeçalhos adicionais de Autenticação e de Encapsulamento. O de Autenticação garante a identidade do emissor, e o de Encapsulamento garante que o pacote só possa ser lido pelo emissor e pelo destinatário.

26 Como o IPv6 pode melhorar a transmissão de mídias contínuas ?

27 Através do campo de Controle de Fluxo, presente no cabeçalho padrão. Este campo permite priorizar os dados de mídias contínuas.

28 Como o IPv6, mesmo contendo um cabeçalho maior, pode obter uma velocidade superior a do IPv4 ?

29 O roteamento é realizado muito mais rápido, porque apesar do cabeçalho ser maior, ele é muito mais simples.

30 The Internet Engineering Task Force (IETF) Wikipédia Guia do Hardware Protocolo da Internet Versão 6 - IPv6 Euclides de Moraes Barros Junior Maurílio Alves Martins da Costa Ivonei Freitas da Silva. University of Tokyo

31 Cisco IPv6style


Carregar ppt "Rede de Computadores I Prof. Otto Daniel Vaz Campos Rômulo Fernandes Ruas da Costa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google