A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução a Sistemas Operacionais Ementa: Conteúdo: Conceituação de Sistema Operacional. Evolução dos Sistemas Operacionais Componentes básicos de um.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução a Sistemas Operacionais Ementa: Conteúdo: Conceituação de Sistema Operacional. Evolução dos Sistemas Operacionais Componentes básicos de um."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução a Sistemas Operacionais Ementa: Conteúdo: Conceituação de Sistema Operacional. Evolução dos Sistemas Operacionais Componentes básicos de um Sistema Operacional. Tipos de Sistema Operacional, Funções do Sistema Operacional, Configurações iniciais do SO, Comandos do SO.

3 Contrato Didático-Pedagógico: 1- Apresentação do professor, apresentação da matéria, contrato pedagógico. 2- Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional. 3- Introdução ao Software: Conceitos e aplicação do MS DOS. 4- Introdução ao Software: Conceitos e aplicação do Windows XP. 5- Introdução ao Software: Conceitos e aplicação do Service Pack. 6- Sistemas de arquivos - Arquivos. Diretórios. Alocação de espaço. Proteção; Sistemas de Proteção; Segurança X Proteção. 7- Introdução/Conceitos Básicos de Sistemas Distribuídos - Conceitos de Hardware - Multiprocessadores X Multicomputadores. 8- Conceitos de Software - Sistemas Operacionais de Rede, Sistemas verdadeiramente distribuídos.

4 9- Apresentação dos Seminários. 10- Comunicação em Sistemas Distribuídos; Comunicação síncrona X assíncrona Modelo Cliente X Servidor 11- 1ª Avaliação Individual 12- Gerência de Processos - Conceito de processo; Estados de processo; Tipos de processo; Sincronização. 13- Laboratório: Gerenciamento dos Processos dos Sistemas Operacionais. 14- Memória Virtual. Paginação. Segmentação. 15- Gerência de Memória - Endereços lógicos e físicos. Alocação. 16- Laboratório: Gerenciamento de Memória Virtual 17- 2º Avaliação Individual. Contrato Didático-Pedagógico:

5 18- 3º Avaliação Individual 19- Vista de prova e revisão de notas. 20- Avaliação complementar Contrato Didático-Pedagógico:

6 Bibliografia Básica: Sistemas Operacionais com Java - SILBERSCHATZ, Abraham; GALVIN, Peter Baer; GAGNE, Greg. – Editora Campus – Rio de Janeiro – ª Edição. TANENBAUM, A. Sistemas Operacionais Modernos. 2º Edição, Editora Pearson. CÔRTES, Pedro L., Sistemas Operacionais Fundamentos - Editora Érica – Bibliografia Complementar: 1. BATTISTI, J. Windows Server 2003 – Curso Completo, Axcel Books 2. SUSE Linux10 Bible - Autor: Justin Davies, Roger Whittaker, William von Hagen - Editora Wiley

7 Histórico: Antes da década de 50, os computadores eram muito difíceis de serem programados. Era necessário conhecer totalmente sua arquitetura, e tal operação era efetuada em painéis com cerca de conectores, em linguagem de máquina. Nesta fase os computadores não possuíam ainda dispositivos para interagir com o usuário, como teclados e monitores. Na década de 50, já com a utilização de transistores, sucedeu-se um grande avanço tecnológico, melhorando a velocidade dos processadores e a capacidade dos meios de armazenamento, em especial a memória e os discos magnéticos. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

8 Por volta de 1953 foi introduzido o primeiro sistema operacional, um programa de controle que permitia uma interação, mesmo que limitada, entre o operador e a máquina, otimizando a execução das tarefas. Em 1959 foi criada uma versão de sistema operacional que já implementava conceitos de memória virtual, conceito este largamente utilizado nos sistemas atuais. Na década de 60, a partir do surgimento dos circuitos integrados, foi possível difundir u uso de sistemas computacionais em empresas, com diminuição de custos e tamanho dos equipamentos. - ambientes de multitarefa - multiprogramação - multiprocessamento Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

9 Nota-se que, a partir do meado da década de 80, acontece uma divisão de águas, com a indústria passando a produzir equipamentos de grande porte e muitos modelos de microcomputadores, que também precisavam de sistemas operacionais bastante evoluídos. Foram, então, utilizadas as técnicas modernas já existentes nos ambientes de grande porte na implementação de sistemas operacionais para os microcomputadores, com versões diversas, todas inicialmente monousuário/monotarefa (devido à baixa capacidade de armazenamento dos micros, naquela época). Com o avanço da tecnologia, os micros ganharam discos rígidos e outros periféricos, possibilitando a criação de sistemas operacionais mais evoluídos nesta categoria de computadores, quando surgiram os sistemas monousuário/multitarefa, que executam até hoje. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

10 Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

11 Introdução a Sistemas Operacionais Tipos de Sistemas Operacionais

12 Sistemas Monoprogramáveis/Monotarefa Os primeiros sistemas operacionais eram voltados tipicamente para a execução de um único programa. Qualquer outra aplicação, para ser executada, deveria aguardar o término do programa corrente. Neste tipo de sistema, o processador, a memória e os periféricos permanecem exclusivamente dedicados à execução de um único programa. Era muito clara a desvantagem deste tipo de sistema, no que diz respeito à limitação de tarefas (uma de cada vez), o que provocava um grande desperdício de recursos de hardware. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

13 Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

14 Sistemas Multiprogramáveis/Multitarefa Constituindo-se uma evolução dos sistemas monoprogramáveis, neste tipo de sistema os recursos computacionais são compartilhados entre os diversos usuários e aplicações: enquanto um programa espera por um evento, outros programas podem estar processando neste mesmo intervalo de tempo. Neste caso, podemos observar o compartilhamento da memória e do processador. O sistema operacional se incumbe de gerenciar o acesso concorrente aos seus diversos recursos, como processador, memória e periféricos, de forma ordenada e protegida, entre os diversos programas. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

15 As vantagens do uso deste tipo de sistema são a redução do tempo de resposta das aplicações, além dos custos reduzidos devido ao compartilhamento dos recursos do sistema entre as diferentes aplicações. Apesar de mais eficientes que os monoprogramáveis, os sistemas multiprogramáveis são de implementação muito mais complexa. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

16 Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

17 As vantagens do uso deste tipo de sistema são a redução do tempo de resposta das aplicações, além dos custos reduzidos devido ao compartilhamento dos recursos do sistema entre as diferentes aplicações. Apesar de mais eficientes que os monoprogramáveis, os sistemas multiprogramáveis são de implementação muito mais complexa. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

18 As vantagens do uso deste tipo de sistema são a redução do tempo de resposta das aplicações, além dos custos reduzidos devido ao compartilhamento dos recursos do sistema entre as diferentes aplicações. Apesar de mais eficientes que os monoprogramáveis, os sistemas multiprogramáveis são de implementação muito mais complexa. Introdução, Classificação e Evolução dos Sistema Operacional.

19

20


Carregar ppt "Introdução a Sistemas Operacionais Ementa: Conteúdo: Conceituação de Sistema Operacional. Evolução dos Sistemas Operacionais Componentes básicos de um."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google