A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I Reinado ( 1822-1831). Três Passos para o País Reconhecimento Interno Reconhecimento Externo Elaboração de uma Constituição. Enquanto os países latino-americanos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I Reinado ( 1822-1831). Três Passos para o País Reconhecimento Interno Reconhecimento Externo Elaboração de uma Constituição. Enquanto os países latino-americanos."— Transcrição da apresentação:

1 I Reinado ( )

2 Três Passos para o País Reconhecimento Interno Reconhecimento Externo Elaboração de uma Constituição. Enquanto os países latino-americanos optaram pela República, o Brasil manteve a monarquia.

3 Conflitos Internos D. Pedro I enfrentou contestações de algumas províncias muito ligadas ainda a Portugal. Não havia uma nacionalidade Brasileira e por isso a manutenção da coesão do Império foi costurada com as elites ou pelo uso da força militar. Na Bahia, as tropas portuguesas só foram expulsas no dia 2 de julho de No Pará, o Imperador reagiu ao separatistas enviando o militar inglês John Grenfeel. Maranhão, Piauí e a Cisplatina também ofereceram resistência.

4 Reconhecimento Externo Influenciados pela Doutrina Monroe, os EUA são os primeiros a reconhecerem a independência. Condições para o reconhecimento português: - 2 Milhões de Libras - Título de Imperador de Honra para D. João VI. - Não se unir a nenhuma colônia portuguesa. O Brasil toma empréstimo de Inglaterra para pagar tal valor, em troca de prolongar o tratado comercial de baixas tarifas alfandegárias.

5 Assembleia Constituinte Partido Brasileiro: - Liberais Exaltados: Queriam a autonomia das províncias e o fortalecimento do Legislativo. - Liberais Moderados:Defendiam a monarquia centralizada. Partido Português: Queria mais proximidade com Portugal.

6 Assembleia Constituinte A Assembleia foi dissolvida por três fatores: - Não dava ao Imperador o poder total. - Limitava a Participação política dos portugueses. - (Para ter direito ao voto era preciso ter renda anual correspondente a 150 alqueires de Mandioca) - Impedia D. Pedro de ser rei em Portugal.

7 Constituição Outorgada (1824) Monarquia hereditária e constitucional. Senado Vitalício. Voto aberto e Censitário. Divisão dos Poderes - Executivo - Legislativo - Judiciário - Moderador: Poder do Imperador de nomear ministros, juízes, senadores, fechar as Câmaras entre outras medidas centralizadoras.

8 Confederação do Equador A nova Constituição e a forma de governo gerou varias revoltas e o Nordeste foi o principal foco de contestação. Pernambuco cria a Confederação do Equador após a imposição de um governador para a província. Defendiam: - Fim da Monarquia e instauração da República. - Descentralização do poder - Fim da escravatura.

9 Confederação do Equador Líderes: Cipriano Barata e Frei Caneca. A Confederação engloba as províncias de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. Motivos para a derrota: - Falta de apoio das classes dominantes da região. - Inferioridade militar - Oposição á rebelião.

10 Abdicação Fatores para a impopularidade de D. Pedro I: - Forma autoritária de governar. - Aumento da dívida externa. - Balança Comercial negativa. - Falência do Banco do Brasil. - Inflação. - Acordo com a Inglaterra para o fim do trafico de escravos. - Disputa pelo trono português com dinheiro brasileiro.

11 Abdicação Noite das Garrafadas - Conflitos entre portugueses e brasileiros. Criação do Ministério dos Marqueses Tornando-se insustentável a situação, D Pedro I abdica do poder em 7 de abril de 1831.


Carregar ppt "I Reinado ( 1822-1831). Três Passos para o País Reconhecimento Interno Reconhecimento Externo Elaboração de uma Constituição. Enquanto os países latino-americanos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google