A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

16º Domingo Comum COMPADECEU- SE DA MULTIDÃO, POIS ERA COMO OVELHAS SEM PASTOR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "16º Domingo Comum COMPADECEU- SE DA MULTIDÃO, POIS ERA COMO OVELHAS SEM PASTOR."— Transcrição da apresentação:

1

2 16º Domingo Comum

3 COMPADECEU- SE DA MULTIDÃO, POIS ERA COMO OVELHAS SEM PASTOR

4 Irmãos e irmãs! Vinde a sós a um lugar tranquilo... repousai algum

5 tempo comigo... Jesus é o Bom Pastor que reúne as ovelhas

6 desgarradas, e as conduz para pastagens mais tranquilas.

7 Iniciemos a santa Missa, reunindo-nos ao redor da

8 mesa da palavra e da eucaristia, e busquemos

9 luzes e forças para nossa caminhada. Cantemos.

10

11 Canto de Abertura

12

13 Saudação

14 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

15 O Senhor, que encaminha os nossos corações

16 para o amor de Deus e a constância de Cristo,

17 esteja convosco.

18 Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

19

20 Ato Penitencial

21 No início desta celebração eucarística,

22 peçamos a conversão do coração,

23 fonte de reconciliação e comunhão

24 com Deus e com os irmãos e irmãs. (Silêncio)

25 Confessemos os nossos pecados:

26 Confesso a Deus todo- poderoso

27 e a vós, irmãos e irmãs,

28 que pequei muitas vezes

29 por pensamentos e palavras,

30 atos e omissões,

31 por minha culpa, minha tão grande culpa.

32 E peço à Virgem Maria,

33 aos anjos e santos

34 e a vós, irmãos e irmãs,

35 que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.

36 Deus todo- poderoso tenha compaixão de nós,

37 perdoe os nossos pecados

38 e nos conduza à vida eterna. Amém.

39 Senhor, tende piedade de nós.

40

41 Cristo, tende piedade de nós.

42

43 Senhor, tende piedade de nós.

44

45

46 Hino de Louvor

47 Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por ele amados.

48 Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo- poderoso.

49 Nós vos louvamos, nós vos bendizemos,

50 Nós vos adoramos, nós vos glorificamos,

51 Nós vos damos graças por vossa imensa glória.

52 Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito,

53 Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.

54 Vós, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

55 Vós, que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica.

56 Vós, que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

57 Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor,

58 só vós, o Altíssimo, Jesus Cristo,

59 com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

60

61 Oração da Coleta

62 OREMOS: Ó Deus, sede generoso para com os vossos filhos e filhas

63 e multiplicai em nós os dons da vossa graça,

64 para que, repletos de fé, esperança e caridade,

65 guardemos fielmente os vossos mandamentos.

66 Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,

67 na unidade do Espírito Santo.

68 Amém.

69

70 Deus ama com carinho seu povo. Por isso suscita profetas e pastores para que cuidem

71 do seu rebanho, o qual muitas vezes se encontra desorientado e disperso.

72 Escutemos com atenção a Palavra de Deus.

73

74 PRIMEIRA LEITURA Jr 23,1-6

75 Leitura do Livro do Profeta Jeremias

76 1 “Ai dos pastores que deixam perder- se e dispersar- se

77 o rebanho de minha pastagem, diz o Senhor!

78 2 Deste modo, isto diz o Senhor, Deus de Israel, aos pastores que

79 apascentam o meu povo: Vós dispersastes o meu rebanho, e o afugentastes

80 e não cuidastes dele; eis que irei verificar isso entre vós e

81 castigar a malícia de vossas ações, diz o Senhor.

82 3 E eu reunirei o resto de minhas ovelhas de todos os países

83 para onde foram expulsas, e as farei voltar a seus campos,

84 e elas se reproduzirão e multiplicarão.

85 4 Suscitarei para elas novos pastores que as apascentem; não sofrerão

86 mais o medo e a angústia, nenhuma delas se perderá, diz o Senhor.

87 5 Eis que virão dias, diz o Senhor, em que farei nascer um descendente de

88 Davi; reinará como rei e será sábio, fará valer a justiça e a retidão na terra.

89 6 Naqueles dias, Judá será salvo e Israel viverá tranquilo; este é o nome com

90 que o chamarão: ‘Senhor, nossa Justiça’”.

91 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

92

93 SALMO RESPONSORIAL Sl 22

94 O Senhor é o pastor que me conduz;

95 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

96 O Senhor é o pastor que me conduz;

97 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

98 1. O Senhor é o pastor que me conduz;

99 não me falta coisa alguma.

100 Pelos prados e campinas verdejantes

101 ele me leva a descansar.

102 Para as águas repousantes me encaminha,

103 e restaura as minhas forças.

104 O Senhor é o pastor que me conduz;

105 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

106 2. Ele me guia no caminho mais seguro,

107 pela honra do seu nome.

108 Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,

109 nenhum mal eu temerei;

110 estais comigo com bastão e com cajado;

111 eles me dão a segurança!

112 O Senhor é o pastor que me conduz;

113 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

114 3. Preparais à minha frente uma mesa,

115 bem à vista do inimigo,

116 e com óleo vós ungis minha cabeça;

117 o meu cálice transborda.

118 O Senhor é o pastor que me conduz;

119 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

120 4. Felicidade e todo bem hão de seguir-me

121 por toda a minha vida;

122 e na casa do Senhor, habitarei

123 pelos tempos infinitos.

124 O Senhor é o pastor que me conduz;

125 felicidade e todo bem hão de seguir-me!

126

127 SEGUNDA LEITURA Ef 2,13-18

128 Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

129 Irmãos: 13 Agora, em Jesus Cristo, vós, que outrora

130 estáveis longe, vos tornastes próximos, pelo sangue de Cristo.

131 14 Ele, de fato, é a nossa paz: do que era dividido, ele fez uma unidade.

132 Em sua carne ele destruiu o muro de separação: a inimizade.

133 15 Ele aboliu a Lei com seus mandamentos e decretos. Ele

134 quis, assim, a partir do judeu e do pagão, criar em si um

135 só homem novo, estabelecendo a paz.

136 16 Quis reconciliá-los com Deus, ambos em um só corpo, por

137 meio da cruz; assim ele destruiu em si mesmo a inimizade.

138 17 Ele veio anunciar a paz a vós, que estáveis longe,

139 e a paz aos que estavam próximos.

140 18 É graças a ele que uns e outros, em um

141 só Espírito, temos acesso junto ao Pai.

142 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

143

144 Aclamação ao Evangelho

145

146 EVANGELHO Mc 6,30-34

147 O Senhor esteja convosco.

148 Ele está no meio de nós.

149 PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Marcos

150 Glória a vós, Senhor!

151 Naquele tempo, 30 os apóstolos reuniram-se com Jesus

152 e contaram tudo o que haviam feito e ensinado.

153 31 Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto,

154 e descansai um pouco”.

155 Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo

156 que não tinham tempo nem para comer.

157 32 Então foram sozinhos, de barco,

158 para um lugar deserto e afastado.

159 33 Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles.

160 Saindo de todas as cidades, correram a pé,

161 e chegaram lá antes deles.

162 34 Ao desembarcar,

163 Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão,

164 porque eram como ovelhas sem pastor.

165 Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas.

166 Palavra da Salvação.

167 Glória a vós, Senhor!

168 NÃO HAVIA REPOUSO PARA JESUS E SEUS APÓSTOLOS!

169

170 Profissão de Fé (Símbolo apostólico)

171 Creio em Deus Pai todo- poderoso, criador do céu e da terra.

172 E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor,

173 que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria;

174 padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado.

175 Desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia,

176 subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai todo- poderoso,

177 donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.

178 Creio no Espírito Santo;

179 na Santa Igreja Católica; na comunhão dos santos;

180 na remissão dos pecados;

181 na ressurreição da carne;

182 na vida eterna. Amém.

183

184 Oração da Comunidade

185 Vamos rezar para que todos os que ouvirem e escutarem a voz do Pastor

186 se tornem verdadeiros discípulos missionários, assumindo o

187 compromisso que a Igreja lhes atribui e a sociedade lhes pede:

188 1. Pelos pastores da Igreja.

189 Lembrai-vos Senhor.

190 2. Pelos Profetas e evangelizadores.

191 Lembrai-vos Senhor.

192 3. Pelos estudiosos da Palavra de Deus.

193 Lembrai-vos Senhor.

194 4. Pelos famintos e necessitados.

195 Lembrai-vos Senhor.

196 5. Pelos que partilham o pão.

197 Lembrai-vos Senhor.

198 6. Pelos jovens que se preparam para

199 a Jornada Mundial da Juventude.

200 Lembrai-vos Senhor.

201

202 Apresentação das Oferendas

203

204 Orai, irmãos e irmãs

205 para que o nosso sacrifício

206 seja aceito por Deus Pai todo- poderoso.

207 Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício,

208 para glória do seu nome,

209 para nosso bem e de toda a santa Igreja.

210

211 Oração sobre as Oferendas

212 Ó Deus, que no sacrifício da cruz, único e perfeito,

213 levastes à plenitude os sacrifícios da Antiga Aliança,

214 santificai, como o de Abel, o nosso sacrifício,

215 para que os dons que cada um trouxe em vossa honra

216 possam servir para a salvação de todos.

217 Por Cristo, nosso Senhor.

218 Amém.

219

220 Oração Eucarística VII: Sobre Reconciliação I

221 O Senhor esteja convosco.

222 Ele está no meio de nós.

223 Corações ao alto.

224 O nosso coração está em Deus.

225 Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

226 É nosso dever e nossa salvação.

227 NA VERDADE, é justo e bom agradecer-vos, Deus Pai, porque

228 constantemente nos chamais a viver na felicidade completa. Vós,

229 Deus de ternura e de bondade, nunca vos cansais de perdoar.

230 Ofereceis vosso perdão a todos convidando os pecadores a

231 entregar-se confiantes à vossa misericórdia.

232 Como é grande, ó Pai, a vossa misericórdia!

233 JAMAIS nos rejeitastes quando quebramos a vossa aliança,

234 mas, por Jesus, vosso Filho e nosso irmão, criastes com a família humana

235 novo laço de amizade, tão estreito e forte, que nada poderá romper.

236 Concedeis agora a vosso povo tempo de graça e reconciliação.

237 Dai, pois, em Cristo novo alento à vossa Igreja, para que se volte para

238 vós. Fazei que, sempre mais dócil ao Espírito Santo, se

239 coloque ao serviço de todos.

240 Como é grande, ó Pai, a vossa misericórdia!

241 CHEIOS DE ADMIRAÇÃO e reconhecimento, unimos nossa

242 voz à voz das multidões do céu para cantar o poder de

243 vosso amor e a alegria da nossa salvação:

244 Santo, Santo, Santo,

245 Senhor Deus do universo!

246 O céu e a terra proclamam a vossa glória.

247 Hosana nas alturas!

248 Bendito o que vem em nome do Senhor!

249 Hosana nas alturas!

250

251 Ó DEUS, desde a criação do mundo, fazeis o bem a cada um

252 de nós para sermos santos como vós sois santo.

253 Olhai vosso povo aqui reunido e derramai a força do

254 Espírito, para que estas oferendas se tornem o Corpo † e o Sangue,

255 do Filho muito amado, no qual também somos vossos filhos.

256 Enquanto estávamos perdidos e incapazes de vos encontrar,

257 vós nos amastes de modo admirável: pois vosso Filho – o

258 Justo e Santo – entregou-se em nossas mãos aceitando ser pregado na cruz.

259 Como é grande, ó Pai, a vossa misericórdia!

260 ANTES, porém, de seus braços abertos traçarem entre o céu e a terra o

261 sinal permanente da vossa aliança, Jesus quis

262 celebrar a páscoa com seus discípulos.

263 Ceando com eles, tomou o pão e pronunciou a bênção de ação

264 de graças. Depois, partindo o pão, o deu a seus amigos, dizendo:

265 TOMAI, TODOS, E COMEI:

266 ISTO É O MEU CORPO,

267 QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

268

269 Ao fim da ceia, Jesus, sabendo que ia reconciliar todas as coisas

270 pelo sangue a ser derramado na cruz, tomou o cálice com vinho. Deu

271 graças novamente, e passou o cálice a seus amigos, dizendo:

272 TOMAI, TODOS, E BEBEI:

273 ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE,

274 O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,

275 QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS

276 PARA REMISSÃO DOS PECADOS.

277 FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

278

279 Eis o mistério da fé!

280 Anunciamos, Senhor, a vossa morte

281 e proclamamos a vossa ressurreição.

282 Vinde, Senhor Jesus!

283 LEMBRAMO- NOS de Jesus Cristo, nossa páscoa e certeza da paz

284 definitiva. Hoje celebramos sua morte e ressurreição, esperando o

285 dia feliz de sua vinda gloriosa. Por isso, vos apresentamos, ó Deus fiel, a

286 vítima de reconciliação que nos faz voltar à vossa graça.

287 Esperamos, ó Cristo, vossa vinda gloriosa!

288 OLHAI, com amor, Pai misericordioso, aqueles que atraís para vós,

289 fazendo-os participar no único sacrifício do Cristo. Pela força do

290 Espírito Santo, todos se tornem um só corpo bem

291 unido, no qual todas as divisões sejam superadas.

292 Esperamos, ó Cristo, vossa vinda gloriosa!

293 CONSERVAI- NOS, em comunhão de fé e amor, unidos ao Papa N. e ao

294 nosso Bispo N. Ajudai-nos a trabalhar juntos na construção do vosso reino,

295 até o dia em que, diante de vós, formos santos com os vossos santos,

296 ao lado da Virgem Maria e dos Apóstolos, com nossos irmãos e irmãs

297 já falecidos que confiamos à vossa misericórdia. Quando

298 fizermos parte da nova criação, enfim libertada de

299 toda maldade e fraqueza, poderemos cantar a ação

300 de graças do Cristo que vive para sempre.

301 Esperamos, ó Cristo, vossa vinda gloriosa!

302 Por Cristo, com Cristo, em Cristo,

303 a vós, Deus Pai todo-poderoso,

304 na unidade do Espírito Santo,

305 toda a honra e toda a glória,

306 agora e para sempre. Amém.

307

308 Rito da Comunhão

309 Obedientes à palavra do Salvador

310 e formados por seu divino ensinamento, ousamos dizer:

311 Pai nosso que estais nos céus,

312 santificado seja o vosso nome;

313 venha a nós o vosso reino,

314 seja feita a vossa vontade,

315 assim na terra como no céu;

316 o pão nosso de cada dia nos dai hoje;

317 perdoai-nos as nossas ofensas,

318 assim como nós perdoamos

319 a quem nos tem ofendido;

320 e não nos deixeis cair em tentação,

321 mas livrai-nos do mal.

322 Livrai-nos de todos os males, ó Pai,

323 e dai-nos hoje a vossa paz.

324 Ajudados pela vossa misericórdia,

325 sejamos sempre livres do pecado

326 e protegidos de todos os perigos,

327 enquanto, vivendo a esperança,

328 aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

329 Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

330 Senhor Jesus Cristo,

331 dissestes aos vossos Apóstolos:

332 Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz.

333 Não olheis os nossos pecados,

334 mas a fé que anima vossa Igreja;

335 dai-lhe, segundo o vosso desejo,

336 a paz e a unidade.

337 Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo.

338 Amém.

339 A paz do Senhor esteja sempre convosco.

340 O amor de Cristo nos uniu.

341 Como filhos e filhas do Deus da paz,

342 saudai-vos com um gesto de comunhão fraterna.

343

344 Cordeiro de Deus,

345 que tirais o pecado do mundo,

346 tende piedade de nós.

347 Cordeiro de Deus,

348 que tirais o pecado do mundo,

349 tende piedade de nós.

350 Cordeiro de Deus,

351 que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

352 Felizes os convidados para a Ceia do Senhor.

353 Eis o Cordeiro de Deus,

354 que tira o pecado do mundo.

355 Senhor, eu não sou digno(a)

356 de que entreis em minha morada,

357 mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

358

359 Canto da comunhão

360

361 Oração depois da Comunhão

362 Ó Deus, permanecei junto ao povo

363 que iniciastes nos sacramentos do vosso reino,

364 para que, despojando-nos do velho homem,

365 passemos a uma vida nova.

366 Por Cristo, nosso Senhor.

367 Amém.

368

369 Bênção e Despedida

370 O Senhor esteja convosco!

371 Ele está no meio nós.

372 A paz de Deus, que supera todo entendimento,

373 guarde vossos corações e vossas mentes

374 no conhecimento e no amor de Deus,

375 e de seu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo.

376 Amém.

377 Abençoe-vos Deus todo- poderoso,

378 Pai e Filho † e Espírito Santo.

379 Amém.

380 Levai a todos a alegria do Senhor ressuscitado;

381 ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

382 Graças a Deus.

383

384 Canto Final

385


Carregar ppt "16º Domingo Comum COMPADECEU- SE DA MULTIDÃO, POIS ERA COMO OVELHAS SEM PASTOR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google