A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fevereiro de 2009 Chiara Lubich “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fevereiro de 2009 Chiara Lubich “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até."— Transcrição da apresentação:

1

2 Fevereiro de 2009 Chiara Lubich

3 “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até à sua própria vida, não pode ser meu discípulo” (Lc 14,26)

4 O que você acha? São palavras tremendamente exigentes, radicais, nunca ouvidas antes!

5 No entanto, o mesmo Jesus, que afirmou a indissolubilidade do matrimônio e que mandou amar a todos e, portanto, particularmente os pais, com essas palavras, manda colocar em segundo lugar todos os afetos legítimos da terra, caso eles se tornem um obstáculo para o amor direto, imediato, a ele. Somente Deus podia pedir tanto.

6 De fato, Jesus “arranca” os homens do seu modo natural de viver, meramente humano, e quer que estejam ligados antes de tudo a ele, para compor aqui na terra a fraternidade universal.

7 Por isso, quando o seu projeto encontra obstáculos, Jesus “corta” e no Evangelho fala de “espada”, em sentido espiritual é claro.

8 E chama de “mortos” aqueles que não souberam amá-lo mais do que a mãe, do que a esposa, do que a própria vida.

9 Você se lembra do homem que pediu para sepultar o pai antes de segui-lo? Foi justamente a ele que Jesus respondeu: “Deixa que os mortos enterrem os seus mortos”. Talvez você tenha sentido um arrepio diante de tamanha exigência; talvez tenha pensado em limitar o alcance dessas palavras unicamente ao tempo de Jesus ou de destiná-las a pessoas que têm uma vocação especial a segui-lo.

10 Você está enganado. Essa mensagem vale para todas as épocas, também para a nossa, para todos os cristãos, inclusive para você. Nos tempos atuais, podem se apresentar muitas ocasiões para você colocar em prática o convite de Cristo.

11 Na sua família, alguém contesta o cristianismo? Jesus quer que você o testemunhe com a vida e, no momento oportuno, com a palavra, mesmo se isso lhe custar zombarias e calúnias.

12 Você está esperando um filho e seu marido quer convencê-la a interromper a gravidez? Obedeça a Deus e não aos homens.

13 Um irmão seu lhe propõe que você se associe a uma companhia de fins duvidosos ou até mesmo reprováveis? Recuse.

14 Algum parente lhe oferece a possibilidade de ganhar dinheiro sujo? Conserve a sua honestidade.

15 A sua família inteira quer envolvê-lo numa mentalidade permissiva e mundana? Tenha a coragem de “cortar”, para que Cristo não se afaste de você.

16 “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até à sua própria vida, não pode ser meu discípulo.

17 O fato de você ter se convertido a Cristo provocou uma divisão em sua família de formação materialista? Não se alarme. É um efeito do Evangelho. Ofereça a Deus, por aqueles que você ama, todo o amargor que isso lhe causa, e permaneça firme.

18 Cristo lhe deu uma vocação especial e agora chegou o momento de deixar pai e mãe ou talvez de renunciar à namorada? Concretize a sua escolha. Sem luta não há vitória.

19 “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até à sua própria vida, não pode ser meu discípulo.

20 Monsignor Romero, El Salvador Padre Pino Puglisi, Italia Padre Ragheed, Irak “...e até à sua própria vida”. Você vive em terra de perseguição e o fato de testemunhar Cristo põe em perigo a sua vida? Tenha coragem. Às vezes, a nossa fé pode pedir também isso. Nunca terminou completamente na Igreja a época dos mártires.

21 Cada um de nós, na sua existência, terá de escolher entre Cristo e todo o resto, para permanecer um autêntico cristão. Portanto, chegará também a sua vez.

22 Não tenha medo. Não se preocupe com a sua vida: é melhor perdê-la por Deus do que não encontrá-la mais. A outra Vida é uma realidade.

23 E não se preocupe com o destino dos seus familiares. Deus os ama. Se você souber preferir Jesus, um dia ele passará ao lado deles e os chamará com as palavras fortes do seu amor. E você os ajudará a se tornarem, com você, verdadeiros discípulos de Cristo.

24 “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até à sua própria vida, não pode ser meu discípulo. “Palavra de Vida”, publicação mensal do Movimento dos Focolares. Texto de: Chiara Lubich, outubro de Gráfica de Anna Lollo em colaboração com padre Placido D’OminaAnna LolloPlacido D’Omina (Sicília - Itália)


Carregar ppt "Fevereiro de 2009 Chiara Lubich “Se alguém vem a mim, mas não me prefere a seu pai e sua mãe, sua mulher e seus filhos, seus irmãos e suas irmãs, e até."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google