A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sector agrícola e perspetiva de desenvolvimento em São Tomé e Príncipe Filipe Bonfim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sector agrícola e perspetiva de desenvolvimento em São Tomé e Príncipe Filipe Bonfim."— Transcrição da apresentação:

1 Sector agrícola e perspetiva de desenvolvimento em São Tomé e Príncipe Filipe Bonfim

2 Conceitos- agricultura Agricultura é o conjunto de técnicas utilizadas para cultivar plantas com o objetivo de obter alimentos, fibras, energia, matéria-prima para roupas, construções, medicamentos, ferramentas, ou apenas para contemplação estética.técnicasplantasalimentosfibrasenergiamatéria-primaroupasconstruçõesmedicamentosferramentasestética Agricultura - Agropecuaria (Produção vegetal e Produção animal). Entende-se por agricultura familiar o cultivo da terra realizado por pequenos proprietários rurais, tendo como mão-de-obra essencialmente o núcleo familiar, em contraste com a agricultura patronal - que utiliza trabalhadores contratados, fixos ou temporários, em propriedades médias ou grandes.proprietários ruraismão-de-obrafamiliaragriculturatrabalhadoresfixospropriedades Segurança Alimentar e nutricional existe quando todos seres humanos têm em todo o momento, um acesso fisico e económico a uma alimentação saudável e nutritiva que lhes permitem satisfazer as suas necessidades energéticas e suas preferências alimentares para levar uma vida sã e ativa.

3 Modelo atual de exploração e sistema de produção Sistema exploração familiar (Agricultura, pecuária) Sistema de exploração comercial: Média empresa (Agrícola e Pecuária) Grande empresa (Agrícola)

4 Importância do sector O sector rural de São Tomé e Príncipe que inclui agricultura, silvicultura, pecuária e pescas é o segundo maior sector produtivo do País, depois do sector de serviços. Apesar da sua contribuição para o PIB ser de 22%, a sua importância é evidente pelas suas potencialidades económicas e também, pela população que dele depende directamente, estimada em mais de 50% do total do País. É igualmente nas zonas rurais que se concentra uma grande percentagem da população pobre, o que torna o desenvolvimento rural indispensável para se alcançar a segurança alimentar e reduzir a pobreza. Contribui para incremento das exportações e geração de rendimento para os agricultores.

5 Potencialidades do sector S TP é relativamente rica em recursos naturais e possui um forte potencial pelo desenvolvimento da agricultura, pecuária, floresta e pesca. Solo geralmente de boa qualidade, temperatura médias próximas de 25º C e uma variedade de microclima; Reforma fundiária, permitiu distribuir parcelas de terra a 8000 famílias no meio rural, onde se concentra a maior pobreza do país; A longa experiencia acumulada na exploração de cacau, condições edafo - climáticas favoráveis do Pais e as condições favoráveis de mercado parece indicar as oportunidades de crescimento desta cultura; A Dupla insularidade do Príncipe a um efeito positivo sobre o ambiente que foi preservada e esta região é rica em potencialidades; O património genético local é diversificado; Nenhum signo de PSA foi registado nesta década.

6 Terra (Reforma fundiária) Segundo a CPADRP (2007) foram distribuídas 28367,48 hectares de terra arável em São Tomé e Príncipe. A distribuição das áreas segundo o tipo exploração indica que 69,7% foram distribuídos para os pequenos agricultores, 0,2% aos médios empresários e outros cidadãos 30,1%. Os fracassos da distribuição são nomeadamente: - A ausência de cadastramento e registos de terras distribuídas; - A ausência de autoridades nas empresas (reforço de poder local agrava a corte indiscriminado de árvores e a degradação ambiental ); - Deficiências na legislação fundiária devido a ausência de estruturas operacionais coadjuvantes (cadastros, organizações locais, etc); - Titulação insuficientes da distribuição de terras na modalidade de concessão temporária, o que leva à falta de garantias e baixos investimentos de terras.

7 Principais constrangimentos Défice de infraestruturas socio- económicas de base (rede de irrigação, mercados, transporte); Deflorestação acelerada pela utilização de madeira para construção e energia doméstica; Insuficiência de recursos financeiros para exploração de terras; Baixa fertilidade do solo em certos lugares Investigação agrícola insuficiente Ausência de fileiras organizadas de produção vegetal Insuficiencias de infraestruturas de transformação armazenagem e de conservação

8 Constrangimentos( cont) Tendencia migratoria e forte dos membros dos agregados Insuficiencias na implementação de estratégias disponíveis Peso da tradição e dos hábitos alimentares Dificuldades de acesso a crédito Défice de infraestruturas socio- económicas de base (rede de irrigação, mercados, transporte) Deflorestação acelerada pela utilização de madeira para construção e energia doméstica Insuficiência de recursos financeiros para exploração de terras; Baixa fertilidade do solo em certos lugares Investigação agrícola e pecuária florestal insuficiente.

9 Constrangimentos pecuária Problemas sanitários Fragilidade do sistema alimentar Legislação/regulamentos Infraestruturas Formação – investigação e desenvolvimento Crédito Assistência técnica Gestão

10 Produção agrícola (Cacau) em toneladas Culturas2010201120122013 Cacau convencional 23001.895,61.698,51.383,7 Cacau biológico 483,7493,7558,0910,0 Café0,0845,35,92,0

11 Produção de culturas alimentares em toneladas Culturas2010201120122013 Banana prata 61.849,083.044,080.990,0967.960,0 Banana pão 57.275,075.135,083.305,0290.270,0 Matabala 24.693,027.144,030.728,0238.105,0 Mandioca 25.039,041.206,034.075,062.865,0

12 Produção pecuária em toneladas Espécies/ carne 20092010201120122013 Carne de Aves 260345365338385 Suinos 320308340360361 Caprinos 2,72,65,914 Ovinos 1,41,540,51,6 Bovinos 6,46,1912,515 Ovos 2 238 05 2366 600237129881 8742.800.990

13 Politicas públicas Instrumentos planeamento e gestão: CPADRP (1999- 2000, 2007) PNSAN (2012) ENRP (2002 e 2003) PDDAA (2014)

14 CPADRP Programas para enfrentar os constrangimentos, desafios e as oportunidades de desenvolvimento para o sector: Aumento e diversificação da produção e das exportações agrícolas; Diversificação das produções pecuárias; apoio ao desenvolvimento rural; Aproveitamento de recursos florestais e do meio ambiente rural, fortalecimento Institucional e apoio ao desenvolvimento Rural.

15 PNSAN Eixo estratégico nº1: Melhoria da produtividade e crescimento das produções agrícolas Eixo estratégico nº2: Melhoria de sistema de comercialização e de acesso aos mercados Eixo estratégico nº3- Melhoria de estado nutricional e sanitária da população Eixo estratégico nº4: Reforço de capacidade institucional

16 PDDAA Programa Detalhado para Desenvolvimento da Agricultura para Africa (PDDAA) cujos objetivos visam contribuir para o crescimento da agricultura, segurança alimentar, redução da pobreza através de um melhor acesso aos mercados e ao financiamento.

17 PDDAA (cont) Intensificação e diversificação da produção agrícola e pecuária Gestão sustentável de recursos Reforço de capacidade Melhoria do Estado nutricional, Gestão de vulnerabilidade Acesso aos mercados aos financiamentos

18 Projetos em execução PRIASA I/PRIASA II Projeto de desenvolvimento da suinocultura- China Taiwan

19 Conclusões/desafios O incremento das áreas cultivadas A intensificação dos cultivos A melhoria dos índices zootécnicos Redução das perdas pós-colheitas O processamento e a transformação de produtos Aumento da eficiência nas várias funções de comercialização de produtos e insumos.

20 Muito obrigado


Carregar ppt "Sector agrícola e perspetiva de desenvolvimento em São Tomé e Príncipe Filipe Bonfim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google