A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô. Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô. Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô. Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô.

4 Lá não existe felicidade de arranha-céu, pois quem mora lá no morro. Já vive pertinho do céu. Lá não existe felicidade de arranha-céu, pois quem mora lá no morro. Já vive pertinho do céu.

5 Tem alvorada, tem passarada, alvorecer, sinfonia de Pardais, anunciando o anoitecer. Tem alvorada, tem passarada, alvorecer, sinfonia de Pardais, anunciando o anoitecer.

6

7

8

9 .

10

11

12

13

14

15 Sono povere capanne senza alcuna pretesa, lassù sulla collina. Si dice che siano più felici coloro che vivono nei grattacieli, ma gli abitanti di quelle capanne sono più vicini al cieli. All’alba e al tramonto i passeri intonano per loro una sinfonia. Al termine di ogni giorno l’intera collina rivolge una preghiera a Maria. Quando il buio si fa fitto, dalla collina sale a Dio il grazie degli abitanti.


Carregar ppt "Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô. Barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro, bracão é bangalô."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google