A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM ANIMAL DOMÉSTICO E UM ANIMAL SILVESTRE OU SELVAGEM?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM ANIMAL DOMÉSTICO E UM ANIMAL SILVESTRE OU SELVAGEM?"— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10 QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM ANIMAL DOMÉSTICO E UM ANIMAL SILVESTRE OU SELVAGEM?

11 Um estranho comportamento... Constantemente podemos observar o que ocorre com grande parte dos animais domésticos que servem como companhia ao homem; Em inúmeros casos, quando “não servem mais”, por estarem doentes, velhos, cansados... estes são abandonados à própria sorte, sorte esta que nem sempre traz consigo o REAL significado da palavra, o final da história, para muitos deles, é entristecedor... Mas...

12 ...por que será que isso ocorre??? Você ama o seu cão? Quanto ele vale? Você me vende??? Você descartaria o seu cão quando este não mais lhe “servisse”? Se o seu cão fosse abandonado, na rua, você acha que ele estaria bem? Seu cão precisa de você? De sua atenção? De seus cuidados? O seu cachorro estar bem, em um local ideal para ele, é importante para quem?

13 Agora deixemos o seu cão, o meu cão... ou melhor, os nossos cães de lado e vamos falar de outros bichos. Você conhece alguém que tem um papagaio em casa? Uma tartaruga? Um sagüi? Imagine que, em algum dos casos acima, se a seguinte situação teria ocorrido: “Um belo dia um papagaio saiu do estado de Goiás, onde vivia naturalmente e resolveu vir para São Paulo – sabe...tentar uma “vida melhor” na cidade grande – e eis que ele chegou exatamente na porta da casa da pessoa que você conhece. Algo absolutamente natural, não?

14 E falando do papagaio que atualmente “reside” com a pessoa que você conhece... Como realmente esta ave chegou até São Paulo? Estar ao lado do ser humano, submetido ao que o homem acredita ser o melhor para ave, atende às necessidades naturais do papagaio em questão? Ele é feliz? Sua vida pode ser afetada, em função do local onde este papagaio se encontra? Sem falar do lado emotivo de cada um de nós, faz alguma diferença para você o local esta ave se encontra? Isso poderia mudar os rumos de sua vida?

15 Há três fatores extremamente importantes que envolvem a retirada deste animal do ecossistema ao qual pertencia, vocês sabem dizer quais seriam eles?

16 Sofrimento do espécime (indivíduo) retirado: Ruptura do laço entre pais e filhotes; Estresse para filhotes e pais no momento do seqüestro, da ruptura; Mudança radical de alimentação e de ambiente; Dor; Mudança de temperatura (na vinda ao Sul ou Sudeste); Acometimento de doenças; Perda do convívio social; Perda da necessidade de reprodução; Perda da liberdade; Sofrimento por perda do que seria a movimentação natural do espécime em vida livre - vôo;

17

18

19 Riscos à saúde humana: Quando retiramos qualquer animal silvestre da natureza e o trazemos para o convívio humano, as probabilidades de contrairmos doenças dos mesmos (zoonoses) é algo que pode ocorrer com bastante facilidade, e muitas vezes estas acabam não sendo diagnosticadas, levando muitas pessoas à terem sérios problemas de saúde e em alguns casos até mesmo a ocorrência de óbito – ex: psitacose.

20

21

22 Perda do papel biológico do espécime: Não há como contestar que a retirada de espécimes das mais variadas espécies silvestres, de seus ecossistemas naturais, trás danos ambientais há pequeno, médio e longo prazo; Cada animal selvagem desempenha uma função biológica na natureza, a LAMENTÁVEL interferência humana, responsável por um verdadeiro EXTERMÍNIO de populações de várias espécies em muitos pontos do Planeta, e até mesmo da extinção de algumas espécies ainda não foi encarada com a seriedade que deveria, por nós seres humanos; Além do tráfico de animais silvestres temos outros fatores responsáveis por estes problemas, a supressão de habitat e o uso de agrotóxicos também são problemas extremamente sérios.

23 Fico confuso e muitas dúvidas surgem em minha cabeça..... Eu poderia comprar uma ave e/ou outro animal silvestre de um criador comercial autorizado pelo IBAMA? Mas... Quanto tempo, quantas gerações se passariam para uma ave silvestre atingir o estágio de domesticidade de um cão, por exemplo? Pode ser que isso nunca ocorresse ou poderia levar algumas centenas de anos, muitas gerações... vejam o caso dos canários- belgas e os periquitos-australianos, mesmo após décadas e muitas gerações em cativeiro, ainda apresentam comportamentos selvagens, de fuga, de medo... a única coisa que ocorreu foi um processo de atrofia, porém não presente em todos os casos.

24 Um dos comportamentos mais estranhos da espécie humana, nos tempos atuais, é que ele vai na natureza e de lá retira animais que não precisam de seu auxílio, pelo contrário, aqueles animais precisam estar ali, desempenhando suas funções biológicas para que o Planeta caminhe bem...UM PLANETA BOM... É BOM PARA NÓS, NÃO É MESMO? É SIMPLES ENTENDER ISSO, todavia... E os domésticos: Ahhh os domésticos!!!! Estes que precisam do ser humano para ter uma vida digna, são jogados na rua, abandonados... Mas também precisamos dos domésticos, sem dúvida, pelo menos eu preciso, são meus amigos, companheiros, guardiões, etc, etc e etc...

25

26

27

28 É preciso lembrar... Que todas as vezes que adquirimos um animal silvestre estamos trazendo muito sofrimento ao mesmo, independente da maneira que você o trate, pois o melhor lugar para ele é na NATUREZA. Quantas histórias já escutei como aquela pessoa que diz que deixa o seu papagaio solto, ou aquele outro que fala que a ave na gaiola está segura, não será predada por um gavião. Se pensarmos um pouco, entenderemos que seres humanos precisam da Terra em equilibrio, se algo errado começa ocorrer, isso nos afeta diretamente, é simples de entender, mas ao mesmo tempo tão complicado, não?

29


Carregar ppt "QUAL A DIFERENÇA ENTRE UM ANIMAL DOMÉSTICO E UM ANIMAL SILVESTRE OU SELVAGEM?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google