A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30."— Transcrição da apresentação:

1 EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ: / ASGAP - Casa de Apoio Local abençoado por Deus,onde a solidariedade é a regra maior ! Ladeira do Ipiranga n°28 Cidade Nova - Salvador/Ba Tesl/Fax. 71/ / s DIRETORIA DA ASGAP Queridos Leitores Ao lado, uma Campanha que gostaríamos que vocês, queridos leitores, nos ajudassem a torná-la Vitoriosa. Sei que é difícil, nos dias de hoje, deixar nossa casa, nosso emprego e assumir um trabalho voluntário. Sei também que muitos corações se sentem motivados a esse trabalho. A ASGAP vive para ajudar aos menos favorecidos que têm a infelicidade de desenvolver um câncer! Se colocamos a palavra câncer em negrito, é para demonstrar que o preconceito da palavra, nada tem a ver com a maneira com que conduzimos o nosso trabalho. A ASGAP foi criada e vive para ajudar aos que portam câncer, e necessita sim, que muitos se juntem a ela. Presidente : Francisco Dantas Diretor Social:Comissão de Eventos Vice-Presidente: Jorge Britto de S. Ribeiro Diretor Financeiro: Maria da Graça Sobrinho Diretor Administrativo: Ana Maria C. Duarte Diretor Assistencial: Maria Alba T. de Oliveira JORNAL ASGAP Jornal da ASGAP - Associação Solidariedade Grupo de Apoio ao Paciente Portador de Câncer ANO IV OUTUBRO/2014 N. 50 DOAÇÕES : BRADESCO Agência: PITUBA C/C: Prezados Leitores – “AJUDEM A ASGAP A AJUDAR” Gostaríamos de contar com vocês para incrementar uma campanha, no sentido de conseguirmos voluntários para os serviços da ASGAP. Necessitamos de voluntários para os trabalhos domésticos, bem como aqueles outros que dão apoio ao paciente. Por tratar-se de serviço voluntário, não temos como remunerar. Pensamos em gratificar àqueles que necessitarem, com cesta básica mensalmente. Não é necessário que atuem todos os dias, a depender do número que conseguirmos, poderá ser uma ou duas vezes por semana. Se você prezado leitor, estiver interessado ou conseguir alguém que se interesse, por favor entre em contato conosco, pessoalmente ou pelos tels.: (71) / Todo e qualquer que seja o trabalho voluntário será uma Benção ao nosso trabalho e assim você estará : “AJUDANDO A ASGAP A AJUDAR”

2 2 9 (NOVE) ANTIDOTOS CONTRA O RANCOR O rancor é um sentimento que surge como resposta emocional negativa diante do que nos acontece e percebemos como ofensa, ficando em nosso interior como um veneno que se ativa cada vez mais, pois revivemos tal sentimento negativo constantemente. Daí que se use também o termo “ressentimento”. Os antídotos são: 1. Reflexão: dispor-nos a opor a primeira barreira a esses sentimentos negativos com a disposição à objetividade, enquanto que a ofensa, sendo real, pode ser exagerada por nós ou simplesmente ser imaginária; não nos deixarmos levar por um sentimento negativo que, de cara, não controlamos racionalmente. 2. Autoconhecimento: precisamos nos conhecer, pois existem temperamentos que se prestam a guardar lembranças e sentimentos, o que é bom, sempre e quando não forem negativos e não nos afetarem tanto. Sendo assim, resta sempre o recurso da formação do caráter, do qual depende nossa vontade pessoal para não admiti-los. Trata-se de conquistar a atitude de um decidir não querer experimentar novamente as emoções negativas durante o transcurso do tempo. 3. Evitar a susceptibilidade: reconhecer que é ruim carregar o peso do “ressentir-se” por tantas circunstâncias cotidianas e pouco transcendentes, como uma crítica, uma chamada de atenção, um olhar de indiferença ou desprezo, um determinado tom de voz, uma ironia, alguma omissão dos outros, como não dar os parabéns no aniversário; alguém que não nos cumprimentou, que não nos agradeceu, que não nos convidou para algo, que não nos valoriza ou leva em consideração, que não pediu nossa opinião etc. Tudo isso nos machuca porque estamos muito preocupados conosco mesmos. A pessoa egocêntrica se torna muito vulnerável porque dá muita importância a tudo o que se refere a ela, sobretudo quando considera algo negativo por parte dos outros. 4. Controlar a imaginação: a imaginação é útil e muito necessária controlada pela inteligência e pela vontade, para sua aplicação a realidades positivas; quando, pelo contrário, ela age sem estes controles, exagera as coisas de tal maneira que costuma provocar rancor gratuito, infundado. 5. Compreensão com os outros: se, ao analisar as ofensas recebidas, sendo elas reais e em sua justa dimensão, fazemos também um esforço por compreender a o jeito de ser do ofensor e descobrir os atenuantes da sua forma de proceder, nossa reação negativa não apenas não será reforçada, mas poderá desaparecer se adquirirmos, dessa maneira, a capacidade de enfraquecer o estímulo. 6. Vontade para conquistas que realizam: ao não alcançar o que gostaria ou o proposto, a vontade fraca influencia o entendimento, deformando a realidade e tirando o valor daquilo que não se pôde adquirir, e preferindo viver no perigo do passado, ainda que nele se encontre latente o ressentimento. É preciso ter uma atitude correta com relação aos valores: quanto mais elevados, mais esforço em alcançá-los. Um bom presente apaga todo mau passado. Exemplos: começar novos estudos, praticar um novo esporte, fazer novos amigos etc. Trata-se de fortalecer o caráter aceitando desafios que exijam superação pessoal. 7. Aprender a ser feliz: não depender do rumo dos acontecimentos e, diante das provações, não apenas não deixar que se tornem fontes de frustração e amargura, mas ver nelas a amabilíssima vontade de Deus. 8. Ter clara a missão na vida: valorizar nossas capacidades e qualidades pessoais, limitações e defeitos, em um projeto que dê sentido à existência e que coincida com o plano de Deus sobre nós. 9. Perdoar: desculpar não é o mesmo que perdoar. Pedimos desculpas quando o ato não foi verdadeiramente intencional ou propriamente pessoal, como quando acidentalmente quebramos o vaso de flores do nosso anfitrião. Quando, pelo contrário, o ato foi livre e conscientemente agressivo, já não se trata de pedir desculpas, mas perdão. Desculpamos o inocente e perdoamos o culpado. Portanto, é mais fácil desculpar que perdoar, e o perdão pode, em certos casos, ser extremamente difícil ou humanamente inconcebível, mas, nesse momento, precisamos reconhecer que o perdão já não é um sentimento, mas um ato da vontade, no qual se busca aderir ao plano de Deus. É assim que as exigências do amor de Deus entre as pessoas superam a capacidade humana natural. Por isso, Jesus nos convida a uma meta que não tem limites, porque só a partir disso podemos tentar o que Ele nos pede: “Sejam misericordiosos como seu Pai celestial é misericordioso”. Na busca deste ideal, contamos com a ajuda do próprio Deus. A vocação ao amor pelo perdão marca a liberdade dos filhos de Deus. Jesus Cristo nos ensina a orar e a pedir confiante e insistentemente que esta graça nos seja concedida: “Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos.

3 AGRADECIMENTOS Aniversariantes do Mês 3 AOS AMIGOS DO PROFº. EDIVALDO MENDES AO GRUPO SABER AO GRUPO LUZ – DOAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR ROBERTA MENDONÇA E FAMILIA CARAVANA DA SOLIDARIEDADE – COODENADORA Srª. ANGÉLICA PAULO E AGUIDA DRUMOND NOVOS ASSOCIADOS : NAILMA MAGALHÃES DA SILVA JAILMA LIMA VIEIRA SANTOS EMPRESAS PARCEIRAS : HOTEL VERDEMAR MESSIAS DA LAPINHA HORTIFRUT LÚCIA SANTOS – PARA TODOS BAHIA CAROL NOSSOS PROXIMOS EVENTOS : ALMOÇO DANÇANTE – Dia 25/10/14 Coordenação: Isabel Vivas BINGO ASGAP - DIA 30/11/14 A todos que ajudam a ASGAP, queremos aqui, deixar nossos agradecimentos. Sem a ajuda de vocês, nada poderia ser feito! 21HEBERT CONCEIÇÃO / EDILENE SILVA DOS ANJOS / MARCELO SANTOS DE ALMEIDA / 22-RITA DE CÁSSIA DOS SANTOS / ALTAMIRA MASCENA BARBOSA/ CLEUSA DE JESUS LEITE ALMEIDA 23-ALICE DE JESUS LEITE / MARIA TEIXEIRA DOS SANTOS 24-DOMINGOS DO NASCIMENTO / MANOEL PEREIRA DOS SANTOS / MARLENE MENDES DE ALMEIDA / NATALYA RIBEIRO DE ASSUNÇÃO 25-JOSÉ ROGÉRIO SOUZA SILVA / EDMILSON OLIVEIRA DA SILVA (NISON) DELMA MARIA DA SILVA 26-TATIANA CERQUEIRA MACHADO / MANOEL JOVENCIO/BATISTA / ANGELA DOS SANTOS / TEREZINHA BATISTA PINTO 27-ROSÂNGELA DA CRUZ SÁ BARRETO/ ANÁLIA BOTELHO CORREA/ RENILDA OLIVEIRA / MARGARIDA WITHERS / PATRICIA SILVA BRITO 28-JAIZE VILAS BOAS DE CASTRO /ROBERIO QUEIROZ DA SILVA 29-JOSÉ DE JESUS MATOS / RICARDO ARCELA 30-FLORIZETE SOUZA DE CERQUEIRA / PERPETUA JOAQUINA DAMASCENO 31-NDRÉ LUIZ NERY / SUELY MAGDA CASTRO / MARCELO VIVAS DOS SANTOS /JOAQUIM DA SOLEDADE FILHO 01-ROSILANE Mª FIGUEREDO DE ALENCAR/ROSIVALDO SILVA DOS SANTOS 02-ANDRÉA CALMON TEIXEIRA / 03-IRACEMA GOVEIA ANDRADE / ISAURA MARIA SACRAMENTO MORENO DE CARVALHO / LEILA LUCAS POMPERMAYER DOS SANTOS 04-LEONOR FRANCISCA S. LOPES / ALLANE RIBEIRO / SANDRA MIANA / WASHINGTON LUIS N. ARAUJO / JORGE NOVAIS ROMILDO SANTOS GUERRA / ISABEL EVANGELISTA CARDOSO 05-JOSÉ EDSON DE FARIAS BARBOSA 06-ERÓ MOTA / ILISMARTA MARIA PAES / LÚCIA MARIA FONSECA FERREIRA/ MARIA ANTÔNIA FREITAS DA SILVA 07-IVONETE SANTOS SILVA / RICARDO MAIA / BRUNO DOS ANJOS DE ARAÚJO / JOSÉ BEZERRA DA SILVA / MARCOLINA GUALBERTO DE FREITAS 08-UBALDINO DIAS DA CONCEIÇÃO / VANESSA DUARTE / LUCIENE CORDEIRO DE MAGALHÃES/JOCIEL ALVES PEREIRA 09-JAIR BARRETO PASSOS / DIONIA BISPO DO NASCIMENTO/JOSÉ VINICIOS ALVARENGA VIEIRA/IZABELA GONZAGA DOS REIS/JOSENILDA ISABEL DOS SANTOS 10-ANA MARIA SILVEIRA FARIA / FLORISVALDO BÔA DA ROCHA / MARIA LUCAS DE LIMA / AURELINA ARGOLO SAMPAIO / ELIENE PIRES FONSECA / MARIA LUCAS DE LIMA / NARCISO RIBEIRO DOS SANTOS / MARTA FERREIRA COTRIN / JAUMIR RODRIGUES DA SILVA /JAUMIR RODRIGUES DA ILVA / LEVINA PEREIRA CALADO NOVAES 11-JOSÉ CARLOS CONCEIÇÃO RODRIGUES / JOÃO REBOUÇAS / FRÚVIA DA SILVA OLIVEIRA ANDRADE / EXPEDITA FILOMENA DA CONCEIÇÃO CRUZ / MARIA JUSCELENE SILVA FREITAS 12-CAMILA BARRETO / LEONARDO SILVA PAZ / ANA APARECIDA R. GUIMARÃES / JANIRA GONÇALVES DA SILVA / ELCIO ROSA DOS SANTOS/ ELCIO ROSA DOS SANTOS 13-VALDELICE BENÍCIA DE JESUS/JACIARA PEREIRA MENDES 14-ANA MARIA MACIEL PASSOS / CLARINDO ALCANTARA DE SANTANA / ADRIANA SILVA SANTOS AMORIM / ANTONIO CRISOSTOMO DO BOMFIM 15-MARIA ALBA TANNER / NILTON SOARES DE ALBERGARIA/ MEDRADO/ MARIA BERNADETE VIVAS / LUIZ ALBERTO DE ALMEIDA / VERÔNICA DE MELO SANTOS LOPES / IRACI BARBOSA DA SILVA / MARLENE NUNES DE OLIVEIRA / LUSINEIDE ALVES DE JESUS / LUSIMEIRE ALVES DE JESUS 16-MARIA JOSÉ DA SILVA SANTOS /DEJACI BARBOSA/CORNELHO VEDES C. DA SILVA 17-EDSON RAMOS VIEIRA / FERNANDO FERNANDES PARRACHO / ELVIRA PEREIRA MAGALHÃES 18-ANTÔNIO CARLOS CONCEIÇÃO RODRIGUES /ANTÔNIO CARLOS FERNANDES CAMPOS / MARLÚCIA CAMPOS / DOMINGAS ARAUJO DOS SANTOS 19-ANDRÉA DE ALMEIDA MAGALHÃES/ IDELFONSO DOS SANTOS/ JORGE CONCEIÇÃO S. SANTOS / ANTÔNIO CARLOS MENDONÇA DA COSTA / ELIANA PEREIRA DA SILVA / LUANA RIBEIRO ANDRADE 20-DEMAR JOSÉ DE QUEIROZ / VALDETE OLIVEIRA SILVA DOS SANTOS / Desejamos a vocês, queridos aniversariantes, tudo de bom e que nosso Pai Celestial lhes abençoe!!

4 4 A MELHOR DEFINIÇÃO DE SAUDADE Recebi esse belo artigo do Dr. Rogério Brandão, Médico oncologista. Vale a pena ler até o fim. “Como médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuação profissional (...) posso afirmar que cresci e modifiquei-me com os dramas vivenciados pelos meus pacientes... Não conhecemos nossa verdadeira dimensão até que, pegos pela adversidade, descobrimos que somos capazes de ir muito mais além... Recordo-me com emoção do Hospital do Câncer de Pernambuco, onde dei meus primeiros passos como profissional... Comecei a frequentar a enfermaria infantil e apaixonei-me pela oncopediatria. Vivenciei os dramas dos meus pacientes, crianças vítimas inocentes do câncer. Com o nascimento da minha primeira filha, comecei a me acovardar ao ver o sofrimento das crianças. Até o dia em que um anjo passou por mim! Meu anjo veio na forma de uma criança já com 11 anos, calejada por dois longos anos de tratamentos diversos, manipulações, injeções e todos os desconfortos trazidos pelos programas de químicos e radioterapias. Mas nunca vi o pequeno anjo fraquejar. Vi-a chorar muitas vezes; também vi medo em seus olhinhos; porém, isso é humano! Um dia, cheguei ao hospital cedinho e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. A resposta que recebi, ainda hoje, não consigo contar sem vivenciar profunda emoção. - Tio, - disse-me ela - às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores... Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade. Mas, eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida! Indaguei: - E o que a morte representa para você, minha querida? - Olha tio, quando a gente é pequena, às vezes, vamos dormir na cama do nosso pai e, no outro dia, acordamos em nossa própria cama, não é? (Lembrei das minhas filhas, na época crianças de 6 e 2 anos, com elas, eu procedia exatamente assim.) - É isso mesmo. - Um dia eu vou dormir e o meu Pai vem me buscar. Vou acordar na casa Dele, na minha vida verdadeira! Fiquei "entupigaitado", não sabia o que dizer. Chocado com a maturidade com que o sofrimento acelerou, a visão e a espiritualidade daquela criança. - E minha mãe vai ficar com saudades — emendou ela. Emocionado, contendo uma lágrima e um soluço, perguntei: - E o que saudade significa para você, minha querida? - Saudade é o amor que fica! Hoje, aos 53 anos de idade, desafio qualquer um a dar uma definição melhor, mais direta e simples para a palavra saudade: é o amor que fica! Meu anjinho já se foi, há longos anos. Mas, deixou-me uma grande lição que ajudou a melhorar a minha vida, a tentar ser mais humano e carinhoso com meus doentes, a repensar meus valores. Quando a noite chega, se o céu está limpo e vejo uma estrela, chamo pelo "meu anjo", que brilha e resplandece no céu. Imagino ser ela uma fulgurante estrela em sua nova e eterna casa. Obrigado anjinho, pela vida bonita que teve, pelas lições que me ensinaste, pela ajuda que me deste. Que bom que existe saudade! O amor que ficou é eterno".

5 5 BEM-AVENTURADA DULCE DOS POBRES A Bem-Aventurada Dulce dos Pobres, nasceu em 26 de maio de 1914, o que quer dizer, já se passaram 100 anos. Nasceu aqui em Salvador e aqui teve uma importante atuação na área de apoio aos necessitados. Ingressou na Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição em Em 1936 inicia o atendimento aos pobres e sofredores. Em 1958 funda a “ASSOCIAÇÃO OBRAS SOCIAIS IRMÃ DULCE”. Em 1988 foi indicada para o Premio Nobel da Paz. No dia 13 de março de 1992,após 16 meses de sofrimento entrega sua alma ao Pai. Hoje sua obra é um serviço de apoio extraordinário aos que necessitam. Lá tudo é abençoado por Deus e também, todos aqueles que participam colaborando! Quando criança, conheci Irmã Dulce, ela tinha um irmão que morava na mesma rua que minha família e eu brincava com os sobrinhos dela. O tempo passou e eu, adulto, por muito tempo colaborei com sua obra doando o que chamava de Imposto de Caridade. Era um percentual de tudo que minha empresa faturava. Mandava um portador levar, anonimamente, a doação. Certa vez, resolvi levar pessoalmente e enorme foi minha emoção, quando Ela mesma me recebeu! Foi um dia inesquecível em minha vida e isso lembro até hoje. O por quê estar colocando isso aqui ? Para agradecê-la, por toda a força que ainda hoje, me ajuda a seguir os ensinamentos do nosso Pai Celeste : “AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMO” Segue uma oração para que façamos sempre que em nosso pensamento passar a vontade em ajudar alguém! Senhor nosso Deus. Recordando a vossa Serva Dulce Lopes Pontes,ardente de amor por vos e pelos irmãos,nos Vos agradecemos pelo seu serviço a favor dos pobres e excluídos. Renovai-nos na fé e na caridade e concedei-nos a seu exemplo, vivermos a comunhão com simplicidade e humildade,guiados pela doçura do Espírito de Cristo bendito nos séculos dos séculos. Amem Aproveitando ainda o espaço, queremos pedir aos amados leitores que orem pela ASGAP e peçamos ao Senhor para que seus trabalhos sejam sempre abençoados e que nossa Bem Aventurada Dulce dos Pobres, interceda, trazendo para a ASGAP, as luzes que iluminarão todas suas ações e o caminho dos que cooperam com seu trabalho. “AJUDE A ASGAP A AJUDAR”

6 6 Esse evento é muito importante para ajudar a ASGAP. Sua participação será muito bem vinda e teremos enorme prazer em recebê-lo. Está sendo organizado por um “Grupo de Abnegados”, que se empenham bastante para que o sucesso seja alcançado. Citar nomes aqui agora não cabe, já que os que o fazem, fazem no sentido de ajudar! Queremos só agradecer e rogar ao Bom Deus para que os abençoe e permita que outros Eventos possam acontecer. Vamos continuar “AJUDANDO A ASGAP A AJUDAR” ******************************** Aproveitando o espaço, informamos que alugamos MATERIAL P/EVENTOS : TOALHAS, COPOS, PRATOS p/ALMOÇO, de SOBREMESAS E TALHERES. Caso tenha interesse basta ligar para / ******************************** MEDITANDO SOBRE AS PALAVRAS DE JESUS CRISTO Passados mais de dois mil anos, as palavras do Mestre continuam tão atuais como outrora. Muitos de nós ainda têm o hábito de responsabilizar o mundo externo por grande parte do que acontece de errado, consigo ou com outros, sem parar para analisar as reais causas. Julgamos os conflitos armados sob a ótica que nos parece mais adequada, tomando este ou aquele partido. No entanto, quase nunca paramos para pensar que o mesmo ódio, a mesma ganância, o mesmo ressentimento que originou esse conflito, muitas vezes vive em nós, com diferentes causas e conseqüências, mas com a mesma paixão. Falamos sobre a violência urbana, e sempre temos uma solução para ela. Mas esquecemos que nossa indiferença gera a necessidade, e até o ódio daquele que rouba. Falamos sobre a corrupção, como se ela fosse exclusiva daqueles que detêm o poder. Mas esquecemos que a ambição desmedida que a gera, muitas vezes vive dentro de nós, mesmo que em menores proporções. Comentamos sobre famílias desfeitas por egoísmo, e achamos que o nosso próprio egoísmo é justificável pois, afinal, temos as nossas necessidades. Adiamos, quase sempre, o início de um trabalho voluntário, com a desculpa de não termos tempo, e nos esquecemos de desenvolver em nós a caridade, a fraternidade, a compaixão, o real amor ao próximo. Nossos piores inimigos estão em nós mesmos, como disse Jesus, e já é tempo de os reconhecermos. Somente assim poderemos travar nossa batalha pessoal contra eles, na qual a principal arma é o amor. Reflitamos amados leitores e busquemos maneiras de nos prepararmos para seguir as palavras de Jesus Cristo.


Carregar ppt "EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google