A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 FUP – Federação Única dos Petroleiros www.fup.org.br www.presal.org.br DESAFIOS DO BRASIL APÓS AS DESCOBERTAS DO PRÉ-SAL Filiada à

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 FUP – Federação Única dos Petroleiros www.fup.org.br www.presal.org.br DESAFIOS DO BRASIL APÓS AS DESCOBERTAS DO PRÉ-SAL Filiada à"— Transcrição da apresentação:

1 1 FUP – Federação Única dos Petroleiros DESAFIOS DO BRASIL APÓS AS DESCOBERTAS DO PRÉ-SAL Filiada à

2 2 DIEESE - FUP O Que é o Pré Sal – Extensão, Localização e Desafios da Descoberta ۩ ۩

3 3 FUP – Federação Única dos Petroleiros O Que é o Pré Sal – Impacto nas nossas reservas O tamanho da descoberta – de 80 a 200 bilhões de BOE O tamanho da descoberta – de 80 a 200 bilhões de BOE Petróleo Produzido no Brasil mais reservas atuais: 22 bilhões de BOEs total de petróleo produzido pela BR de 1953 a 2008 = 10,75 bilhões de barris de petróleo total de petróleo produzido pela BR de 1953 a 2008 = 10,75 bilhões de barris de petróleo reservas atuais da Petrobras – 11,2 bilhões reservas atuais da Petrobras – 11,2 bilhões Quando confirmadas, país passa a ser o 5º ou 2º país do mundo em termos de reservas de petróleo, implicando em um aumento de 6% a 14% nas reservas mundiais

4 4 FUP – Federação Única dos Petroleiros O Que é o Pré Sal – Valor Econômico da Descoberta A US$ 70/barril a riqueza estimada pré-sal varia entre 5,6 e 14 trilhões de dólares PIB Brasil 2008 = 1,5 trilhão de dólares PIB Brasil 2008 = 1,5 trilhão de dólares Investimentos necessários estimados para explorar este petróleo nos próximos 30 anos = US$ 600 bilhões Petrobras vai investir US$ 25 bilhões no pré-sal nos próximos 5 anos, esperando produzir 1,8 milhões de BOEs/dia ao final do período, na área do pré-sal Petrobras vai investir US$ 25 bilhões no pré-sal nos próximos 5 anos, esperando produzir 1,8 milhões de BOEs/dia ao final do período, na área do pré-sal Pré-sal é a maior descoberta de petróleo dos últimos 30 anos. Pré-sal é a maior descoberta de petróleo dos últimos 30 anos.

5 5 FUP – Federação Única dos Petroleiros O que É o Pre-sal – Valor Geopolítico da Descoberta

6 6 FUP – Federação Única dos Petroleiros Fonte: mme.gov.br Matriz Energética – Brasil e Mundial Porque o Pré-sal é importante Brasil Mundo Energias Renováveis 45,1%12,9% Biomassa Biomassa31,1%10,1% Hidráulica Hidráulica14%2,2% Energias Não Renováveis 54,9%87,1 Petróleo e Gás Natural Petróleo e Gás Natural47,954,9% Carvão Mineral Carvão Mineral5,6%26% Nuclear Nuclear1,5%6,2%

7 7 FUP – Federação Única dos Petroleiros

8 8

9 9

10 10 Consumo de Energia Per-Capta PaísConsumo de Energia (1)% Consumo MundialPopulaçãoConsumo Per-Capta (1)Maiores Consumidores Per-Capta EUA , ,562º China , ,5118º Russia , ,876º Japão , ,998º India , ,3821º Canada , ,931º Alemanha , ,789º França , ,037º Corea do Sul , ,965º Brasil , ,1619º Inglaterra , ,4711º Irã , ,9213º Italia , ,0412º Arábia Saudita , ,203º México , ,5517º Espanha , ,5510º Ucránia , ,8614º Africa do Sul , ,7115º Indonésia , ,5220º Austrália , ,633º Tailandia , ,7116º (1) Toneladas de óleo equivalente Fonte: BP

11 11 FUP – Federação Única dos Petroleiros Indústria do Petróleo no Século 20 2 fases distintas Controle Privado das Reservas – Primórdios da Indústria até o início dos anos 70 Controle Privado das Reservas – Primórdios da Indústria até o início dos anos 70 Cartel das 7 irmãs – Grandes multinacionais do setor – controle de 85% das reservas mundiais Controle Estatal das reservas – meados dos anos 70 em diante Controle Estatal das reservas – meados dos anos 70 em diante 2 exemplos interesantes: Majnoon e Unocal Situação Atual – Estados nacionais controlam 83% das reservas mundiais de petróleo por meio de empresas públicas ou estatais. Sem considerar as reservas partilhadas.

12 12 O Caso Majnoon Localização: Próximo á cidade de Basra, ao sul do Iraque, no dela do Rio Tigre e Eufrates Origem da exploração: Acordo Comercial entre Brasil e Iraque, em 1971 Data da descoberta: 1977 Tamanho da descoberta: campo com 7 bilhões de barris de petróleo Operadora: Braspetro/Petrobras Estimativa para o início da produção: 1982 Desfecho: O contrato de manjnoon foi revogado, em dezembro de 1979, por iniciativa do governo do Iraque Segundo o Itamaraty: A restituição [ao governo iraquiano] da posse integral das jasidas de Manjnoon havia sido feita em virtude de um gesto de boa vontade do governo brasileiro, atendendo a uma solicitação do governo iraquiano Em troca do campo de manjnoon ficou estabelecida a garantia de um fornecimento adicional de, no mínimo, 160 mil barris de petróleo/dia por 13 anos, uma ideniozação de US$ 180 milhões e promessa de maior abertura do mercado iraquiano aos produtos brasilerios. O caso Unocal Unocal: 9 Companhia petrolífera norte-americana em termos de reservas Histórico: Proposta de compra feita pela China Nacional Offshore Oil Company (CNOOC) para compra da compra da petroleira norte-americana Union Oil Company of California (Unocal). Valor da proposta: US$ 18,5 bilhões A investida da companhia chinesa foi considerada como caso de segurança nacional por parlamentares norte-americanos, que chegaram a exigir intervenção governamental para a paralisação do processo. A oposição de deputados e senadores americanos e os atrasos decorrentes de exigências regulatórias Inviabilizaram o negócio Desfecho: A Unocal foi comprada pela Chevron por US$ 17,5 bilhões, US$ 1 bilhão a menos que o proposto pela CNOOC

13 13

14 14

15 15 FUP – Federação Única dos Petroleiros Principais Questões da Evolução Institucional Lei 2004/53 - Inicio dos anos 50 país adota uma legislação moderna, imputando ao Estado o monopólio da exploração, desenvolvimento, produção e refino de petróleo em todo o território Nacional, por meio de uma empresa Estatal – Petróleo do Brasil – Petrobrás. Lei 2004/53 - Inicio dos anos 50 país adota uma legislação moderna, imputando ao Estado o monopólio da exploração, desenvolvimento, produção e refino de petróleo em todo o território Nacional, por meio de uma empresa Estatal – Petróleo do Brasil – Petrobrás. Fim do monopólio da Petrobras – 1995 é aprovada a Emenda Constitucional nº 9 que acaba com a exclusividade da Petrobras Fim do monopólio da Petrobras – 1995 é aprovada a Emenda Constitucional nº 9 que acaba com a exclusividade da Petrobras Lei 9.478/97 – País flexibiliza a legislação do petróleo, promovendo uma ampla desregulamentação do setor. ۩ Lei 9.478/97 – País flexibiliza a legislação do petróleo, promovendo uma ampla desregulamentação do setor. ۩ ۩ ۩ Lei 9.478/97 adota o Sistema de Concessões por meio de leilões para exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural no Brasil, entregando nossas reservas para as empresas vencedoras dos leilões ۩ ۩ Processo de flexibilização é observado na grande maioria dos países Latinos, na contra-mão do observado nas demais regiões da terra. Processo de flexibilização é observado na grande maioria dos países Latinos, na contra-mão do observado nas demais regiões da terra.

16 16 Principais Pontos da Lei nº 9.478/97 Criação do Conselho Nacional de Política Energética – Art. 2º Criação da Agencia Nacional de Petróleo e Gás Natural – ANP – Art. 7º Regulamentação do fim do monopólio em E&P - Adoção do Sistema de Concessão Blocos para exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural, por meio de Leilões realizados pela ANP – Art. 5º e Art. 23º Concede ao concessionário a posse de todo o hidrocarboneto encontrado no bloco concedido. Art. 26º Permitida a transferência do contrato de concessão. Art. 29º Definição das Participações Governamentais – Arts. 45ºa 52º Regulamentação do fim do Monopólio do Refino – Art. 53º Regulamentação do fim do monopólio de transporte de petróleo e gás natural – Art. 56º Obrigatoriedade de separação da Logística – Criação da Transpetro – Art. 65 Adoção do sistema licitatório simplificado para a Petrobras – Art. 67º

17 17 Dieese SS FUP O Processo de Estatização das Reservas

18 18 Principais Características dos Regimes Contratuais de E&P nos Países Produtores de Hidrocarbonetos ConcessãoPartilhaServiços O Estado ou a autoridade competente concede direitos exclusivos de E&P de uma área contratada à uma companhia petrolífera. A companhia petrolífera detém toda a produção. A companhia petrolífera detém toda a produção. O Estado pode estabelecer requisitos mínimos de abastecimento interno. O Estado pode estabelecer requisitos mínimos de abastecimento interno. O Estado não contribui com qualquer capital no projeto. O Estado não contribui com qualquer capital no projeto. O fluxo de caixa do estado advém do pagamento de impostos e royalties. O fluxo de caixa do estado advém do pagamento de impostos e royalties. O Estado celebra com uma companhia petrolífera um Contrato de Partilha de Produção, onde a companhia, atuando como contratante, financia por sua conta e risco a exploração e o Desenvolvimento da área contratada. Se bem sucedido a companhia petrolífera recuperará seus custos e obterá seu lucro através do recebimento de uma parcela da produção. Se bem sucedido a companhia petrolífera recuperará seus custos e obterá seu lucro através do recebimento de uma parcela da produção. Os custos são recuperados a partir do Petróleo de Custo, que em geral representa uma parcela fixa Os custos são recuperados a partir do Petróleo de Custo, que em geral representa uma parcela fixa da produção. A parcela da produção líquida do Petróleo de Custo é chamada Petróleo de Lucro. A parcela da produção líquida do Petróleo de Custo é chamada Petróleo de Lucro. O Petróleo de Lucro é dividido entre o Estado e a companhia petrolífera ou em proporção fixa ou em O Petróleo de Lucro é dividido entre o Estado e a companhia petrolífera ou em proporção fixa ou em proporção variável baseada no volume e no preço do petróleo cru. A companhia petrolífera paga todos os custos de exploração e desenvolvimento. A companhia petrolífera recebe por estas despesas através de um desconto na compra do petróleo cru, pagamento em dinheiro ou uma parcela da produção. A companhia petrolífera recebe por estas despesas através de um desconto na compra do petróleo cru, pagamento em dinheiro ou uma parcela da produção. O Estado se apropria de toda a produção, embora deva ser garantida à empresa O Estado se apropria de toda a produção, embora deva ser garantida à empresa operadora uma remuneração em função da prestação do serviço. Brasil, EUA, Emirados Árabes e Canadá China, Rússia, Angola, Colômbia, indonésia, Omã, Casaquistão, Nigéria e Índia. Venezuela, o Irã, o Kuwait e a Algéria

19 19 FUP – Federação Única dos Petroleiros Impactos da na Petrobras: A onda liberalizante Redução de 40% no efetivo Redução de 40% no efetivo Desmembramento da logística de transporte – Criação da Transpetro Desmembramento da logística de transporte – Criação da Transpetro Redução paulatina dos investimentos em exploração, com concentração das atividades na Bacia de Campos Redução paulatina dos investimentos em exploração, com concentração das atividades na Bacia de Campos Inicio do processo de privatização do parque de refino Inicio do processo de privatização do parque de refino O papel trágico dos grandes acidentes do início dos anos 2000 (Baia da Guanabara, Rio Iguaçu e P36) O papel trágico dos grandes acidentes do início dos anos 2000 (Baia da Guanabara, Rio Iguaçu e P36) Sentimento de empresa pequena, sem futuro. Sentimento de empresa pequena, sem futuro.

20 20

21 21 FUP – Federação Única dos Petroleiros A reconstrução da Petrobras pós 2003 Recomposição do efetivo Recomposição do efetivo Fim da estratégia de privatização do refino Fim da estratégia de privatização do refino Início do período das grandes descobertas: Início do período das grandes descobertas: Distribuição das sondas de exploração em outras bacias: ES ES Santos Santos Sergipe/Alagoas Sergipe/Alagoas Retomada dos investimentos em exploração – somente no primeiro posso do pré-sal foram investidos US$ 260 milhões. A consolidação da grande empresa A consolidação da grande empresa Quarta maior empresa das Américas Quarta empresa mais admirada do mundo

22 22

23 23

24 24 Campos descobertos até 1984 Campos descobertos Campos descobertos em Descobertas realizadas em 2003/2004 BS-500 Gás e óleo leve BC-20 ESS-130 (Óleo Leve) Bacia de Santos: 2,5 bilhões de boe. Descoberta de gás e óleo leve Litoral do Espírito Santo. 1 bilhão de barris de óleo leve e 3 bilhões de barris de óleo pesado Novas Províncias Petrolíferas Campos descobertos em 2003 (Óleo Leve) Gás

25 25

26 26 FUP – Federação Única dos Petroleiros Filiada à Setor do Petróleo no Brasil Em 1997 Risco Exploratório Alto Potencial de descoberta de Petróleo Campos de tamanho médio Capacidade de financiamento Baixa Preço do Petróleo <17 US$/bbl

27 27 FUP – Federação Única dos Petroleiros Resumo das Rodadas de Licitações da ANP 9 Rodadas de Licitação – Sendo que uma delas - 8º - esta suspensa por decisão da Justiça. 9 Rodadas de Licitação – Sendo que uma delas - 8º - esta suspensa por decisão da Justiça. 691 blocos vendidos 691 blocos vendidos Arrecadação total de R$ 5,4 bilhões Arrecadação total de R$ 5,4 bilhões Média de R$ 7,8 milhões por bloco Média de R$ 7,8 milhões por bloco Na área do pré-sal os principais números são:

28 28

29 29 Números de Tupi e Jupiter Campo Menor Estimativa de Barris Valor com o Barril a US$ 70 Custo/barril estimado em US$ 30 Lucro Líquido estimado Valor pago no leilão Tupi 5 bilhões de boes US$ 350 bilhões US$ 150 bilhões US$ 200 bilhões US$ 7,4 milhões Jupiter 3 bilhões de boes US$ 210 bilhões US$ 90 bilhões US$ 120 bilhões US$ 163 mil Números de TupiConsórcio Investimento na Aquisição do Bloco Lucro com a Exploração Petrobras – 65% US$ 4,9 milhões US$ 97,5 bilhões US$ 97,5 bilhões BG - 25% US$ 1,9 milhões US$ 37,5 bilhões US$ 37,5 bilhões Petrogal – 10% US$ 0,8 milhões US$ 15 bilhões US$ 15 bilhões Taxa de Cambio estimada em R$ 2,00 Números de JupiterConsórcio Investimento na Aquisição do Bloco Lucro com a Exploração Petrobras – 65% US$ 4,9 milhões US$ 97,5 bilhões US$ 97,5 bilhões Taxa de Cambio estimada em R$ 2,00

30 30 FUP – Federação Única dos Petroleiros Filiada à Setor do Petróleo no Brasil Em (Pré Sal) Risco Exploratório Baixo Potencial de descoberta de Petróleo Grandes Campos Capacidade de financiamento Alta Preço do Petróleo >70 US$/bbl

31 31 FUP – Federação Única dos Petroleiros Filiada à Questões Estratégicas que a Sociedade Brasileira vai ter que decidir: Qual será o modelo de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural no Brasil? Qual será o modelo de exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural no Brasil? Quem vai controlar as gigantescas reservas de petróleo do país? Quem vai controlar as gigantescas reservas de petróleo do país? Como o Estado brasileiro vai utilizar os trilhões de dólares originários da exploração das gigantescas reservas de petróleo e gás natural dos campos do pré- sal? Como o Estado brasileiro vai utilizar os trilhões de dólares originários da exploração das gigantescas reservas de petróleo e gás natural dos campos do pré- sal?

32 32 Nova Lei do Petróleo P rojeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP Fundo Social Soberano Rendimentos do petróleo em favor da população Rendimentos do petróleo em favor da população Importância da destinação dos rendimentos ser fixada em Lei Importância da destinação dos rendimentos ser fixada em Lei Controle Social Controle Social Monopólio Estatal do Petróleo Opções estratégicas das nações periféricas Opções estratégicas das nações periféricas A quebra do monopólio foi contra-factual A quebra do monopólio foi contra-factual Cancelar os leilões do pré-sal Cancelar os leilões do pré-sal A Petrobrás Pública Afirmação da presença do Estado Afirmação da presença do Estado Petrobrás sob controle da administração pública Petrobrás sob controle da administração pública A ANP e a fiscalização A ANP e a fiscalização

33 33 Nova Lei do Petróleo Projeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP Fundo Social Soberano Fundo Social Soberano Rendimentos do petróleo em favor da população Rendimentos do petróleo em favor da população A mera afirmação da soberania nacional sobre os rendimentos do petróleo e do gás natural não implica em benefícios à população, como demonstra a história dessa indústria na Arábia Saudita, Nigéria, e em um sem número de demais países produtores. Importância da destinação dos rendimentos ser fixada em Lei Importância da destinação dos rendimentos ser fixada em Lei Deve-se especificar que o excedente ao custo e aos investimentos e re-investimentos necessários (incluída a pesquisa e desenvolvimento de fontes limpas e renováveis de energia) será dirigido para os verdadeiros gargalos do desenvolvimento brasileiro: saúde, educação, previdência, moradia e reforma agrária. Deve-se especificar que o excedente ao custo e aos investimentos e re-investimentos necessários (incluída a pesquisa e desenvolvimento de fontes limpas e renováveis de energia) será dirigido para os verdadeiros gargalos do desenvolvimento brasileiro: saúde, educação, previdência, moradia e reforma agrária. Controle Social Controle Social A gestão desse fundo deve ter participação da sociedade civil e controle público, e se deve impedir que as verbas sejam contingenciadas ou desvinculadas de sua finalidade.

34 34 Nova Lei do Petróleo Projeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP Fundo Social Soberano – Artigos: Fundo Social Soberano – Artigos: Art. 20. Garante o custeio das atividades econômicas de exploração e produção, o investimento e o re-investimento necessários, inclusive para a pesquisa e desenvolvimento de fontes de energia renováveis e limpas, e destina o excedente, a ser gerido pelo FSS, à saúde, previdência e educação públicas, a projetos de habitação popular e para a realização da reforma agrária. Parágrafo 1 o – O FSS regulamentado por Decreto. Parágrafo 2 o – Reserva da receita auferida pelo FSS 5% para medidas de minimização do impacto ambiental dessa indústria. Parágrafo 3 o – As receitas com destinação social são complementares aos respectivos orçamentos da saúde, da previdência social, da educação pública, da habitação popular e da reforma agrária, e não são passíveis de desvinculação. Parágrafo 4 o – O FSS será administrado por um Conselho Gestor, com representação da sociedade civil. Parágrafo 5º - A União poderá emitir títulos do FSS, porém apenas para captar recursos para tais áreas sociais e a indústria do petróleo e do gás natural.

35 35 Nova Lei do Petróleo P rojeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP Monopólio Estatal do Petróleo Opção estratégica das nações periféricas Opção estratégica das nações periféricas A apreensão dos recursos naturais estratégicos dos países periféricos pelos países centrais é um determinante que inibe o potencial de concorrência das economias periféricas. Relatório estratégico do governo dos EUA, de 2009, reafirma essa constatação e nela situa uma das principais ameaças à manutenção de sua hegemonia. A quebra do monopólio foi contra-factual A quebra do monopólio foi contra-factual As justificativas da quebra do monopólio estatal (EC 9/1995), foram a perda do caráter estratégico do petróleo e a necessidade de instituir concorrência no setor. Contra o monopólio argumentou-se nas décadas de 1950 e de 1960, nos choques do petróleo de 1973 e de 1979, nas opções pela Bacia de Campos, pelas águas profundas, e agora, pelo pré-sal, que não detínhamos nem o capital nem a tecnologia suficientes. O petróleo é hoje ainda mais claramente estratégico do que em 1995, e jamais houve, e nem se vislumbra que venha a existir, concorrência nessa indústria. Já a Petrobrás detém tecnologia e recursos que nenhuma outra empresa de petróleo do Planeta possui, para a exploração do Pré-Sal. A opção dos países produtores de petróleo e gás natural é afirmar a soberania sobre os recursos via monopólio estatal, ou submeter-se ao oligopólio privado do setor. Cancelar os leilões do pré-sal Cancelar os leilões do pré-sal Mais de 40% da área do pré-sal já foram entregues e os concessionários dizem estar autorizados a perfurar e explorar o petróleo do pré-sal, mas: a) A descoberta das jazidas do pré-sal alterou o equilíbrio dos contratos de concessão, justificando que sejam rescindidos; b) Não se trata de um contrato civil, mas de um contrato administrativo, subordinado aos interesses públicos, o que é internacionalmente reconhecido em termos de contratos de petróleo e de gás natural.

36 36 Nova Lei do Petróleo Projeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP Monopólio Estatal do Petróleo – Artigos: Art. 4º - Reafirma as atividades como monopólio da União, inclusive quanto a dados técnicos e resultados de pesquisas (Art. 19). Art Petrobrás executora única do monopólio. Art. 21, § 1º - Sob diretrizes do CNPE, e em cumprimento do Plano Anual de Estoques Estratégicos de Combustíveis. Art. 24 – Rescinde os contratos de concessão estabelecidos a partir da Lei 9.478/97. Art. 24, § 1º - Prevê a indenização de eventuais investimentos, no prazo de um ano.

37 37 Nova Lei do Petróleo Projeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP A Petrobrás Pública A Petrobrás Pública Afirmação da presença do Estado Afirmação da presença do Estado O Estado meramente regulador foi o grande responsável pelas crises de 1929 e de A intervenção estatal nos setores estratégicos não se realiza por agências reguladores – as quais são historicamente capturadas pelos interesses do mercado – e nem por meras licitações e concessões. Sem a intervenção estatal, e mantido o atual modelo na exploração do Pré- Sal, o Brasil será mero exportador de matéria prima. Petrobrás sob controle da administração pública Petrobrás sob controle da administração pública O monopólio somente existe se o Estado for o executante das atividades, assim exercendo controle de fato sobre as mesmas. Mas, para tal, torna-se necessária uma Petrobrás submetida à administração pública, e não aos caprichos da Bolsa, e submetida a forte controle público. A ANP e a fiscalização A ANP e a fiscalização As agências não têm legitimidade política alguma para a tomada de decisões que lhes atribui a legislação atual. A ANP ainda pode ser útil ao Brasil exercendo papel fiscalizador das atividades da indústria do petróleo e do gás natural, sobretudo na distribuição, onde têm proliferado fraudes desde sua criação, pois torna-se inoperante com a enorme gama de atribuições atual.

38 38 Nova Lei do Petróleo Projeto da Federação Única dos Petroleiros - FUP A Petrobrás Pública – Artigos: A Petrobrás Pública – Artigos: Art. 21 – Transforma a sociedade de economia mista em empresa pública integrante da Administração Indireta e única executora do monopólio estatal. Art 21, § 1º - Subordina suas atividades às diretrizes do CNPE, e ao cumprimento do Plano Anual de Estoques Estratégicos de Combustíveis. Art. 23 – Estabelece a quarentena de um ano, perante o mercado, para diretores e gerentes executivos da Petrobrás, mesmo nas atividades de prestação de serviços e consultorias técnicas. Art. 26 – Em todas as relações obrigacionais, legais e contratuais a empresa pública é sucessora da estatal Petróleo Brasileiro S/A – Petrobrás. Art. 26, § 1º - A União tem o prazo de um ano para realizar a transformação. Art. 26, § 2º - Como única executante do monopólio estatal, serão reincorporadas à Petrobrás a estatal Petrobrás Transportes S/A - Transpetro, e a Refinaria Alberto Pasqualini – Refap S/A, assim como será incorporada a Refinaria de Petróleo Riograndense S/A, localizada na cidade de Rio Grande (RS).

39 39 FUP – Federação Única dos Petroleiros Muito Obrigado Filiada à


Carregar ppt "1 FUP – Federação Única dos Petroleiros www.fup.org.br www.presal.org.br DESAFIOS DO BRASIL APÓS AS DESCOBERTAS DO PRÉ-SAL Filiada à"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google