A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Regência Verbal Há verbos, na língua portuguesa, que exigem a presença de outros termos na oração a que pertencem. Quando um verbo exige a presença de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Regência Verbal Há verbos, na língua portuguesa, que exigem a presença de outros termos na oração a que pertencem. Quando um verbo exige a presença de."— Transcrição da apresentação:

1 Regência Verbal Há verbos, na língua portuguesa, que exigem a presença de outros termos na oração a que pertencem. Quando um verbo exige a presença de outro termo na oração, ele se chama REGENTE e a palavra que completa a sua significação chama-se REGIDO. EX: O homem lustrava o seu carro novo. (regente) (regido)

2 Regência Verbal A essa maneira como o verbo (termo regente) se relaciona com os seus complementos (termos regidos) damos o nome de REGÊNCIA VERBAL. Há verbos que admitem mais de uma regência sem que o sentido seja alterado. Há outros verbos, porém, que, mudando-se a regência, mudam de significado.

3 Regência Verbal Vejamos alguns exemplos...

4 Regência Verbal VERBO: agradar Fazer carinho (sem preposição) A mãe agradava o filho. Satisfazer (preposição A) O filme agradou a todos.

5 Regência Verbal VERBO: aspirar Cheirar (sem preposição) A menina aspirou o perfume das flores. Desejar (preposição A) O homem aspirava a um cargo melhor.

6 Regência Verbal VERBO: assistir Dar assistência (sem preposição) O médico assistiu o doente. Ver (preposição A) Assisti a um bom filme. Morar (preposição EM) Aquele homem assiste em São Paulo.

7 Regência Verbal VERBO: importar Fazer vir de outro país (sem preposição) Importamos muitos computadores. Exigir (sem preposição) A reforma importa alguns gastos. Dar importância (pronominal + preposição COM) Ele não se importa com nada.

8 Regência Verbal VERBO: obedecer (desobedecer) Sujeitar-se (preposição A) Ele não obedeceu ao regulamento.

9 Regência Verbal VERBO: querer Desejar (sem preposição) Eu quero sorvete. Amar (preposição A) A mãe quer bem ao filho.

10 Regência Verbal VERBO: simpatizar (antipatizar) Ter afeição (preposição COM) Eu simpatizei com o menino.

11 Regência Verbal VERBO: visar Visar (preposição A) O comerciante visa ao lucro. Assinar (sem preposição) O gerente do banco visou o cheque. Mirar (sem preposição) O atirador visou o alvo e errou.

12 Regência Verbal VERBO: implicar Demonstrar antipatia (preposição COM) Ele implica com os outros. Exigir (sem preposição) O trabalho implica soluções rápidas.

13 Regência Verbal VERBO: namorar Cortejar (sem preposição) João namora Maria.

14 Regência Verbal VERBO: esquecer/lembrar VTD (sem preposição) O rapaz esqueceu o seu boné. VTI + pronominal (preposição DE) O rapaz esqueceu-se do seu boné.

15 Regência Verbal VERBO: pagar Alguma coisa (sem preposição) Pagou a dívida. A alguém (preposição A) Pagou ao amigo.

16 Regência Verbal VERBO: chegar Atingir um local (preposição A) Chegamos à festa cedo demais.

17 Regência Verbal VERBO: ir Deslocar-se de um lugar para outro (preposição A) Vou à escola hoje.

18 Regência Verbal PREFERIR Prefiro estudar a trabalhar. Prefiro cinema a teatro.


Carregar ppt "Regência Verbal Há verbos, na língua portuguesa, que exigem a presença de outros termos na oração a que pertencem. Quando um verbo exige a presença de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google