A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Modelação OO0 Modelação funcional Modelo funcional - especifica como obter os resultados de uma computação, a partir dos valores de entrada, sem atender.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Modelação OO0 Modelação funcional Modelo funcional - especifica como obter os resultados de uma computação, a partir dos valores de entrada, sem atender."— Transcrição da apresentação:

1 Modelação OO0 Modelação funcional Modelo funcional - especifica como obter os resultados de uma computação, a partir dos valores de entrada, sem atender à ordem pela qual eles são calculados nem à estrutura dos dados. Especifica o significado das operaçõesdo modelo de objectos e das acções do modelo dinâmico. modelo de objectos modelo funcional modelo dinâmico compilador base de dados relógio despertador CAD 3D folha de cálculo manual do IRS

2 Modelação OO1 Diagramas de fluxo de dados (DFD) DFD - grafo que mostra o fluxo de valores de dados desde as suas fontes, nos objectos, através dos processos que os transformam até aos destinos noutros objectos. qnão contém, em princípio, informação de controlo sobre o momento da execução ou escolhas entre caminhos alternativos qnem mostra a organização de valores em objectos qconstituído por processos - transformam os dados fluxos de dados - movem os dados actores - produzem ou consomem dados (activo) depósitos - onde se armazenam os dados (passivo)

3 Modelação OO2 Display gráfico expande em vectores clip dos vectores converte para pixels offset dos vectores nome do ícone localização lista de vectores da aplicação lista de vectores da janela lista de vectores do écrã operações em pixels tamanholocalização Janela Definições do ícone Buffer do écrã depósitoactor processo fluxo de dados

4 Modelação OO3 Processos qum DFD completo pode ser visto como um processo a um nível mais abstracto qrefinamento de um DFD até aos processos simples directamente implementáveis cada nível deve ter um grau de detalhe homogéneo diagrama que se refere a si próprio - computação recursiva qefeitos laterais se existirem depósitos ou objectos externos no diagrama qnão se especificam univocamente os resultados de um processo com efeitos laterais o modelo só indica os caminhos funcionais possíveis, não qual o percorrido qnotação elipse com o nome do processo arcos a chegar e a partir com os fluxos de dados (indicar papel ou tipo) qimplementação: métodos de operações em classes; objecto alvo pode ser um dos fluxos de entrada ou de saída ou implícito mostra ícone nome do ícone localização operações nos pixels

5 Modelação OO4 Fluxos de dados; actores qligam a saída de um objecto ou processo à entrada de outro processo ou objecto valores intermédios da computação na fronteira do diagrama: entradas e saídas qnotação seta - comunicar o dado seta bifurcada - distribuir o valor seta bifurcada com etiquetas - desagregação de componentes n taxa morada rua cidade zip qactores - objectos activos que produzem ou consomem valores, nas fronteiras do DFD qnotação: rectângulos (objectos)

6 Modelação OO5 Depósitos q(data store) objecto passivo dentro do diagrama, que guarda os dados para uso posterior não gera operações; só responde a pedidos para armazenar e aceder aos dados; pode fazê-lo com atraso, agregando informação estrutura efectiva do objecto descrita no modelo de objectos qnotação um par de linhas paralelas com o nome do depósito setas a entrar - modificam os dados (depósitos constantes não têm entradas) setas a sair - informação obtida no depósito selecciona custo item custo Lista de preços item custo a Lista de preços é constituída por pares item, custo no processo de selecção, o item não é uma entrada do depósito pois este não é modificado nesse processo a seta sem etiqueta significa que toda a lista de preços está disponível na selecção

7 Modelação OO6 Objectos como valores actores e depósitos são objectos ß comportamentos diferentes qfluxos de dados muitas vezes são valores puros; por vezes são objectos qextensão aos DFDs para poder ver um objecto quer como valor num fluxo quer como depósito: notação de triângulo vazado no fluxo selecção pedido Banco actualização contas balanço Conta nome Cliente cria conta nome, depósito Banco conta Conta número da conta Cliente dupla seta quer dizer alteração e consulta criação de conta (valor) guardada no depósito Banco uso da conta (objecto) como depósito

8 Modelação OO7 Fluxos de controlo Fluxo de controlo - valor Booleano que controla a avaliação de um processo. qinteressa para clarificar as dependências entre os dados não é uma entrada para o processo afectado é parte do modelo dinâmico (usar com parcimónia aqui) notação: linha ponteada do processo controlador (fluxo Booleano) para o controlado verificação valor actualização password registada balanço Conta password Cliente notas password OK

9 Modelação OO8 Operações qcada processo atómico nas folhas da árvore de composição de processos tem que ser implementado como uma operação numa classe qDFDs encarados como especificação das operações e não como código a implementar ipsis verbis (optimizações admitidas, desde que a funcionalidade seja respeitada) qformas de especificação das operações funções matemáticas tabelas de enumeração equações a especificar as saídas em termos das entrada pré- e pós-condições (definição axiomática, cálculo de predicados) tabelas de decisão pseudocódigo linguagem natural qelementos da especificação assinatura (número, ordem e tipo dos argumentos e resultados) -todos os métodos devem conformar-se à assinatura, expressa habitualmente no modelo de objectos para definir o padrão de herança transformação (só especificação externa, as alterações visíveis fora da operação) - indica-se o que a operação deve fazer logicamente, não como implementar

10 Modelação OO9 Categorias de operações qOperações de acesso - triviais; listar quais as públicas na fase de projecto qPerguntas - sem efeitos laterais; atributos derivados - perguntas sem parâmetros Acções - com efeitos laterais e sem duração não necessita de componente de controlo especificação pode ser indicada declarativamente na análise; algoritmo fornecido no projecto Actividades - com duração e com efeitos laterais só faz sentido para actores e corresponde a um diagrama de estados no modelo dinâmico Função: logaritmo Entradas: número real x Saídas: número real z Transformação: calcular o número y tal que e y = x Restrições: x > 0 Especificação de uma operação

11 Modelação OO10 Relação entre os modelos qponto de convergência dos três modelos: implementação dos métodos qmodelo funcional é um guia para os métodos qprocessos de nível alto operações em objectos complexos processos de nível inferior operações em objectos básicos qprocessos ligam os objectos através de funções qactores e depósitos objectos fluxos de dados desencadeiam operações controladas pelo modelo dinâmico qmodelo funcional - mostra as operações nas classes e os argumentos em cada operação modelo de objectos - mostra a estrutura dos actores, depósitos e fluxos de dados modelo dinâmico - mostra a sequência de execução dos processos e os estados de cada objecto com as operações de resposta aos eventos.

12 Modelação OO11 Motor eléctrico Descreva o significado do DFD seguinte. análise eléctrica análise térmica análise da ventoínha análise mecânica parâmetros eléctricos tensão, frequência parâmetros térmicos temperatura ambiente características da carga binário eléctrico velocidade binário da ventoínha fluxo de ar temperaturaperdas

13 Modelação OO12 Calcular a média Preparar um DFD para calcular a média de uma sequência de valores de entrada. Existe uma entrada de controlo separada para reinicializar o cálculo. incrementa contador ajusta média põe 0 na média põe 0 no contador Média Contador valor de entrada contagem nova contagem contagem=0 média=0 média inicializa?

14 Modelação OO13 Processo ajusta média calcula n calcula n X n /(n+1) calcula n X n /(n+1)+ X n+1 /(n+1) calcula n/(n+1) calcula X n+1 /(n+1) Média valor de entrada n+1nn/(n+1) XnXn X n +1 n X n /(n+1) X n+1 /(n+1) n+1 = nova contagem X n = n-ésimo valor de entrada X n = média após n valores


Carregar ppt "Modelação OO0 Modelação funcional Modelo funcional - especifica como obter os resultados de uma computação, a partir dos valores de entrada, sem atender."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google