A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estrutura de Dados e Algoritmos e Programação e Computadores II Aula 7: Árvores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estrutura de Dados e Algoritmos e Programação e Computadores II Aula 7: Árvores."— Transcrição da apresentação:

1 Estrutura de Dados e Algoritmos e Programação e Computadores II Aula 7: Árvores

2 Árvores Conceitos e terminologia Árvores binárias Árvores-B Inclusão e Exclusão Introdução aos grafos

3 Árvores As listas ligadas usualmente fornecem maior flexibilidade do que as matrizes, mas são estruturas lineares e é difícil usá-las para organizar uma representação hierárquica de objectos. Pilhas e Filas limitam-se a somente uma dimensão. A árvore consiste de nós e arcos, que ao inverso das árvores naturais são representadas de cima para baixo, com a raiz no topo e as folhas na base.

4 Árvores A raiz é um nó que não possui ancestrais; ele só possui nós filhos. As folhas não possuem nós filhos, ou seus filhos são estruturas vazias. Exemplo:

5 Árvores Mais exemplos:

6 Árvores Cada nó tem que ser atingível a partir da raiz através de uma sequência única de arcos, chamada de caminho. O número de arco de um caminho é chamado de comprimento do caminho. O nível de um nó é o comprimento do caminho da raiz ao nó mais 1, que é o número de nós no caminho. A altura de uma árvore não vazia é o nível máximo de um nó na árvore.

7 Árvores O número de filhos permitido por nó e as informações armazenadas em cada nó diferenciam os diversos tipos de árvores existentes. Exemplo: na árvore da expressão (3+6)*(4-1)+5 os nós folhas possuem valores e os nós intermediários possuem operações

8 Árvores O número de filhos de um nó é chamado grau de saída desse nó. Um nó folha é aquele com grau de saída nulo, ou também nó terminal. Um nó que não é folha (isto é, possui grau de saída diferente de zero) é chamado nó interior ou nó interno, ou também nó não-terminal. O grau de uma árvore é o máximo entre os graus de seus nós. Uma floresta é um conjunto de zero ou mais árvores.

9 Percurso em Árvores O percurso em árvores é o processo de visitar cada nó da árvore exactamente uma vez. O percurso pode ser interpretado como colocar todos os nós em uma linha. Mas qual a ordem? Existem n! percursos diferentes, quase todos caóticos. Os básicos são percurso em profundidade e percurso em extensão (largura).

10 Percurso em Árvores Um percurso em extensão é visitar cada nó começando do menor nível e move-se para os níveis mais altos nível após nível, visitando cada nó da esquerda para a direita. Sua implementação é directa quando uma fila é utilizada. Depois que um nó é visitado, seus filhos, se houver algum, são colocados no final da fila e o nó no início da fila é visitado. Assim, os nós do nível n+1 serão visitados somente depois de ter visitados todos os nós do nível n.

11 Percurso em Árvores Breadth - First Search (BFS) Fila: 13 Fila: 10, 25 Fila: 25, 2, 12 Fila: 2, 12, 20, 31 Fila: 12, 20, 31 Fila: 20, 31 Fila: 31 Fila: 29 Percurso: 13, 10, 25, 2, 12, 20, 31, 29

12 Percurso em Árvores O percurso em profundidade prossegue tanto quanto possível à esquerda (ou direita), então se move para trás até a primeira encruzilhada, vai um passo para a direita (ou esquerda) e novamente, tanto quanto possível, para a esquerda (ou direita). Repete-se este processo até que todos os nós sejam visitados.

13 Percurso em Árvores Depth - First Search (DFS) V – Visitar um nó L – Percorrer à esquerda R – Percorrer à direita VLR VRL LVR RVL LRV RLV

14 Percurso em Árvores

15 Árvores Binárias Uma árvore binária é uma árvore cujos nós têm 2 filhos (possivelmente vazios) e cada filho é designado como filho à esquerda ou filho à direita. O número de folhas é uma importante característica das árvores binárias para mensurar uma eficiência esperada de algoritmos. Uma árvore binária é conhecida como completa se todos os nós em todos os níveis, excepto o último, tiverem 2 filhos.

16 Árvores Binárias Assim haveria, 2 0 = 1 nós no nível 1, 2 1 = 2 nós no nível 2, 2 2 = 4 nós no nível 3 e, na forma geral, 2 i nós no nível i+1. Para todas as árvores binárias não-vazias cujos nós terminais tenham exactamente 2 filhos não- vazios, o número de folhas m será o número de nós não-terminais k mais 1. (m = k + 1) Se uma árvore tem somente uma raiz, essa observação é trivialmente válida.

17 Árvores Binárias Se ela for válida para uma certa árvore, então, depois de anexar 2 folhas a uma das folhas já existentes, essa folha se torna um nó não-terminal (m é subtraído de 1 e k é adicionado de 1). No entanto, 2 novas folhas são enxertadas na árvore (m é adicionado de 2).

18 Árvores Binárias k nós não-terminaisk+1 nós não-terminais m folhasm+1 folhas

19 Árvores Binárias de Busca Para cada nó da árvore, todos os valores armazenados em sua sub-árvore à esquerda são menores que o valor armazenado no próprio nó, e todos os valores armazenados na sub-árvore à direita são maiores que o próprio nó. K AP NR

20 Árvores Binárias de Busca Um algoritmo para localizar um elemento nessa árvore é bastante directo. Para cada nó, compare a chave com o valor armazenado no nó correntemente apontado. Se for menor, vá para a sub-árvore à esquerda. Se for maior, vá para a sub-árvore à direita. Se for a mesma, a busca chegou ao fim. Se não houver como continuar, a chave não está na árvore.

21 Percurso em Árvores Binárias void BreadthFirst() { Queue q; Node *p = root; if (p != 0) { q.enqueue(p); while (!q.empty()){ p = q.dequeue(); visit(p); if (p->left != 0) q.enqueue(p->left); if (p->right != 0) q.enqueue(p->right); }

22 Percurso em Árvores Binárias void inorder(Node *p) { if (p != 0) { inorder(p->left); visit(p); inorder(p->right); } void preorder(Node *p) { if (p != 0) { visit(p); preorder(p->left); preorder(p->right); } void postorder(Node *p) { if (p != 0) { postorder(p->left); postorder(p->right); visit(p); }

23 Árvores Binárias de Busca Como será a inserção em uma árvore binária de busca? E como será a remoção em uma árvore binária de busca? No nó folha? No nó raiz? No nó intermediário?


Carregar ppt "Estrutura de Dados e Algoritmos e Programação e Computadores II Aula 7: Árvores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google