A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Afeto e Comunicação Afetiva Alciane e Thalita. Afeto Afeto é um processo absolutamente relacional. Afeto é um processo absolutamente relacional. O afeto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Afeto e Comunicação Afetiva Alciane e Thalita. Afeto Afeto é um processo absolutamente relacional. Afeto é um processo absolutamente relacional. O afeto."— Transcrição da apresentação:

1 Afeto e Comunicação Afetiva Alciane e Thalita

2 Afeto Afeto é um processo absolutamente relacional. Afeto é um processo absolutamente relacional. O afeto é algo que fazemos ao outro, é um ato que dá prazer a quem o faz e a quem o recebe. O afeto é algo que fazemos ao outro, é um ato que dá prazer a quem o faz e a quem o recebe. Aprender a reconhecer sensações prazerosas. Aprender a reconhecer sensações prazerosas.

3 Madonna Litta 1490 (Leonardo da Vinci)

4 Afeto Vinculo afetivo Vinculo afetivo O afeto depende das experiências vividas. O afeto depende das experiências vividas.

5 Afeto Uma das mais importantes sofisticações que aprendemos é a troca com pessoas que nos cercam, com aprimoração e a intenção que permite um pouco de controle sobre o mundo das pessoas. Uma das mais importantes sofisticações que aprendemos é a troca com pessoas que nos cercam, com aprimoração e a intenção que permite um pouco de controle sobre o mundo das pessoas.

6 Afeto A sensação, uma vez percebida, reconhecida, avaliada e se repetindo e mantendo continuidade, no tempo gera confiança e cria uma disponibilidade que chamamos de afeto. A sensação, uma vez percebida, reconhecida, avaliada e se repetindo e mantendo continuidade, no tempo gera confiança e cria uma disponibilidade que chamamos de afeto.

7 Afeto Disponibilidade – vínculo afetivo. Disponibilidade – vínculo afetivo. Convivência – depois de determinado tempo na convivência diária, vão aumentar significativamente as trocas, nos contatos físicos e verbais, gerando expectativas confirmadas. Convivência – depois de determinado tempo na convivência diária, vão aumentar significativamente as trocas, nos contatos físicos e verbais, gerando expectativas confirmadas.

8 Afeto Relação do casal. Relação do casal. Traição – Medo da Perda Traição – Medo da Perda Sofrimento Sofrimento

9 Comunicação do afeto Não aprendemos a falar sobre os nossos afetos Não aprendemos a falar sobre os nossos afetos Falar passa a servir aos propósitos de ocultar o que realmente queremos dizer. Falar passa a servir aos propósitos de ocultar o que realmente queremos dizer. A maneira que as pessoas falam comigo e pede que eu lhe fale, não pode e nem deve, ser modelo exclusivo de como falar com outra pessoa querida e desejada. A maneira que as pessoas falam comigo e pede que eu lhe fale, não pode e nem deve, ser modelo exclusivo de como falar com outra pessoa querida e desejada.

10 Comunicação do afeto Para um novo tipo de relacionamento, é preciso aprender uma nova forma de comunicar.

11 Comunicação afetiva Quando falar com alguém que não te entende, não pense que a culpa é de quem está te ouvindo, e que esse alguém não se esforça para te compreender, pois a crítica vai estar escondendo a sua impossibilidade de se comunicar de maneira efetiva e eficaz. Quando falar com alguém que não te entende, não pense que a culpa é de quem está te ouvindo, e que esse alguém não se esforça para te compreender, pois a crítica vai estar escondendo a sua impossibilidade de se comunicar de maneira efetiva e eficaz.

12 Comunicação do afeto Não podemos falar tudo que estamos pensando, e nem criar no outro uma imagem mentirosa de nos mesmos. Não podemos falar tudo que estamos pensando, e nem criar no outro uma imagem mentirosa de nos mesmos. O que nos acontece, diz respeito a nós mesmos, quando consideramos isso de maneira adulta. O que nos acontece, diz respeito a nós mesmos, quando consideramos isso de maneira adulta.

13 Comunicação do afeto Devemos ter sempre cuidado no nosso dia-a-dia com: uma fala, um discurso, pois, podemos arrasar alguém, ou fazer com que uma pessoa sofra profundamente com as nossas palavras. Devemos ter sempre cuidado no nosso dia-a-dia com: uma fala, um discurso, pois, podemos arrasar alguém, ou fazer com que uma pessoa sofra profundamente com as nossas palavras.

14 Comunicação do afeto Deve-se ter cuidado com o afeto do outro quando lhe falamos. Afinal o seu ouvido não é uma lata de lixo, no qual jogamos tudo. Deve-se ter cuidado com o afeto do outro quando lhe falamos. Afinal o seu ouvido não é uma lata de lixo, no qual jogamos tudo. Exprimir qualquer coisa, em qualquer lugar, dirigida para qualquer pessoa, pode provocar uma reação no mundo, nas outras pessoas. Exprimir qualquer coisa, em qualquer lugar, dirigida para qualquer pessoa, pode provocar uma reação no mundo, nas outras pessoas.

15 Toda verdade (Ziza Fernandes) Toda verdade dita sem amor é como uma flecha que só causa dor. Sai machucando sem ter permissão e vai sufocando um outro coração. Quem ama espera a hora de falar. Não se apressa e sabe ponderar. Sempre há um lado que não é o seu. Que sempre revela o que ainda não cresceu.

16 Toda verdade Nós nascemos pro amor Pro amor nós vamos voltar Toda família deve conversar e o seu coração poderá escutar.Num simples olhar receber perdão, segredo mais forte dessa união.

17 Quem se respeita sabe respeitar, começa em si esse tal dom de amar. Tudo que fazes com teu coração é o que ofereces para o teu irmão. Nós nascemos para o amor Pro amor nós vamos voltar.

18 Obrigada !


Carregar ppt "Afeto e Comunicação Afetiva Alciane e Thalita. Afeto Afeto é um processo absolutamente relacional. Afeto é um processo absolutamente relacional. O afeto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google