A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Não estudou para a prova, né!? Esqueça tudo isso e confira a aula on-line!!!!!!!!!!!!!! Está pensando em colar... Colar é a minha solução, afinal quem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Não estudou para a prova, né!? Esqueça tudo isso e confira a aula on-line!!!!!!!!!!!!!! Está pensando em colar... Colar é a minha solução, afinal quem."— Transcrição da apresentação:

1

2 Não estudou para a prova, né!? Esqueça tudo isso e confira a aula on-line!!!!!!!!!!!!!! Está pensando em colar... Colar é a minha solução, afinal quem não cola não passa !!!!!

3 Aulas de bIOLOGIA para turbinar seus estudos

4 KleisonLeopoldino

5 PARASITOLOGIA Ancylostomideo Lombriga Tênia Esquitossomose ESCOLHA O VERME

6 CLASSIFICAÇÃO { { Platelmintos Asquelmintos Esquistossomose Ascaridíase Teníase Enterobíose Ancilostomose Filaríose

7 TREMATODA PLATYHELMINTHES: CLASSE TREMATODA O principal exemplo é o Schistosoma mansoni, agente da barriga dágua ou esquistossomose (aumento volumétrico do fígado e do baço). Cercárias penetram ativamente pela pele. Vermes adultos no sistema porta.

8 Durante a locação da fêmea no canal ginecóforo, ele lança o esperma no canal, que ao encontrar o orifício genital da fêmea, irá entrar através deste e a fertilizará. Canal ginecóforo : fenda longitudinal, para albergar a fêmea e fecundá-la.

9 Ciclo de Vida do Schistosoma mansoni, causador da barriga dágua ou esquistossomose Biomphalaria cercaria Fezes com ovos de S. mansoni ovo miracidio Contagio pela pele fezes ovo

10 Esquistossomose Toxinas liberadas nas veias do sistema porta causam uma hepatoesplenomegalia.

11 TENÍASE E CISTICERCOSE "COMER CARNE DE PORCO" Se eu comer, se eu comer carne de porco Com a larva cisticerco a infestar posso ter uma tênia no meu corpo solitária no intestino vai ficar. Se eu comer, se eu comer ovos da tênia (SOLIUM) Suas larvas no meu corpo vão migrar (EU SOU O PORCO) instalando-se no sistema nervoso (CÉREBRO), cisticercose eu agora vou pegar.

12 PLATYHELMINTHES: CLASSE CESTODA Principal exemplo é a Taenia solium, parasita digenético que vive no intestino humano fixa por ganchos quitinosos presentes no escólex e com um tronco com centenas de proglotes.

13 TAENIA SOLIUM Rostelo com ganchos Proglotes Maduros Escólex colo

14 A FORMA LARVAL DAS TÊNIAS cisticerco Normalmente em porcos (Taenia solium) e bovinos (Taenia saginatta ). Quando se desenvolve no homem temos a cisticercose.

15 FILO ASCHELMINTHES: CLASSE NEMATODA pseudocelomados Um grupo de conveniência que inclui todos os animais pseudocelomados, 40 cm

16 ASCARIDÍASE ASCARIDÍASE É o parasitismo desenvolvido ASCARIDÍASE É o parasitismo desenvolvido no homem pelo Ascaris lumbricoides. no homem pelo Ascaris lumbricoides. Nome popular Lombrigas ou bichas. Nome popular Lombrigas ou bichas. Prevalência O Ascaris lumbricoides é Prevalência O Ascaris lumbricoides é encontrado em quase todos os países do mundo encontrado em quase todos os países do mundo e ocorre com frequência variada em virtude das e ocorre com frequência variada em virtude das condições climáticas, ambientais e, principalmente condições climáticas, ambientais e, principalmente do grau de desenvolvimento da população. do grau de desenvolvimento da população.

17 FILO ASCHELMINTHES: CLASSE NEMATODA Espículas de um macho de Ascaris que o prendem ao poro genital da fêmea durante a cópula. 25 cm 40 cm ESPÉCIE DIÓICA

18 Macho e fêmea do A. lumbricoides

19 NEMATODA: Ascaris lumbricoides ovo Intestino delgado

20 ASCARIDÍASE VERMES ADULTOS Ações: VERMES ADULTOS Ações: Expoliadora Consomem grande quantidade de vitaminas (A e C), Expoliadora Consomem grande quantidade de vitaminas (A e C), proteínas, lipídeos, carboidratos Desnutrição e proteínas, lipídeos, carboidratos Desnutrição e depalperamento físico e mental. depalperamento físico e mental. Tóxica Antígenos parasitários X Anticorpos do hospedeiro (Edema, urticária, convulsões epileptiformes, etc.) Tóxica Antígenos parasitários X Anticorpos do hospedeiro (Edema, urticária, convulsões epileptiformes, etc.) Mecânica Irritação da perede intestinal ou enovelamento de Mecânica Irritação da perede intestinal ou enovelamento de casais ou grupos de parasitos. casais ou grupos de parasitos. ATENÇÃO SE LIGA NISSO: Ação ectópica Vermes migratórios (áscaris errático) podem, espontaneamente, atingir locais indevidos, tais como canais do pâncreas, causando obstrução do mesmo, ou eliminação do verme pela boca.

21 EPIDEMIOLOGIA: EPIDEMIOLOGIA: Cosmopolita (encontrado em paises de clima tropical e semi-tropical. clima tropical e semi-tropical. Fatores que interferem na prevalência do Ascaris lumbricoides Ascaris lumbricoides: Baixo nível socioeconômico; Baixo nível socioeconômico; precárias condições de saneamento básico; precárias condições de saneamento básico; má educação sanitária; má educação sanitária; grande produção de ovos pela fêmea do grande produção de ovos pela fêmea do parasito ( ovos por dia durante 1 ano) parasito ( ovos por dia durante 1 ano)

22 contaminação fecal do solo ou piso das habitações, por falta de instalações sanitárias; habitações, por falta de instalações sanitárias; disseminação de ovos através de poeira, disseminação de ovos através de poeira, chuvas, insetos; chuvas, insetos; viabilidade dos ovos no solo durante meses ou viabilidade dos ovos no solo durante meses ou anos, quando em condições favoráveis de anos, quando em condições favoráveis de temperatura e umidade; temperatura e umidade; resistência dos ovos aos desinfetantes usuais resistência dos ovos aos desinfetantes usuais devido à sua membrana interna do ovo. devido à sua membrana interna do ovo.

23 ASCARIDÍASE (Lombriga) Causador: Ascaris lumbricoides Sintomas: Dor de Barriga Falta de Apetite Obstrução Intestinal

24 ASCARIDÍASE PROFILAXIA: PROFILAXIA: Melhoria das condições de saneamento Melhoria das condições de saneamento básico básico Construção de fossas sépticas Construção de fossas sépticas Educação sanitária Educação sanitária Lavar as mãos antes de tocar os alimentos Lavar as mãos antes de tocar os alimentos Tratamento das pessoas parasitadas Tratamento das pessoas parasitadas Proteção dos alimentos contra insetos. Proteção dos alimentos contra insetos.

25 O AMARELÃO Os agentes: Ancylostoma duodenale e Necator americanus A doença: Uma anemia. O Jeca Tatu, de Monteiro Lobato Foto do verme (não há montagem na foto)

26 AMARELÃO : ANCILOSTOMOSE Estágio infectante Larvas rabiditóides desenvolvimento externo HOMEM Ancylostoma duodenale e Necator americanus Ovos nas fezes Penetração pela pele em busca do intestino. Adultos no intestino delgado.

27 ANCILOSTOMOSE (Amarelão) Resumindo... Causador: Ancylostoma duodenale Necatur americanus Sintomas: Pneumonia Hemorragias Anemia

28 FILARÍOSE (Elefantíase) Causador: Wulchereria bancrofti Transmissor: Mosquito Culex sp.

29 FILARÍOSE (Elefantíase) Contágio:

30

31 ENTEROBÍOSE (Oxyuríase) Causador: Enterobius vermiculares Sintomas: Diarréia Coceira na região Anal Contágio: Inalação dos Ovos

32 A enterobíase, enterobiose ou oxiurose, A enterobíase, enterobiose ou oxiurose, é a verminose intestinal devido ao é a verminose intestinal devido ao Enterobius vermicularis. Mais conhecido Enterobius vermicularis. Mais conhecido popularmente como oxiúrus. A infecção popularmente como oxiúrus. A infecção costuma ser benígna, mas incômoda, costuma ser benígna, mas incômoda, pelo intenso prurido anal que produz e pelo intenso prurido anal que produz e por suas complicações, sobretudo em por suas complicações, sobretudo em crianças. crianças.

33 Enterobius vermiculares MORFOLOGIA MACHO Mede cerca de 5 mm X 0,2 mm com MACHO Mede cerca de 5 mm X 0,2 mm com espículo presente espículo presente FÊMEA Mede cerca de 1 cm X 0,4 mm FÊMEA Mede cerca de 1 cm X 0,4 mm OVO Mede cerca de 50 μm X 20 μm, aspecto OVO Mede cerca de 50 μm X 20 μm, aspecto de D, membrana dupla lisa e transpa- de D, membrana dupla lisa e transpa- rente. Larva formada. rente. Larva formada.

34

35 Enterobius vermiculares HÁBITAT HÁBITAT Machos e fêmeas vivem no ceco e apêndice. As fêmeas Machos e fêmeas vivem no ceco e apêndice. As fêmeas repletas de ovos, são encontradas na região perianal. repletas de ovos, são encontradas na região perianal. Em mulheres, às vêzes pode-se encontrar vagina, Em mulheres, às vêzes pode-se encontrar vagina, útero e bexiga. útero e bexiga. CICLO BIOLÓGICO CICLO BIOLÓGICO Tipo monoxênico (Não existe hospedeiro intermediário) Tipo monoxênico (Não existe hospedeiro intermediário)

36

37 Enterobius vermicularis TRANSMISSÃO TRANSMISSÃO Heteroinfecção Heteroinfecção Auto-infecção externa (oral) ou direta Auto-infecção externa (oral) ou direta Auto-infecção interna (retal) Auto-infecção interna (retal) Auto infecção externa,anal ou Auto infecção externa,anal ou retroinfecção. retroinfecção.

38 Enterobius vermicularis PATOGENIA PATOGENIA Na maioria dos casos assintomático. Na maioria dos casos assintomático. Prurido anal (noturno Perda de sono e nervosismo) Prurido anal (noturno Perda de sono e nervosismo) Enterite catarral Enterite catarral Presença nos órgãos genitais femininos vaginite, Presença nos órgãos genitais femininos vaginite, ovarite e salpingite. ovarite e salpingite.

39 Enterobius vermicularis DIAGNÓSTICO CLÍNICO DIAGNÓSTICO CLÍNICO Prurido anal noturno Prurido anal noturno DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DIAGNÓSTICO LABORATORIAL Exame de fezes Exame de fezes

40

41 Enterobius vermicularis EPIDEMIOLOGIA EPIDEMIOLOGIA Parasito de ambientes domésticos e coletivos Parasito de ambientes domésticos e coletivos fechados. Fatores responsáveis: fechados. Fatores responsáveis: Somente a espécie humana alberga o parasito; Somente a espécie humana alberga o parasito; Fêmeas eliminam ovos na região perianal; Fêmeas eliminam ovos na região perianal; Ovos em poucas horas se tormam infectantes; Ovos em poucas horas se tormam infectantes; Ovos resistem até 3 semanas em ambientes Ovos resistem até 3 semanas em ambientes domésticos; domésticos; Hábito de se sacudir roupas de cama. Hábito de se sacudir roupas de cama.

42 Enterobius vermicularis PROFILAXIA PROFILAXIA Tratamento de todas as pessoas parasitadas Tratamento de todas as pessoas parasitadas Corte rente das unhas Corte rente das unhas Roupa de dormir e de cama não devem ser Roupa de dormir e de cama não devem ser sacudidas e sim enroladas e lavadas em água sacudidas e sim enroladas e lavadas em água fervente fervente

43 CONTATOS: MSN: BIOAULAS BOA SORTE !!!!!!!!!! FONTES:MARCOSBUENO.NETTIOJUBILUT


Carregar ppt "Não estudou para a prova, né!? Esqueça tudo isso e confira a aula on-line!!!!!!!!!!!!!! Está pensando em colar... Colar é a minha solução, afinal quem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google