A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VERMINOSES Platelmintos Nematelmintos. ESQUISTOSSOMOSE Barriga dágua.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VERMINOSES Platelmintos Nematelmintos. ESQUISTOSSOMOSE Barriga dágua."— Transcrição da apresentação:

1 VERMINOSES Platelmintos Nematelmintos

2 ESQUISTOSSOMOSE Barriga dágua

3 Trematoda: Schistossoma mansoni ou esquistossomo Vive nos vasos sanguíneos do sistema porta- hepático; Dióicos com dimorfismo sexual. macho fêmea

4 Esporocistos e rédias

5 miracídio cercária Bionfalária Adultos Ovo Cada miracídeo produz 10 mil cercárias Botam 300 ovos/dia

6 Barriga dágua Profilaxia Saneamento básico; Educação sanitária; Evitar nadar em lagoas com caramujos.

7 Trematoda (Fasciola hepatica) Hospedeiro intermediário – caramujo. Hospedeiro definitivo – carneiro.

8 Taenia solium Teníase

9 Taenia saginata

10 Tênias São monóicos Podem atingir até 12m; Vivem no intestino; Não apresentam sistema disgestório; São espoliativos; Causam náuseas, fadiga, diarréia, vômitos, irritação e insônia (teníase).

11 Estrutura O corpo das tênias é dividido em três partes: Cabeça e escolex; Pescoço, um curto prolongamento da cabeça; Corpo ou estróbilo, que está dividido em segmentos chamados de proglotes.

12 Reprodução São monóicas; Hermafrodita de auto-fecundação; Após a fecundação as proglotes grávidas se desprendem do corpo da tênia e são eliminadas junto com as fezes de quem está infectado. 50 mil ovos por proglote

13 Taenia solium (Teníase)

14 Taenia solium

15 Taenia solium (Cisticercose) – É causada pela ingestão dos ovos da Taenia solium; – Acontece quando o homem é o hospedeiro intermediário; – Os embriões podem se alojar em locais diversos do corpo.

16 Taenia saginata (teníase)

17 Profilaxia Saneamento básico; Educação sanitária Lavar bem os alimentos; Fiscalizar matadouros, frigoríficos e açougues; Cozinhar bem carne de porco e de boi.

18 Ascaridíase (lombriga) Dióicos; 20cm a 30cm; Os adultos vivem no intestino delgado; Causa a ascaridíase; Traz perturbações na fase adulta e migratória e pode causar obstrução intestinal. Ascaris lumbricoides

19 Ciclo Ascaridíase

20

21 Profilaxia Saneamento básico; Higiene pessoal; Cuidados com água e alimentos consumidos crus.

22 Amarelão Parasitam o intestino delgado; Se alimentam de sangue; Causa indisposição e anemia ( Amarelão). Monteiro Lobato cria o Jeca Tatu

23 Amarelão Tamanho 1 a 1,5cm

24 Ciclo Amarelão As larvas atingem a faringe e são engolidas

25 Profilaxia Saneamento básico fossas sépticas; uso de calçados.

26 Ancylostoma brasiliensis Parasita cães e gatos (amarelão); Seres humanos – bicho geográfico.

27 Elefantíase

28 Wuchereria bancrofti (filária) 4 a 8cm. As filárias parasitam o sistema linfático causando hipertrofia.

29 Elefantíase Hospedeiro intermediário: Culex fatigans.

30 Wuchereria bancrofti (filária)

31 Profilaxia Não deixar água parada; Combater mosquitos; Usar filó sobre as camas; Telas nas portas e janelas.

32 Oxiurose / Enterobiose

33 5mm a 12mm Transmissão via oral: Ingestão - Autoinfestação Heteroinfestação Retroinfestação Vive no ceco ou apêndice provocando inflamações, náuseas, vômitos e irritação anal. Enteróbius vermiculares

34 Ciclo Oxiuríase

35 Galhas Parasitas de vegetais.

36 Classificação (ciclo evolutivo) Monogenéticos – um hospedeiro. Ex: ascaridíase, oxiurose e amarelão. Digenéticos – dois hospedeiros. Ex: elefantíase.


Carregar ppt "VERMINOSES Platelmintos Nematelmintos. ESQUISTOSSOMOSE Barriga dágua."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google