A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Funções em C Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciências da Computação Profa. Rebeca Schroeder Email:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Funções em C Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciências da Computação Profa. Rebeca Schroeder Email:"— Transcrição da apresentação:

1 Funções em C Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciências da Computação Profa. Rebeca Schroeder

2 Introdução Funções constituem estruturas que permitem ao programador separar seus programas em blocos Em geral, utilizamos funções para definir um conjunto de operações para a resolução de um problema específico Função é o tipo mais primitivo de encapsulamento: através de um único nome (nome da função) é possível acionar uma série de operações ou dados

3 Introdução No C, e em linguagens procedurais, as funções são as estruturas primárias de estruturação dos programas Tudo no C é executado a partir de funções Inicialmente a função Main Separar a resolução de problemas em unidades funcionais (funções) é vantajoso: Promove o reuso de código Torna o programa mais limpo e organizado

4 Forma Geral de Funções tipo_de_retorno nome_da_função (lista_de_argumentos) { código_da_função }

5 Forma Geral de Funções - Exemplo float calculaMedia (float notas[10]) { float soma = 0; for(int i=0; i<10; i++) soma+=notas[i]; return soma/10; }

6 O Comando return O comando return tem a seguinte forma geral: return valor_de_retorno; ou return; Durante a execução de uma função, quando se chega a um comando return a função é encerrada imediatamente e, se o valor de retorno é informado, a função retorna este valor É importante lembrar que o valor de retorno fornecido deve ser compatível com o tipo de retorno declarado para a função Uma função pode possuir mais de uma chamada ao comando return

7 O Comando return - Exemplo int ePar (int num) { if (num % 2 == 0) return 1; return 0; } main () { int a; cout<<"Entre com numero: "; cin>>a; if (ePar(a) == 1) cout<<"\n\nO numero e par."; else cout<<"\n\nO numero e impar."; } Observer que o retorno das funções pode ser aproveitado em atribuições ou em comparações Mesmo que a função retorne um valor, você não é obrigado a aproveitar este valor.

8 Protótipo de Funções As funções devem ser declaradas antes de serem utilizadas No exemplo anterior definimos a função antes do bloco main. Porém se tivéssemos definido abaixo do bloco main teríamos que informar o protótipo da função antes do ser efetivo uso Em geral, adicionamos o protótipo das funções abaixo das diretivas de include O protótipo de uma função nada mais é do que seu tipo de retorno, nome, e lista de parâmetros + ponto-e-vírgula (;) Um protótipo tem o seguinte formato: tipo_de_retorno nome_da_função (declaração_de_parâmetros);

9 Protótipo de Funções - Exemplo #include int ePar(int num); main () { int a; cout<<"Entre com numero: "; cin>>a; if (ePar(a) == 1) cout<<"\n\nO numero e par."; else cout<<"\n\nO numero e impar."; } int ePar (int num) { if (num % 2 == 0) return 1; return 0; }

10 Passagem de Parâmetros Por valor: os valores dos argumentos são copiados para os parâmetros das funções Consequência: alterações realizadas dentro da função não alteram o valor dos argumentos passados a função Por referência: o endereço dos argumentos é copiado para os parâmentros das funções Consequência: alterações realizadas dentro da função alteram o valor dos argumentos passados a função

11 Passagem de Parâmetros por Valor Quando chamamos uma função os parâmetros copiam os valores que são passados para ela Isso significa que os valores que os parâmetros têm fora da função não são alterados Esse tipo de chamada de função é denominado chamada por valor.

12 Passagem de Parâmetros por Valor - Exemplo #include float sqr (float num); void main (void) { float num,sq; cout<<"Entre com um numero: "; cin>>num; sq=sqr(num); cout<<"\n\nO numero original e: <

13 Passagem de Parâmetros por Referência Passagem de parâmetros por referências ocorre quando as alterações realizadas dentro da função alteram os valores dos parâmetros que foram passados para a função Neste tipo de chamada, não se passa para a função os valores das variáveis, mas sim suas referências (a função usa as referências para alterar os valores das variáveis fora da função). Quando queremos alterar as variáveis que são passadas para uma função, nós podemos declarar seus parâmetros como sendo ponteiros. Os ponteiros são a "referência" que precisamos para poder alterar a variável fora da função Na chamada desse tipo de função, temos que colocar um & na frente das variáveis que estamos passando para a função.

14 Passagem de Parâmetros por Referência – Exemplo (1) #include float sqr (float num); void main (void) { float num,sq; cout<<"Entre com um numero: "; cin>>num; sq=sqr(&num); cout<<"\n\nO numero original e: <

15 Passagem de Parâmetros por Referência – Exemplo (2) #include void Swap (int *a,int *b); void main (void) { int num1,num2; num1=100; num2=200; Swap (&num1,&num2); cout<<\n\nEles agora valem <

16 Vetores como argumentos de Funções Quando vamos passar um vetor como argumento de uma função, podemos declarar a função de três maneiras equivalentes. Digamos que temos o seguinte vetor: int v[50]; e que queiramos passá-la como argumento de uma função func(). Podemos declarar func() das três maneiras seguintes: void func (int v[50]); void func (int v[]); void func (int *v); Ao passarmos um vetor para uma função, na realidade estamos passando um ponteiro. Neste ponteiro é armazenado o endereço do primeiro elemento do vetor. Isto significa que não é feita uma cópia, elemento a elemento do vetor. Isto faz com que possamos alterar o valor deste vetor dentro da função (Passagem por Referência!). PARA VETORES SÓ EXISTE PASSAGEM POR REFERÊNCIA!

17 Parâmetros da Função Main A função main() pode possuir parâmetros. Mas o programador não pode escolher quais serão eles A declaração mais completa que se pode ter para a função main() é: int main (int argc,char *argv[]); Os parâmetros argc e argv dão ao programador acesso à linha de comando com a qual o programa foi chamado O argc (argument count) é um inteiro e possui o número de argumentos com os quais a função main() foi chamada na linha de comando. Ele é, no mínimo 1, pois o nome do programa é contado como sendo o primeiro argumento. O argv (argument values) é um ponteiro para uma matriz de strings. Cada string desta matriz é um dos parâmetros da linha de comando. O argv[0] sempre aponta para o nome do programa (que é considerado o primeiro argumento).

18 Parâmetros da Função Main #include void main (int argc, char *argv[]) { int mes; char *nomemes [] = {"Janeiro", "Fevereiro", "Março", "Abril", "Maio", "Junho", "Julho", "Agosto", "Setembro", "Outubro", "Novembro", "Dezembro"}; if(argc == 4) { // Testa se o numero de parametros fornecidos está correto o 1o parametro é o nome do programa, o //2o o dia e o 3o o mes e o 4o os dois ultimos algarismos do ano mes = atoi(argv[2]); /* argv contem strings. A string referente ao mes deve ser transformada em um numero inteiro. A funcao atoi esta sendo usada para isto: recebe a string e transforma no inteiro equivalente */ if (mes 12) /* Testa se o mes é valido */ cout<<"Erro!\nUso: data dia mes ano, todos inteiros"; else cout<<"\n<

19 Recursividade A função recursiva é uma função que faz chamada a si própria Um ponto fundamental para se trabalhar com funções recursivas é estabelecer um critério de parada, que corresponde a uma condição para que a função pare de chamar a si própria Evitar que a função chame a si própria infinitamente

20 Recursividade - Exemplo #include int fat(int n) { if (n>0) return n*fat(n-1) else return 1; } void main() { int n; cout<<"\n\nDigite um valor para n: "; cin>>n; cout<<"\nO fatorial de <

21 Recursividade - Exemplo #include int fat(int n) { if (n>0) return n*fat(n-1) else return 1; } void main() { int n; cout<<"Digite um valor: "; cin>>n; cout<<"\nO fatorial de <


Carregar ppt "Funções em C Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciências da Computação Profa. Rebeca Schroeder Email:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google