A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programação Orientada a Objetos* Introdução Prof. Isabel Cafezeiro *Baseado no livro Introdução à

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programação Orientada a Objetos* Introdução Prof. Isabel Cafezeiro *Baseado no livro Introdução à"— Transcrição da apresentação:

1 Programação Orientada a Objetos* Introdução Prof. Isabel Cafezeiro *Baseado no livro Introdução à Programação Orientada a Objetos usando JAVA – Rafael Santos – Editora Campus – Série SBC

2 Modelos Modelo: Abstração de uma realidade Só o que é relevante para o processamento a ser efetuado. Exemplo: a folha de pagamento da loja não precisa ter dados sobre a loja (endereço, telefone, etc) Algo (entidade) a ser representado no computador. Exemplo: a loja, o restaurante, a folha de pagamento.

3 Modelos Entidade:Modelo: ComponentesDados ComportamentoOperações Informações propriamente ditas Efetuam alguma tarefa sobre os dados: inicialização atualização consulta destruição

4 Modelos Modelos são estruturáveis !!! Entidades são compostas por outras entidades Exemplo: Modelo RestauranteCaseiro pode conter o modelo MesaDoRestaurante

5 Modelos Notação: Nomes de Modelos: Iniciar com Maiúscula Não usar acento, cedilha Nomes de Operações: Iniciar com minúscula Pode usar acento, cedilha

6 Modelos Exemplo: LampadaNome do modelo estadoDados acende () apaga ()Operações mostraDados () Opeações podem necessitar: parâmetro / retorno

7 Modelos Lampada início estado // indica se está ligada ou desligada acende () início estado = ligado fim apaga () início estado = apagado fim mostraEstado() início se (estado == aceso) imprime Lâmpada acesa senão imprime Lâmpada apagada fim

8 Modelos Comparação com o estilo C, Pascal: Código descreve uma entidade Não há necessariamente um programa principal Operações e dados em um único bloco Dados manipulados somente pelas operações Dados x Fluxo de execução Encapsulamento

9 Modelos Comparação com o estilo C, Pascal: Dados x Fluxo de execução: permite modelar o mundo real da forma como ele se apresenta Encapsulamento: protege os dados do uso indevido

10 Modelos Definição: Modelos são representações de entidades onde os componentes são representados através dos dados e o comportamento é representado através das operações.

11 Modelos Exemplo: Data dia, mês, ano inicializa (d,m,a) dataéVálida (d,m,a) mostra ()

12 Modelos Data início dia,mês,ano inicializa (d,m,a) início se dataéVálida (d,m,a) dia = d mês = m ano = a senão dia = 0 mês = 0 ano = 0 fim dataéVálida (d,m,a) início se ((dia > 1) e (dia < 31) ou..... )) retorna verdadeiro senão retorna falso fim mostra () início imprime dia,/,mês,/,ano fim

13 Modelos no Pseudocódigo, observar: Funções? Procedimentos? Operações atualizadoras? Consultoras? Inicializadoras? Delegação de tarefas?

14 Orientação a Objetos Modelos Classes representação computacional de entidades descritas pela classe Instâncias da classe: objetos representação abstrata da realidade Entidades do mundo real

15 Orientação a Objetos Modelos Classes representação computacional de entidades descritas pela classe Instâncias da classe: objetos representação abstrata da realidade Entidades do mundo real dados operações atributos métodos componentes comportamento


Carregar ppt "Programação Orientada a Objetos* Introdução Prof. Isabel Cafezeiro *Baseado no livro Introdução à"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google