A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Online Nesta apresentação serão detalhadas as telas do sistema online da Prova Brasil. Cada colaborador deve fazer o seu cadastro neste sistema.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Online Nesta apresentação serão detalhadas as telas do sistema online da Prova Brasil. Cada colaborador deve fazer o seu cadastro neste sistema."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Online Nesta apresentação serão detalhadas as telas do sistema online da Prova Brasil. Cada colaborador deve fazer o seu cadastro neste sistema. O coordenador de pólo deverá além de cadastrar, inserir os agendamentos, alocar os colaboradores, emitir o relatório “contrato de prestação de serviços”, inserir as informações do formulário de controle de aplicação, etc.

2 Link de Acesso ao Sistema
https://www.security.cespe.unb.br/PROVA_BRASIL_11 Link de acesso ao sistema online da Prova Brasil.

3 Tela de Acesso ao Sistema
Falar de forma abrangente sobre todas as opções do sistema e informar que todas serão detalhadas mais a frente.

4 Menu Controle de Colaboradores
Todos os colaboradores que trabalharão na Prova Brasil deverão obrigatoriamente se cadastrar neste link. Caso o colaborador já tenha cadastro, ele deve digitar o CPF e senha. Caso ele não lembre a senha, ele deve clicar em recuperar senha. Caso você não possua cadastro, clique na opção “Caso você não possua cadastro, cadastre-se clicando aqui”. Nesta página também tem disponível um manual de utilização do sistema.

5 Dados Cadastrais do Colaborador
Nesta tela o colaborador deverá manter atualizados todos os seus dados cadastrais, principalmente CPF, PIS/PASEP, e DADOS BANCÁRIOS, sob pena de não receber pagamento.

6 Dados Cadastrais do Colaborador (cont.)
Os dados bancários são de suma importância para o colaborador. O colaborador que não tem conta bancária deverá marcar o campo “Marque aqui caso não possua Conta em Banco” para receber seu pró-labore nos caixas do Banco do Brasil contra apresentação de um documento de identificação. As informações que estiverem desatualizadas deverão necessariamente ser atualizadas e gravadas com um clique no botão “Gravar”.

7 - Selecione a opção Informar Agendamento de Aplicação clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

8 - Ressaltar que este é um dos primeiros procedimentos que deverão ser realizados pelo Coordenador de Polo; Os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo deve selecionar a Turma (se não souber o código, verificar na opção Relatórios/Turmas não alocadas); Observar que o sistema mostra várias informações da turma para confirmação; Deverão ainda ser informados Dia e Hora que foi agendada a aplicação; TECLAR ENTER. Informar que o sistema pede confirmação do Turno para evitar que seja informado 9:00 pensando em 21:00 (turno da noite); TECLAR ENTER novamente; Responder as 2 perguntas sobre alunos com necessidade de Ledor. Caso as duas respostas sejam SIM, deverá ser alocado mais um aplicador nesta turma. Lembrar que para Gravar as informações é obrigado clicar no botão Inserir Agendamento.

9 - Selecione a opção Alocar Aplicadores clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

10 Nesta tela também os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema;
O Coordenador de Polo deve selecionar o Polo no qual a Turma, a ser alocada para um aplicador, está localizada; Selecione o Código da Turma (se não souber o código, verificar na opção Relatórios/Turmas não alocadas); Por fim informe o CPF do aplicador para o qual está sendo alocada a referida turma. Para finalizar o processo de Alocação de um Aplicador a uma turma, clique sempre no Botão Inserir Aplicador para gravar as informações. Perguntar se alguém tem alguma dúvida até o momento;

11 - Selecione a opção Alocar outras funções clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

12 Como sempre os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema;
Selecione o Função que o colaborador irá desempenhar (exemplo: apoio logístico); Por fim informe o CPF do colaborador que está sendo alocado. Para finalizar o processo de Alocação de um colaborador, clique sempre no Botão Inserir Colaborador para gravar as informações.

13 - Selecione a opção Consultar colaborador clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

14 - Caso o Coordenador tenha dúvida do CPF ou nome do colaborador, ele poderá consultar informando o CPF ou Nome; Observe que a consulta por nome pode retornar vários nomes que satisfaçam a condição; Obviamente a consulta por CPF retornará os dados de apenas um colaborador;

15 - Selecione a opção Cadastrar requisição de ajuda de custo clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

16 - Esta tela permite ao Coordenador cadastrar a Requisição de Ajuda de Custo dos colaboradores;
Informe o CPF do colaborador em questão e tecle TAB; Observe que o sistema mostra o Nome e a Cidade do Colaborador para confirmação; O sistema apresenta também a Listagem de Turmas Alocadas para o colaborador; Marque o quadradinho para confirmar a conclusão dos agendamentos do aplicador e efetivamente solicitar o seu pagamento da ajuda de custo; Para efetivar o processo e gravar as informações clique no Botão Inserir Requisição de Ajuda de Custo; Essa requisição de ajuda de custo só deve ser feita quando o aplicador já estiver alocado em todas as turmas em que irá aplicar. O cálculo da ajuda de custo será feito pelo sistema, com base nos parâmetros que serão divulgados. A ajuda de custo será paga nos dias que antecedem a aplicação, desde que solicitadas com antecedência. Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

17 - Selecione a opção Informar retirada de malotes da ECT clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

18 Nesta tela o Coordenador de Polo deverá informar, e conferir, a retirada dos malotes da ECT. É importante que o Coordenador de Polo faça a conferência da numeração referente aos malotes e a quantidade total de unidades retiradas. Ressalte-se que o coordenador deverá conferir e marcar todos os malotes listados. Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; Para efetivar o processo e gravar as informações clique no Botão Cadastrar Retirada de Malotes; Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

19 - Selecione a opção Informar devolução de malotes para ECT clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

20 Nesta tela o Coordenador de Polo deverá informar, e conferir, a devolução dos malotes para ECT.
É importante que o Coordenador de Polo faça a conferência da numeração referente aos malotes e a quantidade total de unidades que está devolvendo para ECT. Ressalte-se que o coordenador deverá conferir e marcar todos os malotes listados. Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo deve preencher o nome do polo em questão; Para efetivar o processo e gravar as informações clique no Botão Cadastrar Devolução de Malotes; Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

21 - Selecione a opção Relatórios/Relatório Detalhado de Alocações clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

22 Nesta tela o Coordenador de Polo terá acesso a um relatório dinâmico que poderá ser gerado com algumas combinações a partir do preenchimento dos campos. - Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo poderá selecionar o nome do polo e a Escola que deseja pesquisar; Poderá também pesquisar pela Data da Aplicação ou o Turno; Para pesquisar um aplicador específico, preencha o campo CPF; Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

23 - Selecione a opção Relatórios/Emitir Contrato de Prestação de Serviços (Frequência) clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

24 Nesta tela o Coordenador de polo terá acesso à listagem contendo a frequencia, a ser assinada pelos colaboradores alocados no polo sob sua responsabilidade. - Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo deverá selecionar o nome do polo desejado; Após todas as aplicações, o coordenador de polo deverá imprimir esse relatório para que todos assinem.

25 Cada colaborador deverá conferir o número de aplicações e o valor e assinar no respectivo campo.
Ressaltamos aqui o campo Assinatura que deverá ser assinado por todos os colaboradores listados aqui. Este relatório impresso e assinado dever retornar dentro de um dos malotes. O pagamento será efetivado a partir deste documento. Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

26 - Selecione a opção Relatórios/Turmas alocadas clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

27 Nesta tela o Coordenador de Polo terá acesso a listagem contendo a relação das turmas por ele já alocadas aos aplicadores do polo sob sua responsabilidade. - Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo poderá selecionar o nome do polo que deseja listar; Perguntar se alguém tem alguma dúvida neste procedimento;

28 - Selecione a opção Relatórios/Turmas não alocadas clicando no menu, como pode ser observado no slide acima.

29 Nesta tela o Coordenador de Polo terá acesso a listagem contendo a relação das turmas, do polo sob sua responsabilidade, ainda não alocadas aos aplicadores. - Como já informado, os campos: Evento, UF Polo já virão preenchidos pelo sistema; O Coordenador de Polo poderá selecionar o nome do polo que deseja listar; Este relatório é muito útil pois permite a visualização do código de cada turma para inserção das informações de agendamento.

30 Tela de Acesso ao Sistema
Menu Controle de Aplicação

31 Depois de efetuada a autenticação (digitação do CPF e senha) do Coordenador Estadual ou Coordenador de Polo, é apresentada a tela para captação das informações referentes às aplicações. Observa-se que os dados como nome do usuário, função, polo/UF e CPF do colaborador que está acessando o módulo são exibidos pelo sistema; Esta é uma das principais funções do sistema, pois será através das informações aqui prestadas que os relatórios de acompanhamento serão atualizados. No término de cada dia de aplicação, o aplicador entregará o material ao coordenador de pólo que deve inserir as informações no sistema. Essa informações devem ser inseridas diariamente pois serão acompanhadas pelo coordenador estadual, subcoordenador, consórcio e INEP. Todas as informações para preenchimento desta tela deverão ser extraídas do Formulário de Controle de Aplicação; Digite o código da turma que consta no Formulário de Controle de Aplicação. Aqui temos duas possibilidades: Turma APLICADA ou Turma NÃO aplicada; Para a turma Aplicada deverá ser informada a quantidade de alunos presentes; Para gravar as informações sobre a aplicação, o botão deverá ser acionado. Esta ação irá efetivar a gravação no banco de dados das informações inseridas neste formulário e incluir esta nova turma na relação de Turmas cadastradas até o momento, conforme ilustra a figura abaixo.

32 Caso não seja possível a aplicação na turma deverá ser informada a razão da não aplicação.
Para gravar as informações sobre a aplicação, o botão Gravar Dados deverá ser acionado. Esta ação irá efetivar a gravação no banco de dados das informações relativas a aplicação naquela turma. O botão Finalizar controle de aplicação deverá ser acionado para finalizar a alimentação no sistema dos formulários de controle de aplicação. Vale ressaltar que o acionamento deste botão sem a devida gravação dos dados informados implicará na perda das informações ainda não gravadas.

33 Relatório Detalhado por Série
O relatório detalhado por série está disponível em três versões para cada série. O primeiro modelo por UF apresenta uma lista contendo todos os estados da federação, dividida em três colunas contendo o total de alunos previstos, a quantidade de alunos presentes e o percentual de alunos presentes em relação ao total de alunos previstos. Vale ressaltar que a coluna Alunos Presentes é atualizada de acordo com as informações prestadas na tela Controle de Aplicações.

34 Relatório Detalhado por Série
GERAL O relatório geral de acompanhamento online das aplicações é composto por 3 (três) conjuntos principais de colunas. A primeira é a ESTIMATIVA DE APLICAÇÃO, formada pelas colunas do 5º ano, do 9º ano, da 3ª série, e uma coluna de Total. Essas colunas apresentam dados estáticos que representam a estimativa de aplicação do SAEB e PROVA BRASIL 2011. O segundo e o terceiro conjuntos de colunas com o título APLICAÇÃO REAL e NÃO-APLICADOS (REAL) também são compostos pelas colunas do 5º ano, do 9º ano, da 3ª série, e uma coluna de Total. Esses grupos de colunas que estão em cores mais claras compõem os dados que serão atualizados automaticamente pelo sistema de acordo com as informações prestadas no formulário de Controle da Aplicação.

35 Relatório Detalhado por Série
Turmas NÃO aplicadas A coluna UF, grafada na cor azul no relatório geral de acompanhamento online, figura anterior, é um link para acesso ao detalhamento das aplicações que não foram possíveis. A figura abaixo apresenta um modelo de detalhamento de turmas não aplicadas, com as razões para a não-aplicação. Para acesso a este detalhamento, o usuário deve clicar na sigla da UF desejada. TECLE ENTER para FINALIZAR apresentação.

36 Todas essas informações constam no manual disponível no sistema
Bom trabalho!


Carregar ppt "Sistema Online Nesta apresentação serão detalhadas as telas do sistema online da Prova Brasil. Cada colaborador deve fazer o seu cadastro neste sistema."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google