A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A função social do crédito. 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 O economista bengalês Muhammad Yunus e o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A função social do crédito. 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 O economista bengalês Muhammad Yunus e o."— Transcrição da apresentação:

1 A função social do crédito

2 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 O economista bengalês Muhammad Yunus e o banco Grameen Bank, fundado por ele, ganharam o Prêmio Nobel da Paz 2006 por seu esforço para retirar milhões da pobreza, que lhe rendeu o apelido de "banqueiro dos pobres", anunciou o Comitê Norueguês do Nobel, em Oslo. Yunus, 66, estabeleceu, em 1976, um novo tipo de sistema bancário voltado para atender aos necessitados, particularmente mulheres, em seu país natal, Bangladesh, permitindo que os bengaleses iniciem pequenos negócios com maior facilidade. Com a iniciativa, ele foi o pioneiro de um modelo exaustivamente copiado por mais de cem países, dos Estados Unidos a Uganda.

3 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 "É uma grande alegria para mim e para meu país", disse Yunus em sua casa em Dhaka. "Agora, a guerra contra a pobreza atravessou o mundo e consolidará o combate à questão por meio do microcrédito em muitos países. Não deveria haver pobreza, em lugar nenhum", afirmou. Segundo o Comitê, a eliminação da pobreza é "um passo para a paz e democracia". "Uma paz duradoura não pode ser alcançada se a população não encontrar maneiras de sair da pobreza. O desenvolvimento econômico contribui para a democracia e os direitos humanos", diz o Comitê. "A erradicação da pobreza traz a paz real", disse Yunus, que pretende estar presente na cerimônia de entrega do prêmio, que acontece em dezembro em Oslo.

4 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 Em 1974, ao retornar de um período de estudos nos Estados Unidos, Yunus ficou chocado com a fome em Bangladesh e passou a visitar as vilas pobres para tentar achar uma solução. Em suas visitas, ele percebeu que muitas mulheres de vilarejos pobres tinham altas dívidas com agiotas e decidiu tentar persuadir o banco local a dar crédito regular aos moradores locais. Yunus enfrentou resistência dos dirigentes do banco, que argumentavam que não haveria garantia de que os beneficiados pobres conseguissem pagar suas dívidas. Em 1976, ele fundou seu próprio banco. Desde então, mais de US$ 5,7 bilhões foram emprestados pelo sistema de microcrédito em Bangladesh, dos quais US$ 5 bilhões foram pagos. Mais de 6,6 milhões de pessoas foram beneficiadas --96% delas mulheres.

5

6 Gastos desenfreados A falta de controle nos gastos e a sedução pelo consumo fácil viraram uma armadilha para quem tem menos de 30 anos. No guichê do serviço central de proteção ao crédito, Graziela descobriu que está com o nome sujo na praça e a dívida é muito maior do que imaginava. Você só vai perceber quando está aquela bola de neve, diz Graziela. Segundo a Federação do Comércio, 55% dos consumidores paulistanos estão endividados. A maioria dos devedores tem menos de 30 anos. Tenho 19 anos e gastei com telefone, supermercado e loja de roupas, conta Otília dos Santos, atendente. Parcelas no cartão, cheques pré-datados, empréstimos... Em pouco tempo, a soma das contas a pagar já está maior do que o salário. A gente pega o cartão e passa, na hora de comprar é uma maravilha, depois... é dívida pro ano inteiro, lamenta Camila Dias, auxiliar de escritório. Este consultor financeiro diz que os jovens são mais impulsivos na hora de comprar e acabam gastando com coisas que nem precisam. Adotando que o jovem ganhe R$1 mil: as parcelas que ele for somando nas compras, R$30,00 de um produto, R$40,00 de outro, não pode passar de 30%, quanto seria 30% dos mil? R$300,00, explica Marcos Crivelaro, consultor financeiro. Além de fazer as contas para não comprometer a maior parte do salário com dívidas, os especialistas dão outra dica: embora pareça difícil, é importante poupar - guardar um dinheiro por mês, mesmo que seja pouco. Vou levar um cofrinho, guardar uns trocadinhos porque pode precisar. A gente nunca sabe o dia de amanhã, diz Roseli Carvalho, dona de casa. O ideal é conseguir guardar todo mês. Hoje tenho uma dívida de R$5 mil e vou ter que pagar com muito trabalho, conclui Otília. Segundo os especialistas, o ideal é guardar pelo menos 10% do salário todos os meses.

7

8

9

10

11

12

13


Carregar ppt "A função social do crédito. 13/10/2006 Bengalês que criou micro-crédito ganha Prêmio Nobel da Paz 13/10/2006 O economista bengalês Muhammad Yunus e o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google