A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UM ESTUDO EXPERIMENTAL USO DE MVC Adriano da Silva Castro Guilherme Morisson Maycon Ferraz Braga Rodrigo Marangon.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UM ESTUDO EXPERIMENTAL USO DE MVC Adriano da Silva Castro Guilherme Morisson Maycon Ferraz Braga Rodrigo Marangon."— Transcrição da apresentação:

1 UM ESTUDO EXPERIMENTAL USO DE MVC Adriano da Silva Castro Guilherme Morisson Maycon Ferraz Braga Rodrigo Marangon

2 O que é MVC? O Model-view-controller (MVC) é um padrão de arquitetura de software. Separação entre os dados (Model) e o layout (View). Alterações feitas no layout não afetam a manipulação de dados. Separação das tarefas de acesso aos dados e lógica de negócio, lógica de apresentação e de interacção com o utilizador.

3

4 O Experimento Estudo caracterizado pelo maior controle do experimentador sobre: o ambiente; o participantes; o objeto do estudo. O experimentador pode: o alterar o valor de algumas variáveis de entrada; o observar os efeitos dessa mudança sobre aquilo que lhe interessa estudar.

5 O Experimento Resultados são mais confiáveis; Minimização dos efeitos que os fatores externos exercem sobre o estudo; Etapas: definição, planejamento, operação, análise e empacotamento.

6 Definição (GQM) Meta (goal): verificar se o uso do padrão MVC é o melhor para ser utilizado em Sistemas Web. Questões (question): o Há legibilidade no código? o Como fica a agilidade no desenvolvimento? o Qual é a incidência de erros no código? Métricas (metric): o A comparação entre as classes implementadas apresenta algum padrão? o Quanto tempo cada equipe gastou? o Após a entrega de cada módulo, utilizar-se-á do contador de erros do compilador para medir a incidência dos mesmos.

7 Planejamento Seleção do contexto: desenvolvimento de sistema utilizando MVC e não utilizando; Seleção dos participantes: 10 estudantes bem nivelados em termos de experiência em programação Java para Web; Seleção das variáveis: o n - Número de trechos de códigos semelhantes entre as classes; o t - Tempo gasto por cada equipe no desenvolvimento; o e - Número de erros indicado pelo compilador no final do desenvolvimento.

8 Planejamento (Formulação de hipóteses) o Hipóteses de Legibilidade: Em ambos os casos não houve diferenças quanto à legibilidade do código; Um caso possui maior legibilidade. o Hipóteses de Agilidade: Não houve diferenças quanto ao tempo gasto entre as duas equipes; Uma técnica permite a conclusão do projeto com menos tempo; o Hipóteses de Incidência de Erros: Não houve diferença no número de erros após a conclusão do projeto. Uma das técnicas reflete um menor número de erros ao final do projeto.

9 Próximas etapas no próximo trabalho...


Carregar ppt "UM ESTUDO EXPERIMENTAL USO DE MVC Adriano da Silva Castro Guilherme Morisson Maycon Ferraz Braga Rodrigo Marangon."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google