A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bragança Escola Secundária Miguel Torga Bragança Carla Pinto, Cristina Falcão, Eugénia Rocha, Noélia Vilas Boas – Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bragança Escola Secundária Miguel Torga Bragança Carla Pinto, Cristina Falcão, Eugénia Rocha, Noélia Vilas Boas – Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas."— Transcrição da apresentação:

1 Bragança Escola Secundária Miguel Torga Bragança Carla Pinto, Cristina Falcão, Eugénia Rocha, Noélia Vilas Boas – Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas Mata de S.Bartolomeu 8º Ano (A e B) – 46 alunos

2 O nosso bosque é rodeado por plantas espinhosas arbustivas (Prunus spinosa; Rosa pouzinii; Cratagus monogyna) e por arbustos da espécie Cistus laurifolius. O interior caracteriza-se pela dominância dos carvalhos da espécie Quercus pyrenaica, sendo por isso considerado um bosque de orla. Verifica-se que os carvalhos de menor porte não conseguem competir pela luz, com os de maior porte, assistindo-se ao autodebaste. Outras espécies de plantas presentes no interior identificadas são: Neottia nidus-avis; Lonicera perydimenum; Lilium martagom; Narcisus triandrus; Erythronium dens-canis. Foram encontradas várias espécies de líquenes foliáceos, filamentosos e gelatinosos, bem como, alguns exemplares de musgos. Relativamente à fauna foram observadas poucas espécies, tendo sido recolhidas exemplares de duas espécies: Helix aspersa; lumbricus terrestris.

3 Localiza-se a uma altitude de 800 metros e trata-se de uma vertente de montanha exposta a Norte, com um clima temperado de influência continental. As rochas aflorantes datam do pré-câmbrico e encontram-se metamorfizadas, o solo é orgânico e encontra-se completamente coberto pelo estrato herbáceo. Não encontramos vestígios de intervenções antrópicas apenas detectamos a presença de espécies agressivas como a Hera (Hedera helix).

4 Antes da visita: Preparação de uma apresentação para familiarizar os alunos com os conteúdos da visita; Organização de grupos de trabalho e distribuição de tarefas; Elaboração e distribuição de um guião de campo do aluno ao representante de cada grupo; Pesquisa de informação com base nos sites fornecidos, carta topográfica e carta geológica; Preparação de material para a visita. Durante a visita: Preenchimento do guião de campo com os elementos possíveis; Recolha de amostras e fotografias (fauna, flora, solo, rocha e paisagem) Após a visita: Tratamento dos dados/ amostras/ fotografias recolhidas; Preenchimento do guião de campo com base nos dados recolhidos e na informação previamente pesquisada.

5 Divulgação do projecto: Na comunidade escolar com apresentação das amostras (fauna, flora e litologia) recolhidas e identificadas; Apresentação das fotografias do bosque evidenciando a sua biodiversidade; Artigo sobre a actividade desenvolvida no Jornal da Escola; Apresentação do trabalho na III mostra de Ciência, Ensino, Tecnologia e Inovação promovido pela Ciência Viva de Bragança que decorrerá nos dias 26 a 28 de Maio.


Carregar ppt "Bragança Escola Secundária Miguel Torga Bragança Carla Pinto, Cristina Falcão, Eugénia Rocha, Noélia Vilas Boas – Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google