A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eclipses e Trânsitos Introdução à Astronomia Professor Basílio Santiago Carlos Felipe Christmann Stoll.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eclipses e Trânsitos Introdução à Astronomia Professor Basílio Santiago Carlos Felipe Christmann Stoll."— Transcrição da apresentação:

1 Eclipses e Trânsitos Introdução à Astronomia Professor Basílio Santiago Carlos Felipe Christmann Stoll

2 Eclipses Lunares - Penumbral: Lua está somente na penumbra da Terra. - Parcial: Parcialmente imersa na umbra e o restante na penumbra da Terra. - Total: Lua inteiramente imersa na umbra da Terra. Só acontecem na fase Cheia da Lua, são 3 tipos:

3 Fonte:

4 Eclipse penumbral lunar. Fonte: Fonte: Eclipse parcial lunar. Fonte: Eclipse total lunar.

5 Eclipses Solares Só acontecem na fase Nova da Lua, são 3 tipos: - Anelar: Lua está no ponto mais distante de sua órbita. Seu diâmetro aparente torna-se menor que o do Sol. - Parcial: Parte do disco solar está escondido pela Lua. - Total: Disco inteiro do Sol está atrás da Lua.

6

7 Eclipse solar anular/anelar. Eclipse solar parcial. Eclipse solar total. Fonte: Fonte: Fonte:

8 Inclinação da órbita da lua está inclinada 5,2° em relação a órbita da Terra Fonte:

9 Trânsitos Planetários - É o trânsito ou a passagem de um planeta através do disco da estrela em torno da qual orbita. - Da Terra é possível se observar somente o transito dos planetas internos: Mercúrio e Vênus. - A partir dos anos 90 é passa a se utilizar o trânsito dos planetas como técnica para se identificar exoplanetas. - O primeiro trânsito planetário observado, foi o trânsito de Mercúrio em 1631 pelo astrônomo francês Pierre Gassendi ( ).

10 Trânsito de Mercúrio - Ocorrem em média 13 trânsitos a cada século. - Órbita inclinada em 7° com relação a órbita da Terra. - Seus eclipses acontecem perto do dia 08 de maio (Afélio) – com 12 arcsec – e 11 de novembro (Periélio) – com 10 arcsec. - Os trânsitos de Novembro ocorrem em intervalos de 7, 13, ou 33 anos enquanto os trânsitos de Maio se repetem somente depois dos dois maiores intervalos.

11 Fonte:

12 Trânsito de Vênus - Desde a invenção do telescópio, já foram observados 6 trânsitos. Nos anos de (1631,1639, 1761,1769, 1874 e 1882). - Os trânsitos acontecem nos meses de Junho e Dezembro que é quando ele cruza os nodos de intersecção da órbita da Terra. - Seus intervalos são de 8; 121,5 e 105,5 anos

13 Inclinação do plano orbital de Vênus em relação ao da Terra. Fonte:

14 Fonte: Trânsito de Vênus sobre o sol em 08/06/2004

15 Exoplanetas - Planetas são muito pequenos em comparação às estrelas que orbitam - Seu trânsito interfere no brilho da estrela, porém não é capaz de eclipsar toda estrela. Causa a perda de, aproximadamente 1% no brilho. - A necessidade de coincidência geométrica do trânsito da estrela e sua observação dificulta a utilização desta técnica - Satélites em órbita buscam essa alteração no brilho das estrelas.

16 A diminuição do brilho ocorre assim que o trânsito se inicia, durando o tempo necessário para o planeta cruzar toda a imagem da estrela. Esse tempo vai depender da velocidade com que o planeta orbita, do tamanho da estrela e também do tamanho do planeta.

17 - Dia 27/12/2006 foi lançado o satélite COROT (COnvecção, ROtação e Trânsitos planetários). - Uma colaboração entre França, Áustria, Alemanha, Espanha e Brasil. - Os seus objetivos são o de detectar exoplanetas por trânsitos e estudar variações no brilho das estrelas causadas por pulsações (sismologia estelar). - Desde que está em órbita o satélite COROT já detectou trânsitos em mais de 25 estrelas, mas só cinco planetas foram confirmados até agora. Satélite CoRoT

18 Descobertas pelo satélite CoRoT - Observando a fraca atenuação da luz emitida pelas estrelas, durante eventos de trânsito exoplanetário, o observatório espacial CoRoT detectou seis novos exoplanetas e uma anã marrom, cada um com características próprias. - Um destes exoplanetas, chamado de CoRoT-11b, tem o dobro da massa de Júpiter e orbita uma estrela que está girando rapidamente. - A estrela CoRoT-11, a qual é monitorada pelo CoRoT, consiste em um alvo extremamente difícil para a busca de exoplanetas e esta descoberta representou uma conquista significativa para a equipe do programa CoRoT. Fonte:

19 CoRoT-7b Fonte: CoRoT-9b Fonte:

20 Satélite Kepler - Foi lançado no primeiro semestre de Ele gravará dados de centenas de milhares de estrelas. - Pode detectar um trânsito de um planeta como a Terra, que causa uma variação de brilho de menos que 0.01%, para as estrelas mais brilhantes do campo.

21 Kepler – 4b - Menor planeta descoberto pelo satélite. - Orbita a Estrela Kepler – 4 na constelação de Lyra mil anos luz. Fonte:


Carregar ppt "Eclipses e Trânsitos Introdução à Astronomia Professor Basílio Santiago Carlos Felipe Christmann Stoll."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google