A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROF. FABIO ESCARAMBONI A ERA VARGAS 8ª SÉRIE. Revolução de 1930 1932 – Revolução Constitucionalista 1934 – Constituição 1937 – Estado Novo Nova Constituição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROF. FABIO ESCARAMBONI A ERA VARGAS 8ª SÉRIE. Revolução de 1930 1932 – Revolução Constitucionalista 1934 – Constituição 1937 – Estado Novo Nova Constituição."— Transcrição da apresentação:

1 PROF. FABIO ESCARAMBONI A ERA VARGAS 8ª SÉRIE

2 Revolução de – Revolução Constitucionalista 1934 – Constituição 1937 – Estado Novo Nova Constituição 1945 – Queda do Estado Novo A Era Vargas

3 A Revolução de 1930 foi o movimento armado, liderado pelos estados de Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Sul, que culminou com o golpe de Estado, o Golpe de 1930, que depôs o presidente da República Washington Luís em 24 de outubro de 1930, impediu a posse do presidente eleito Júlio Prestes e pôs fim à República Velha.Minas GeraisParaíbaRio Grande do Sulgolpe de EstadoWashington Luís24 de outubro1930Júlio Prestes República Velha

4 Eleições de 1930 – Washington Luís lança Júlio Prestes a candidato, rompendo com Minas Gerais. Formou-se a Aliança Liberal que lança Getúlio D. Vargas a presidência e João Pessoa como Vice Vitória dos paulistas

5 Autoritarismo; Estrutura sindical corporativa; Implantação da Legislação Trabalhista; Nacionalismo econômico; Centralização Administrativa; Intervenção do Estado na economia; Crescimento da burocracia do Estado Departamento Nacional do café; Instituto do Açúcar e do Álcool; Instituto Nacional do Sal; Superintendência da Moeda e do Crédito; Conselho Nacional de Política Industrial e Comercial; Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (IBGE)

6 Governo Provisório

7 Fatores: A nomeação do Interventor João Alberto para governar São Paulo; (Levou a deflagração de um movimento armado); A tradicional Oligarquia paulista queria: o afastamento de Getúlio e a convocação imediata de uma Assembléia Nacional Constituinte; Formou-se uma Frente Única: que reuniu o Partido Republicano Paulista e o Partido Democrático; Consequência: manifestação contra o governo (09 de julho de 1932) Morte dos estudantes paulistas Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo (MMDC) O Movimento estendeu-se pelo Estado; Os combatentes paulistas acabaram se rendendo após três meses de luta

8 16 de julho; Instituiu o voto secreto; estabeleceu o voto obrigatório para maiores de 18 anos; propiciou o voto feminino; previu a criação da justiça do trabalho; previu a criação da justiça eleitoral; Nacionalizou as riquezas do país; federação/presidencialismo

9 AIB - Ação Integralista Brasileira Plínio Salgado – Líder (simpatizante do fascismo europeu). Objetivo: O grupo tentava mobilizar os setores mais conservadores em uma campanha contra os comunistas propondo algumas ações violentas e confrontos nas ruas. - Pretendiam estabelecer o controle do Estado sobre a economia. Doutrina nacionalista. Lema: Deus, Pátria e Família. Ideais: Negava a pluralidade dos partidos políticos e a representação individual dos cidadãos.

10 Contrárias a ideologia fascista; ANL – Aliança Nacional Libertadora (líder – Luís Carlos Prestes); Getúlio dissolveu a ANL – seus membros foram perseguidos; passaram a atuar na clandestinidade; Intentona Comunista: Revolta que não aconteceu; O governo Vargas perseguiu duramente qualquer manifestação de oposição política.

11 Plano Cohen foi um documento escrito pelo capitão integralista Olímpio Mourão Filho - na época membro do Serviço Secreto, a pedido de Plínio Salgado, líder da Ação Integralista Brasileira, de ideologia nacionalista, com a intenção de simular, supostamente para efeitos de estudo, uma revolução comunista no Brasil. O plano foi utilizado pelo governo federal com o objetivo de aterrorizar a população e justificar um golpe de Estado que permitiria a Getúlio Vargas perpetuar-se na Presidência do país.Olímpio Mourão FilhoPlínio Salgado Ação Integralista BrasileiraBrasilgolpe de EstadoGetúlio Vargas

12 Todos os poderes ficariam concentrados nas mãos do chefe de Estado; Ampliação do mandato presidencial para 6 anos; Fim da autonomia estadual e nomeação de interventores estaduais para governá-los; Foram suspensas as liberdades individuais; Criação da censura prévia; Instituição de pena de morte; Estado autoritário corporativo; Nacionalismo exacerbado; DIP – Departamento de Imprensa e Propaganda

13 Nova Constituição

14 Queda do Estado Novo

15

16 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO GOVERNO VARGAS

17

18 1 - (FUVEST – SP) Com respeito à Ação Integralista no Brasil, na década de 1930, é correto afirmar: a) Foi uma cópia fiel do fascismo italiano, inclusive nas cores escolhidas para o uniforme usado nas manifestações públicas. b) Foi um movimento sem expressão política, pois não tinham líderes intelectuais nem adesão popular. c) Tinha como principais marcas o nacionalismo, a base sindical corporativa e a supremacia do Estado. d) Elegeu católicos, comunistas e positivistas como antagonistas mais significativos. e) Foi um movimento financiado pelo governo getulista, o que explica sua sobrevivência.

19


Carregar ppt "PROF. FABIO ESCARAMBONI A ERA VARGAS 8ª SÉRIE. Revolução de 1930 1932 – Revolução Constitucionalista 1934 – Constituição 1937 – Estado Novo Nova Constituição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google