A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Como Vender mais o seu Artesanato para Exportação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Como Vender mais o seu Artesanato para Exportação."— Transcrição da apresentação:

1 Como Vender mais o seu Artesanato para Exportação

2 O que é Exportação? É a saída de mercadoria do território aduaneiro

3 Por que exportar artesanato? AUMENTO DA LUCRATIVIDADE DO ARTESÃO; APRIMORAMENTO DA QUALIDADE DO PRODUTO; IMPLANTAÇÃO DE MARCA E FORMAÇÃO DE NOME INTERNACIONAL; DIVERSIFICAÇÃO E ALARGAMENTO DE MERCADOS; DISTRIBUIÇÃO MAIS REGULAR DAS VENDAS; APRIMORAMENTO DO MARKETING DA EMPRESA; DESENVOLVIMENTO E /OU ABSORÇÃO DE TECNOLOGIA.

4 PONTOS FORTES PONTOS FRACOS OPORTUNIDADES AMEAÇAS O MERCADO PARE OK A ASSOCIAÇÃO Avaliação da Capacidade de Internacionalização

5 Ambiente Interno (empresa) Pontos FortesPontos Fracos Mãos habilidosas dos artesãos; Conhecimento profundo do que fazem; Ricas manifestações culturais; cada etnia produz as suas peças com uma marca característica; Farta matéria prima : palha de trigo, palha de milho, fibra de bananeira etc. Individualismo; Solução: fomentar a criação de cooperativas e associações e propiciar integração entre Estado e os municípios Ambiente Externo (mercado) OportunidadesAmeaças CEART;DRAGÃO DO MAR, FEIRA BEIRA MAR. SITE NA INTERNET, PARCERIAS E os mercados externos? Quando os produtos artesanais conseguem refletir a imagem do seu país e os desejos dos consumidores, eles passam a ter um valor estratégico na diferenciação competitiva. Novas concorrências INDUSTRIAIS; Descaracterização da arte de fazer à mão; Conceito do artesanato tradicional; Exemplos de Forças e Fraquezas (PFOA – SWOT)

6 IDENTIFICAR OFERTA MELHORAR PRODUTOS MELHORAR PROCESSOS CAPACITAR PRODUTORES AGREGAR VALOR DIVULGAR E PROMOVER COMERCIALIZAR MERCADO IDENTIFICAR DEMANDA PRODUÇÃO NÚCLEO DE INOVAÇÃO E DESIGN CENTRAL DE COMERCIALIZAÇÃO OFICINAEXPERIMENTAL DE PRODUÇAO Infra-estrutura para o produto externo

7 O QUE VOCÊ FAZ DE MELHOR, adaptado às expectativas e desejos do seu cliente! O que Exportar?

8 Como iniciar sua exportação? É aconselhável que se inicie a exportação com pequenos volumes, pois o artesão necessitará de um tempo para adquirir experiência e tornar seus produtos conhecidos internacionalmente. Você deve se dedicar com muito carinho ao primeiro pedido (lembre-se que um pedido puxa outro!) e, a partir daí, criar uma rotina de trabalho.

9 Classificação de Mercadorias Tabelas No Brasil (e demais países do Mercosul) a tabela é a Nomenclatura Comum do Mercosul - NCM, tapete de fibra vegetal – chapéu de palha fina – bordados, peças, tiras,motivos – estatuetas e outros objetos de ornamentação de madeira – redes de dormir

10 INCOTERMS International Commercial Terms Cláusulas contratuais, de uso corrente no comércio internacional, que procuram definir obrigações e direitos do exportador e importador.

11 INCOTERMS DAF DES DEQ DDU DDP PARTIDA TRANSPORTE PRINCIPAL NÃO PAGO TRANSPORTE PRINCIPAL PAGO CHEGADA Termos Internacionais de Comércio

12 Incoterms do Grupo D DDP Significa a condição de obrigação máxima do vendedor, que entrega a mercadoria ao comprador, desembaraçada para importação e não desembaraçada de qualquer meio de transporte. O vendedor suporta todos os riscos e custos, inclusive os direitos para importação no país de destino. Aplicável a qualquer meio de transporte. DDU O vendedor entrega a mercadoria ao comprador, não desembaraçada para importação, nem de qualquer meio de transporte chegado ao local de destino nomeado, suportando todos os custos e riscos até ali, menos quaisquer direitos devidos pelo ato de importação, como impostos, taxas e outros custos, que correm por conta do comprador. Aplicável a qualquer meio de transporte (se marítimo, utiliza-se DES ou DEQ).

13 Preço de Exportação

14 Custos para exportar encomenda de 30kg com valor de R$ 5.000,00 DESPESA (R$) Regime de exportação Comum Exporta Fácil Despachante260,00 Taxa expediente35,00 S.D.A.130,00 Cert. origem (FIESP)50,00 Transporte até aeroporto100,00 Taxas aeroportuárias30,00 Despesas de câmbio250,00120,00 TOTAL885,00170,00

15 Regime Simplificado de Exportação REGIME COMUMREGIME SIMPLIFICADO DDE – Declaração de Despacho de Exportação DSE – Declaração Simplificada de Exportação ACIMA DE US$50.000ATÉ US$

16 Formas de comercialização Parcerias com Clientes dos Correios

17 Formas de Pagamento da Exportação BOLETO DE CÂMBIO; CARTÃO DE CRÉDITO; VALE ELETRÔNICO INTERNACIONAL; ANTECIPADO; CONTRATO DE CÂMBIO; CARTA DE CRÉDITO; DINHEIRO CERTO;

18 O Serviço de Exportação dos Correios

19 O que é Exporta Fácil? Desenvolvido pelos Correios com apoio da Receita Federal, Banco Central, Secex/MDIC, Camex e outros órgãos relacionados ao Comércio Exterior; Atuação no âmbito da IN 611/2006 da SRF – regulamenta o Regime Simplificado das Exportações; Isenção do Registro de Exportadores e Importadores; Dispensa RE; Isenção da Contratação do Câmbio; e Assegura todos os incentivos fiscais de uma exportação padrão. É uma solução logística baseada na simplificação do processo exportador brasileiro

20 Os CORREIOS têm, em parceria com a Secex/MDIC, a maior rede de agentes de comércio exterior que ajudam na formação do exportador Quem pode utilizar o Exporta Fácil? Empresas de qualquer porte Pessoas físicas (desde que não se caracterize habitualidade) Artesãos e agricultores

21 Caso de sucesso do Artesanato O artesão Francisco Walderi já usou o serviço Exporta Fácil mais de 5 vezes, sua primeira postagem começou em novembro de 2008 na cidade de Pacoti – Ceará. O produto exportado é bolsa de madeira, jogo americano, porta guardanapo e porta-copo.

22 O ARTESÃO

23 O Espaço Exportador em Pacoti AGÊNCIA POSTAL DE CORREIOS

24 O PRODUTO EXPORTADO

25 A LOGISTÍCA EXPORTA FÁCIL

26 A EMBALAGEM

27 Isso é possível porque os Correios estão em todos os municípios brasileiros De onde posso enviar? O Exporta Fácil está disponível em todas as agências dos CORREIOS Agências em cidades com cultura exportadora são especialmente preparadas Novas agências podem ser especializadas mediante solicitação do exportador De qualquer lugar do Brasil

28 No Exporta Fácil, o desembaraço alfandegário pela Receita Federal é feito de forma centralizada, no ponto de saída da mercadoria Para onde posso enviar? Associações comerciais e industriais, além de organismos governamentais, podem ajudar na prospecção de novos mercados importadores O Exporta Fácil está disponível para 200 países Para qualquer lugar no mundo.

29 Características das remessas Admite exportações no valor de atéUS$ ,00 por remessa Podem ser feitas quantos pacotes forem necessários Admite pacotes de até 30kg O peso pode variar conforme o tipo de serviço e o país de destino A soma das três dimensões do pacote deve ser menor ou igual a 1,5 metros Aceita customização das remessas De maneira geral, os CORREIOS não transportam nenhuma substância classificada como perigosa pela IATA

30 Segmentação de produtos COURRIEREXPRESSO STANDART SERVIÇO UNIVERSAL PRIORITÁRIO ECONÔMICO VELOCIDADE NIVEL DE SERVIÇO

31 Modalidades de remessa MODALIDADECARACTERÍSTICASPRAZOS Sedex Mundi Indicada para o exportador que tem como maior necessidade a urgência de entrega. Essa modalidade possui prazo garantido para as principais cidades do mundo. Expressa (EMS) Ideal para o exportador que tem pressa de ganhar o mundo. Entrega variando a partir de 2 dias úteis, conforme as cidades de origem e de destino da remessa. Leve Prioritária Indicada para o exportador que prioriza o prazo sem desconsiderar o preço para objetos de até 2kg e valor máximo de R$1.000,00. Entrega estimada a partir de 5 dias úteis, variando conforme as cidades de origem e de destino da remessa. Econômica Indicada para o exportador que busca o menor preço Entrega estimada a partir de 15 dias úteis, conforme as cidades de origem e de destino da remessa. Leve Econômica É a forma mais econômica de envio de mercadorias e objetos, de até 2kg e valor máximo de R$1.000,00. Entrega estimada a partir de 15 dias úteis, conforme as cidades de origem e de destino da remessa.

32 A logística de exportação dos Correios De qualquer lugar do Brasil para qualquer lugar do mundo Exportador Importador Centralizador em São Paulo Alfândega atua dentro da unidade dos Correios Os Correios - representante do exportador para a RFB

33 Simulação de Preço

34 Nomenclatura Comum do Mercosul

35

36

37 Modelo de Fatura Pro forma

38 Classificação dos produtos pela Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM)

39 Informações detalhadas dos 217 Países

40 Rastreamento Internacional (Track and Tracing)

41 Exemplo de resultado do rastreamento

42 AWB – SEDEX MUNDI

43 Campos de preenchimento somente quando for exportação comercial AWB – OUTROS SERVIÇOS

44 Consultor Virtual Fale Conosco: atendimento ao cliente via Call Center: serviço de atendimento com discagem gratuita pelo telefone: Funciona todos os dias, 24h. FAQ (Frequently Asked Questions): dúvidas mais freqüentes.

45 Consultor local COMÉRCIO EXTERIOR FONE: PESSOA DE CONTATO: Silvana Vidal – Assistente de Comércio Exterior Edina Nogueira – Gestão de Negócios Internacionais

46 OBRIGADA !!! Palestrante: Silvana Vidal Assistente de Comércio Exterior Tel.:


Carregar ppt "Como Vender mais o seu Artesanato para Exportação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google