A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Figuras de Linguagem Exemplos. Figuras sonoras Aliteração A boiada s e c a Na enxurrada s e c a A trovoada s e c a Na enxada s e c a S egue o s e c o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Figuras de Linguagem Exemplos. Figuras sonoras Aliteração A boiada s e c a Na enxurrada s e c a A trovoada s e c a Na enxada s e c a S egue o s e c o."— Transcrição da apresentação:

1 Figuras de Linguagem Exemplos

2 Figuras sonoras

3 Aliteração A boiada s e c a Na enxurrada s e c a A trovoada s e c a Na enxada s e c a S egue o s e c o s em s a c ar que o caminho é s e c o sem sacar que o espinho é seco sem sacar que seco é o Ser Sol S em s a c ar que algum espinho s e c o s e c ará E a água que s a c ar s erá um tiro s e c o E s e c ará o s eu destino s e c a Marisa Monte e Carlinhos Brown

4 Assonância Sugas Cane Fields Forever - Caetano Veloso [...] Sou um mul a to n a to No sentido l a to Mulato democr á tico do litor a l

5 Paronomásia Menina, amanhã de manhã - Tom Zé [...] Menina a felicidade é cheia de gr aça é cheia de lata é cheia de praça é cheia de tr aça. Menina, a felicidade é cheia de p a no, é cheia de pena é cheia de sino é cheia de s o no. Menina, a felicidade é cheia de a no é cheia de Eno é cheia de hino é cheia de O NU.

6 Figuras de palavras Bebi Coca-cola. Ficaram sem teto. Respeite-lhe os cabelos brancos. A suástica ainda paira sobre a Europa. Metonímia

7 Metáfora O samba é o pai do prazer O samba é filho da dor. (Caetano Veloso) Pelos vales de teus olhos de claras águas antigas meus sonhos passando vão (Cecília Meireles) Sua boca é um cadeado E meu corpo é uma fogueira. (Chico Buarque)

8 Catacrese O pé da mesa estava quebrado. Não deixe de colocar dois dentes de alho na comida. A cabeça do prego está torta. A asa da xícara quebrou-se. Sentou-se no braço da poltrona para descansar. Ele já compôs a cabeça do samba.

9 Sinestesia "Vamos respirar o ar verde do outono" (respirar = olfato / verde = visão, no sentido das cores) "Sempre havia, ao amanhecer, uma cor estridente no horizonte" (Giuliano Fratin) (cor = visão / estridente = audição) "Era uma sonoridade aveludada como a superfície de uma flor" (Giuliano Fratin) (sonoridade = audição / aveludada = tato) "Ele costumava sentir um odor agridoce durante as manhãs" (Giuliano Fratin) (odor = olfato / agridoce = paladar) "Por lá, até o som tinha a cor do bronze" (Giuliano Fratin) (som = audição / cor do bronze = visão) "Como era áspero o aroma daquela fruta exótica" (Giuliano Fratin) (áspero = tato / aroma = olfato)


Carregar ppt "Figuras de Linguagem Exemplos. Figuras sonoras Aliteração A boiada s e c a Na enxurrada s e c a A trovoada s e c a Na enxada s e c a S egue o s e c o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google