A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

APRESENTAÇÃO Controle de Demanda Palestrante: César Lapa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "APRESENTAÇÃO Controle de Demanda Palestrante: César Lapa."— Transcrição da apresentação:

1 APRESENTAÇÃO Controle de Demanda Palestrante: César Lapa

2 CLASSIFICAÇÃO DOS CONSUMIDORES -Subgrupo A1: 230 kV ou mais -Subgrupo A2: 88 kV a 138 kV -Subgrupo A3: 69 kV -Subgrupo A3a: 30 kV a 44 kV -Subgrupo A4: 2,3 kV a 25 kV -Subgrupo AS: Subterrâneo CONSUMIDORES HORO- SAZONAL

3 CONCEITOS BÁSICOS - Horário da ponta; - Horário fora de ponta; - Demanda Contratada Ponta; - Demanda Contratada Fora de Ponta;

4 DEMANDA - Presente em Contratos de Energia que são Binômios; Definição de Demanda: É o resultado da divisão do consumo de energia pelo tempo de medição, sendo que, para o faturamento este tempo é de 15 minutos; Demanda Contratada: É o valor de demanda a ser obrigatória e continuamente disponibilizada pela concessionária, conforme valor e período de vigência do contrato. Este valor, que é contratado pelo consumidor, deverá ser pago à concessionária, seja ou não utilizada.

5 MEDIÇÃO DA DEMANDA Medidores Eletrônicos para medições THS; Em 30 dias são registrados 2880 intervalos de demanda; Os valores da Demanda Contratada são observados em todos os intervalos. 260 Int. Ponta 2620 Int. F.Ponta }

6 ULTRAPASSAGEM DE DEMANDA Quando o consumidor ultrapassa os valores de demanda contratada junto a Concessionária de Energia Elétrica há incidência de multas por ultrapassagem.

7 Exemplos de cálculos de multa por ultrapassagem Exemplo Consumidor A4 Horo Sazonal Azul Tarifas - COPEL

8 Cálculo da Multa: Fora de Ponta Demanda Contratada com tolerância = 840 KW Demanda Registrada = 835 KW Valor da conta de demanda 835 KW x 9,36 R$/KW = R$ 7.815,60 Não há ultrapassagem

9 Cálculo da Multa: Ponta Demanda Contratada com tolerância = 525 KW Demanda Registrada = 530 KW Valor da conta de demanda 500 KW x 28,74 R$/KW = R$ ,00 Multa 30 KW x 86,22 R$/KW = R$ 2.586,60

10 EVITAR ULTRAPASSAGENS = CONTROLAR A DEMANDA

11 MEDIÇÃO DE DEMANDA Adaptação do Disco do Medidor com Marcas Pretas SENSOR ÓTICO min. Pulsos Pulsos x Constante do medidor = KWh

12 PROJEÇÃO DA DEMANDA Demanda Projetada = X Pulsos x 15min x CTE Medidor Instante T min. X Pulsos I Instante T Demanda Projetada = X Pulsos x K Instante T SENSOR ÓTICO

13 Demanda Projetada D P = X x K T Pulsos Tempo Modelo Matemático: Equação da Reta que passa pela origem DP =

14 Demanda Contratada Modulação de Cargas T = 15 minutos

15 T Demanda Contratada Resíduo D P = K + R Modelo Matemático: Equação da peta que não passa pela origem.

16 JANELA MÓVEL

17 Realiza a atuação sobre cargas ativas de forma a evitar a ultrapassagens da demanda. MODOS DE ATUAÇÃO SOBRE CARGAS Desligamento (Contato Seco) Redução (Sinais de Corrente) AÇÕES A SEREM TOMADAS Selecionar as cargas a serem controladas; Infraestrutura para conexão das cargas que serão controladas ao controlador de demanda; Solicitar a Concessionária a liberação do sinal de pulsos; AÇÕES PARA IMPLEMENTAÇÃO DE UM CONTROLADOR DE DEMANDA CONTROLADOR DE DEMANDA

18 CAMINHO DOS PULSOS

19 CONTRATO DE CESSÃO DE PULSOS Trata-se de um serviço cobrado pela distribuidora; Neste contrato, a distribuidora se isenta de qualquer prejuízo causado ao consumidor em uma eventual falha nos pulsos oriundos do medidor; A distribuidora exige uma conexão totalmente isolada entre a saída de pulsos do seu medidor e sistema de gerenciamento de energia;

20 CONTROLE DE DEMANDA MODULAÇÃO DE CARGAS Resultado inferior a Demanda Contratada

21 GRÁFICOS SEM CONTROLE

22 COM CONTROLE GRÁFICOS

23 GERENCIAMENTO DE ENERGIA E UTILIDADES


Carregar ppt "APRESENTAÇÃO Controle de Demanda Palestrante: César Lapa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google