A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Operativo em Ambiente Gráfico. Sistema Operativo Um Sistema Operativo é um conjunto de aplicações informáticas que se destina a permitir a interface.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Operativo em Ambiente Gráfico. Sistema Operativo Um Sistema Operativo é um conjunto de aplicações informáticas que se destina a permitir a interface."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Operativo em Ambiente Gráfico

2 Sistema Operativo Um Sistema Operativo é um conjunto de aplicações informáticas que se destina a permitir a interface entre o utilizador e o hardware. Hardware Software de sistema Software de aplicações

3 Sistema Operativo Um dos primeiros sistemas operativos era o MS- DOS. A interface de texto, era pouco intuitiva, exigia total correcção na digitação dos comandos e perfeito conhecimento do que cada um deles fazia. A utilização dos PC continuava assim restrita a um número reduzido de utilizadores restritos.

4 Sistema operativo Falar em sistemas operativos gráficos hoje em dia é falar fundamentalmente no Windows, cuja última versão é o Windows Vista. Outros sistemas operativos gráficos mais utilizados, são por exemplo o Linux.

5 Sistema operativo Windows Foi com a evolução dos sistemas operativos com interface gráfica que o uso dos PC se popularizou, já que a facilidade de utilização se tornou imensa. Sistema Operativo Windows Ano Versão NT NT498Me 2000 XPServer 2003 Vista

6 Sistema operativo Windows Existem vários versões de sistemas operativos Windows, dependendo da utilização que se quer dar ao computador. Assim, existem as versões: Home, para utilizadores domésticos; Professional, para empresas e ambientes profissionais Para além disso, existem também vários tipos de sistemas operativos, como é o caso do Windows 2003 Server, aplicado à gestão de redes informáticas.

7 Características inovadoras do Windows Multitarefa protegida – podem ser corrigidos simultaneamente vários programas sem se prejudicarem ou interferirem mutuamente. Nomes longos para ficheiros e directórios – os utilizadores podem escolher o nome que desejarem. Total protecção dos ficheiros fundamentais do sistema – impedindo bloqueios totais quando uma aplicação tentava dominar o sistema. Facilidade de utilização em redes – criação, manutenção, e troca de utilizadores intuitiva e fácil. Facilidades multimédia – possibilidade de ler vídeo digital e ficheiros de som. Melhor transferência de dados – é muito simples ligar computadores ente si e ou à internet. Plug and Play – O sistema operativo (desde que o sistema operativo obedeça a esta norma) configura todos os periféricos que detectar no arranque, ou ao ser ligado, evitando bloqueios e problemas ao utilizador. Jogos – os jogos correm muito melhor, aproveitando ao máximo as características multimédia do sistema operativo. Reciclagem – uma salvaguarda para o apagar definitivo de pastas e ficheiros.

8 A interface gráfica A interface gráfica do Windows baseia-se no conceito de simular um ambiente de escritório, especificamente a mesa de trabalho, onde teremos à disposição todos os utensílios necessários para desempenhar as tarefas normais de um escritório. Como por exemplo: uma calculadora, uma folha de papel para escrever, uma folha de papel para desenhar…

9 Ambiente de trabalho Iniciar Ambiente de trabalho Barra de tarefas Ícones Atalhos

10 A interface gráfica Uma das grandes vantagens de um sistema operativo baseado na interface gráfica com janelas, como o Windows, é a de permitir trabalhar com várias aplicações ao mesmo tempo, podendo-se transportar informação de uma para outra de forma muito simples e intuitiva. Convém ter uma noção de como a informação é armazenada num computador, pelo que se torna necessário definir dois termos fundamentais – pasta e ficheiro.

11 Ficheiros Ficheiros são as unidades-base de todo o sistema informático a nível de organização. Um ficheiro é composto por duas partes separadas por um ponto: pelo nome e por uma extensão de 3 caracteres. Exemplos: config.exe, teste.doc ou index.html. As extensões identificam o tipo de ficheiro.

12 Pastas As pastas agrupam conjuntos de ficheiros ou de outras pastas. Há assim uma espécie de arquitectura em árvore que nos dá uma visão da maneira como a informação está armazenada. É nas unidades de memória de massa, ou drives, que são guardados todos os ficheiros e pastas. No Windows as drives são identificadas por letras de A a Z.

13 Ambiente de trabalho As janelas, como objectos gráficos que são, podem ser dimensionados a gosto do utilizador. Para tal, basta posicionar o cursor do rato numa das linhas limite da janela, clicar e arrastar para o lado desejado. Se quisermos mover a janela para outro local do ambiente de trabalho, basta clicar na barra de título, e arrastar para o sitio pretendido.

14 Criar atalhos O ambiente de trabalho é o local ideal para colocar os atalhos dos programas que usamos mais frequentemente.

15 Ajuda No caso de haver necessidade de obter informação sobre qualquer tópico do Windows, pode-se recorrer à Ajuda.

16 Explorador do Windows O Explorador do Windows é uma aplicação para trabalhar com pastas e ficheiros. Podemos criar, renomear, eliminar e mover pastas e ficheiros. Há várias formas de visualizar o conteúdo de uma pasta ou drive que estão listadas.

17 Explorador do Windows A opção Ícones muito grandes é muito útil quando se visualizam gráficos ou fotografias, pois apresenta uma miniatura da imagem. As opções Mosaicos, Ícones e Lista são muito semelhantes: apresentam as pastas como ícones e os ficheiros com ícones específicos da aplicação que os criou, diferindo apenas no tamanho dos ícones, maiores na opção Mosaico. A opção Detalhes dá toda a informação possível sobre as pastas e ficheiros.

18 Trabalhar com ficheiros de uma pasta seleccionada Ao clicarmos sobre um ficheiro com o botão direito do rato, podemos trabalhar com alguns tópicos do mesmo.

19 Copiar e mover ficheiros O acto de mover ficheiros faz com que os ficheiros seleccionados sejam transferidos da pasta de origem para a pasta de destino, deixando de existir na pasta de origem. Atenção: Cuidado para não moveres ficheiros do sistema ou ficheiros próprios da aplicação. Se o fizermos, o Windows ou a aplicação específica poderão deixar de funcionar.

20 Mover ficheiros O primeiro passo para mover ficheiro(s) é seleccionar o(s) ficheiro(s) a ser(em) copiados. Após a selecção, clica sobre um dos ficheiros que estão marcados, não soltes o botão esquerdo do rato e arrasta-o (movimenta) até à pasta de destino. Chegando à pasta de destino, solta o botão do rato.

21 Copiar ficheiros O 1º passo para a cópia é seleccionar o(s) ficheiro(s) a ser(em) copiados. Neste caso temos três formas de selecção: Um único ficheiro: clica uma vez sobre ele; Ficheiros seguidos: clica uma única vez sobre o 1º ficheiro, prime shift sem a soltar e clica sobre o último ficheiro da sequência; Ficheiros que estão espalhados pela pasta: clica no 1º ficheiro a ser copiado, prime Ctrl e não a soltes, clicando agora nos outros ficheiros a serem copiados.

22 Apagar uma pasta inteira com todo o seu conteúdo Para apagar uma pasta inteira com todo o seu conteúdo, basta marcar a pasta, e em seguida pressionar Delete, ou clicar com o botão direito do rato e escolher a opção Eliminar.

23 Criar pastas ou divisões de pastas Se quiseres criar no disco duro uma nova pasta, clica sobre a unidade C:, em seguida, no menu superior do Explorador, clica em Ficheiro > Novo > Pasta. Após clicares em Pasta, surge um ícone onde terás que digitar o nome da nova pasta. Para criares uma subdivisão de pasta, deverás seguir o mesmo procedimento, mas neste caso, seleccionar a pasta a receber a subpasta.

24 Explorador do Windows Os discos amovíveis (pen disk, discos externos, cartões de memória, etc), são úteis no que diz respeito a cópias de segurança ou transporte de informações entre computadores. A forma de se trabalhar com estes discos é praticamente a mesma de trabalharmos com o disco duro, principalmente no que diz respeito à criação de pastas, cópia de ficheiros, etc. Se clicarmos com o botão direito do rato em cima da drive a que corresponde o disco amovível, abre-se um menu com uma panóplia de opções, em que se incluem por exemplo a opção Formatar, Explorar, Abrir, Criar Atalho, Propriedades, etc.

25 Configurar a Barra de tarefas e o Menu Iniciar Podemos também alterar algumas opções de apresentação da Barra de tarefas e do Menu Iniciar. Esta opção fica acessível quando se clica com o botão direito do rato em cima da Barra de tarefas. Podemos bloquear a barra de tarefas. Podemos ocultar a barra de tarefas. Agrupar botões semelhantes, etc

26 Configurar o Menu Iniciar Neste separador poderá alterar algumas configurações, podemos escolher o esquema do Windows Vista ou então o esquema clássico. Permite também escolher quantas aplicações aparecem no menu iniciar, se os ícones são grandes ou pequenos, etc.

27 Configurar e personalizar o sistema operativo A configuração do sistema operativo é feita através do Painel de Controlo. O Painel de Controlo contém os ícones de todas as aplicações usadas para configurar o computador, desde o adicionar de hardware até comandos de voz.

28 Configurar aspectos do monitor Clique no botão Personalização no Painel de Controlo. E na janela que surge escolha um dos aspectos que queira configurar no monitor. Podemos configurar: As cores e aspecto das janelas O Fundo do Ambiente de trabalho A Protecção de ecrã Os Sons Os Ponteiros do Rato Os Temas As Definições de Visualização

29 Adicionar ou remover programas Clique no Painel de Controlo e escola a opção Programas e Funcionalidades. Esta aplicação permite não só remover ou adicionar programas, mas também componentes do Windows. Para remover um programa basta seleccioná-lo na janela principal e clicar no botão Desinstalar.

30 Sistema Clique no Painel de Controlo e escolha a opção Sistema. Esta aplicação, além de fornecer informação muito completa sobre o computador, permite configurar componentes, adicionar hardware e obter informações sobre todos os elementos ligados ao computador no separador Gestor de Dispositivos.

31 Software de produtividade pessoal O pacote de software de produtividade pessoal engloba um processador de texto, uma folha de cálculo, um programa de apresentação, um programa de , um programa de gestão de base de dados e, por vezes, um programa de construção e gestão de sítios na Web. A suite Office da Microsoft engloba: Word (Processador de texto); Excel (Folha de cálculo); PowerPoint (Apresentação electrónica); Outlook (Gestão pessoal e correio electrónico); Access (Gestão de Bases de dados); FrontPage (Construção e gestão de sítios na Web). As interfaces são muito semelhantes, de tal forma que quem souber trabalhar com uma, está habilitado a trabalhar rapidamente com qualquer uma das outras.

32 Acessórios Embora não integre de raiz um pacote de produtividade pessoal, o Windows Vista traz uma série de aplicações que possibilitam a escrita de documentos, o tratamento de desenhos e a realização de cálculos. Acede-se a este grupo de aplicações através do menu Iniciar > Todos os programas > Acessórios Exemplos de acessórios: Bloco de Notas WordPad Paint Calculadora

33 Ferramentas do sistema O sistema operativo possui outra série de utilitários que se destinam a manter o sistema na melhor forma possível. Para aceder a este conjunto de aplicações deve-se clicar no menu Iniciar > Todos os programas > Acessórios > Ferramentas do sistema

34 Cópia de Segurança Ao clicar na aplicação Estado e Configuração da Cópia de Segurança, abre- se um assistente que nos acompanha em todo o processo. As opções avançadas permitem configurar de forma personalizada todo o processo, deste tipo de compressão usado, passando por verificação de dados e cópia integral.

35 Desfragmentador de disco O Desfragmentador de disco é um utilitário que deve ser executado com alguma frequência. Organiza a informação dentro do disco duro, Elimina os espaços em branco de memória Aumenta significativamente a performance do sistema. Basta aguardar algum tempo, dependente da fragmentação e do tipo de disco, e verificar mesmo visualmente a diferença entre antes da desfragmentação e depois.

36 Limpeza do disco A aplicação Limpeza do disco destina-se a eliminar ficheiros e pastas que não são necessários para o funcionamento do sistema, libertando assim espaço. São normalmente ficheiros e pastas temporários e acessórios e/ou aplicações que foram instalados pelo Windows e não são necessários. Para além de libertar espaço em disco, pode acelerar a abertura e o fecho do Windows, evitando o carregamento, e consequente fecho, de programas ou controladores desnecessários.

37 Compactador de ficheiros De grande utilidade para organizar espaço e facilitar o transporte de informação, o Compactador de ficheiros é uma aplicação que compacta/comprime os ficheiros, tornando-os mais pequenos que o ficheiro original. Clique com o botão direito do rato no(s) ficheiro(s) que quer compactar e escolha Enviar para > Pasta comprimida. Por exemplo, um ficheiro que ocupava KB no disco passou a ocupar apenas KB, mantendo todas as suas características originais.


Carregar ppt "Sistema Operativo em Ambiente Gráfico. Sistema Operativo Um Sistema Operativo é um conjunto de aplicações informáticas que se destina a permitir a interface."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google