A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas Distribuídos Prof. Gleison Medeiros Setembro/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas Distribuídos Prof. Gleison Medeiros Setembro/2010."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas Distribuídos Prof. Gleison Medeiros Setembro/2010

2 SUMÁRIO 1.Introdução e Caracterização de Sistemas Distribuídos 2.Modelos de Sistemas 3.Redes de Computadores e Interligação 4.Comunicação entre processos 5.Objetos Distribuidos e RMI 6.Segurança 7.Serviços de Nomes 8.Serviços Web 9.CORBA 10.Sistemas Multimídia Distribuídos 11.P2P e Computação Móvel

3 Serviços WEB 5.1. Introdução 5.2. Serviços WEB 5.3. Descrição de serviço e IDL para serviços web 5.4. Aspectos de Segurança XML 5.5. Coordenação de Serviços WEB

4 Serviços WEB 4.1. Introdução Um serviço web ( web service) fornece uma interface de serviço que permite aos clientes interagirem com servidores de uma maneira mais geral do que acontece com navegadores web. Os clientes acessam as operações na interface de um serviço web por meio de requisições e respostas formatadas em XML e normalmente transmitidas em HTTP.

5 Serviços WEB 4.1. Introdução Qual a diferênça entre, Servidores WEB e WEB Services.? Os web services retornam o modelo no qual um cliente específico da aplicação interage pela internet com um serviço que possui um interface funcionalmente especializada. O protocolo SOAP especifica as regras do uso do XML para empacotar mensagens (requisição e resposta)

6 Serviços WEB 4.1. Introdução O Protocolo SOAP (Simple Object Access Protocol) é usado para encapsular essas mensagens e transmiti- las por HTTP ou outro protocolo. (TCP ou SMTP).

7 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Uma interface de um WS, consiste em um conjunto de operações que podem ser usadas por um cliente na internet. Ex. Programas, Objetos ou Banco de dados;

8 Serviços WEB 4.1. Serviços Web A principal característica da maioria dos serviços web, é q eles podem processar mensagens SOAP formatadas em XML.

9 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Combinação de Serviços WEB; O fornecimento de uma interface de serviço permite que suas operações sejam combinadas com as de outros serviços para fornecer nova funcionalidade. Ex. o uso de um agente de viagens para fornecer outros serviços diretamente ao cliente.

10 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Esse serviço pode fornecer tanto o padrão de comunicação síncrona com o padrão de comunicação assíncrona. Em geral, os serviços web usam um padrão de comunicação de requisição e resposta síncrona com seus clientes.

11 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Nenhum modelo de programação em particular; Os serviços web são projetados para suportar computação distribuída na internet, onde são usadas muitas linguagens de programação diferentes.

12 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Representação de mensagens; Tanto protocolo SOAP quantos os dados que ele transporta são representados em XML. As representações textuais ocupam mais espaço que as binárias e exigem mais tempo para processar. qual a vantagem?

13 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Referência de serviço; Em geral cada serviço WEB tem um URI, o qual os clientes utilizam para se referirem ao serviço. O URL é a forma mais frenquente usada de URI. Neste caso seu URN pode ser alterado de Tempos em tempos. Para obter seu novo URL, devem se fazer buscas por URN.

14 Serviços WEB 4.1. Serviços Web Transparência; Ao contrário dos middleware que protegem o programador dos detalhes da representação e do empacotamento dos dados, o serviços web, no nível mais simples, clientes e servidores podem ler e gravar suas mensagens diretamente em SOAP, usando XML

15 Serviços WEB 4.1. Serviços Web SOAP; O protocolo SOAP, é projetado para permitir tanto interação cliente-servidor como assíncrona na internet. ele define um esquema para o uso do XML para representar o empacotamento da mensagens de requisição e reposta; Era baseado em HTTP, hoje pode ser transportado tanto em SMTP como em TCP;

16 Serviços WEB 4.1. Serviços Web SOAP; O protocolo SOAP, é projetado para permitir tanto interação cliente-servidor como assíncrona na internet. ele define um esquema para o uso do XML para representar o empacotamento da mensagens de requisição e reposta; Era baseado em HTTP, hoje pode ser transportado tanto em SMTP como em TCP;

17 Serviços WEB 4.5 Aspectos de segurança XML A segurança da XML consiste em um conjunto de projetos relacionados do W3C para assinatura, gerenciamento de chaves e criptografia ; É destinada para o trabalho cooperativo pela internet, envolvendo documentos cujo o conteúdo talvez precise ser autenticado ou cifrado; Normalmente esses documentos são criados, trocados, modificados e armazenados por uma série de usuários

18 Serviços WEB 4.5 Aspectos de segurança XML Ws-Security é outra estatégia de segurança relativa à aplicação de integridade de mensagem, confidencialidade da mensagem e autenticação da mensagem SOAP; Exemplo: Considere um documento contendo os registros médicos A segurança é do canal ou do documento??

19 Serviços WEB 4.5 Aspectos de segurança XML Isso é possível na XML, ou em outros formatos de documentos estruturados nos quais podem ser usados metadados (tags). Essa segurança depende de novas tags adicionadas ao docuemento, marcando início e fim dos dados cifrados ou assinados. Uma vez essa segurança sendo estabelecida no documento, o mesmo pode ser enviado até por multicast;

20 Serviços WEB 4.5 Aspectos de segurança XML Requisitos básicos para segurança. A segurança no documento deve fornecer pelo menos o mesmo nível de segurança fornecido no TLS. O uso de assinaturas digitais na XML: esse tipo de especificação é definido pelo W3C, é um novo tipo de document, que deve conter as assinaturas, os nomes dos algoritmos, as chaves e as referências para as informações assinadas.


Carregar ppt "Sistemas Distribuídos Prof. Gleison Medeiros Setembro/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google