A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pedro f. bendassolli 2007 o trabalho e a carreira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pedro f. bendassolli 2007 o trabalho e a carreira."— Transcrição da apresentação:

1 pedro f. bendassolli 2007 o trabalho e a carreira

2 pedro f. bendassolli 2007 abertura Buscar trabalho pelo salário – nisso quase todos os homens dos países civilizados são iguais; para eles, o trabalho é um meio, não um fim em si; e por isso são pouco refinados na escolha do trabalho, desde que proporcione uma boa renda. Mas existem seres raros, que preferem morrer a trabalhar sem ter prazer no trabalho: são aqueles seletivos, difíceis de satisfazer, aos quais não serve uma boa renda, se o trabalho mesmo não for a maior de todas as rendas. Friedrich Nietzsche, 1886

3 pedro f. bendassolli 2007 objetivo Analisar como o trabalho era, como ele é hoje e quais suas tendências prováveis.

4 pedro f. bendassolli 2007 tese As mudanças (objetivas e subjetivas) pelas quais passou o trabalho têm influência importante sobre como pensamos e gerimos nossa carreira hoje e sobre os dilemas que a envolvem.

5 pedro f. bendassolli 2007 aquecimento Sentido = razão de ser, motivo de se fazer algo, justificativa dada a si mesmo para direcionar suas ações e encontrar coerência entre expectativas/desejos e a realidade. Vejamos isso na prática. Pense em uma situação ideal. O que você espera de um trabalho para ele ter sentido para você? (quais indicadores você usa para determinar isso?) Pense agora em seu trabalho atual. Ele faz sentido para você, quer dizer, ele lhe traz satisfações? (quais indicadores você usa para determinar isso?)

6 pedro f. bendassolli 2007 uma referência empírica (survey científico) Meaning of work project (MOW) Questão central do projeto foi determinar a importância do trabalho na vida das pessoas. Foram entrevistadas mais de 15 mil profissionais em oito países entre os anos de 1980 e Principais achados As pessoas trabalham pela subsistência, mas esperam muito mais do trabalho. Esperam encontrar autonomia, variedade de tarefas e adequação entre habilidade/cargo. O valor do trabalho depende do nível cultural geral do indivíduo e do país. O valor e o sentido do trabalho depende de processos socializatórios básicos. Engenheiros, empreendedores e professores pontuaram alto em valor do trabalho.

7 pedro f. bendassolli 2007 aquecimento O sentido do trabalho depende, ao mesmo tempo, de considerações subjetivas e objetivas. Podemos analisar a dimensão objetiva do trabalho observando a transformação das várias formas de institucionalização do trabalho ao longo do tempo.

8 pedro f. bendassolli 2007 filmes À nous la liberté 1931 Como enlouquecer seu chefe 1999 Para refletir: Como o trabalho é representado em cada filme? E como o indivíduo é representado? O que seria carreira de acordo com estes filmes?

9 pedro f. bendassolli 2007 como o trabalho era Tempo linear: rotina e previsibilidade. Objetivo do trabalho: família. Público e privado. Sofrimento e recompensa. Divisão de tarefas (simples) e especialização. Segurança = lealdade. Capital e trabalho pertenciam à empresa. Carreira = cargo (progressão linear, mas em X).

10 pedro f. bendassolli 2007 o novo trabalho [depoimento] [O vínculo do jovem hoje] é um vínculo em que ele olha para as empresas muito como um elemento de troca: eu estou aqui dando minha força de trabalho mas quero algo em troca, que não simplesmente ter que entrar às sete da manhã e sair às dez horas da noite e simplesmente pegar um salário. Não, quero realmente possibilidades de desenvolvimento, possibilidades de carreira, quero feedback, quer dizer..., quero o feedback do meu desempenho, e ao mesmo tempo, na hora em que isso não estiver causando um retorno interessante, vou embora. (...) Presidente de empresa

11 pedro f. bendassolli 2007 o novo trabalho [depoimento] Talvez a resposta para a questão do vínculo menos forte com a organização tenha vindo após da reengenharia. As pessoas que estão vindo falam: espera um pouquinho... então, o jogo é esse? Então, não vou ficar tanto tempo, vou cuidar de minha carreira, etc. Porque até então delegava para a empresa o cuidado da minha carreira e lá tinha um área de recursos humanos e..., não é isso? O discurso mudou. Se é isso mesmo, então espera um pouquinho, vou olhar para o mercado com mais atenção, etc. Diretor de RH

12 pedro f. bendassolli 2007 o novo trabalho [depoimento] O sonho [do jovem hoje] é ser um empresário dele próprio, liberal, onde ele possa prestar serviço. Não mais ser funcionário de uma grande corporação. Ele até passa pela grande corporação para adquirir know how, mas não é o objetivo dele. Então, o que é que vai acontecer, esse pequeno empresário vai criar um grupo de trabalho que vai prestar serviços. E as empresas vão comprar serviços sem nenhum vínculo. Presidente de empresa

13 pedro f. bendassolli 2007 o novo trabalho [depoimento] Então, a empregabilidade, ela mudou, [ela passou] da empresa para as pessoas. Então, eu falo aqui dentro, a tua empregabilidade dentro da [empresa] depende de quanto você investe no seu próprio desenvolvimento... [Se você investir, se você se preparar], então, eu vou te remunerar, vou te promover, vou fazer um monte de coisas. Eu vou olhar para você e vou dizer: ele continua sempre sendo aquele outstanding. Agora, o dia que você não for mais [aquele outstanding], você pode ter certeza que você vai ser substituído. (...) Diretor de RH

14 pedro f. bendassolli 2007 como o trabalho é (...ou será) Tempo não-linear: crítica à rotina e apologia à flexibilidade. Blue collars e white collars (Mcjobs e Macjobs). Trabalho como manipulação crescente de símbolos. De recurso consumível a capital a ser investido. Virtualização do trabalho (o produto é o indivíduo; modelo do prestador de serviços). De empregado a sócio (você é dono da empresa). Trabalho = projeto de vida = identidade.

15 pedro f. bendassolli 2007 polêmica nos extremos (ver textos) [Judith Mair] [morar na empresa, trabalhar em casa] [Richard Florida] [individualidade, bem-estar e nova hierarquia de prioridades pessoais] [Corinne Maier] [empregabilidade e personalidade] [Thomaz Wood Jr.] [o culto da excelência e as dificuldades de encontrar satisfação no trabalho]

16 pedro f. bendassolli 2007 impactos sobre a carreira Liberdade x segurança (free agent versus instituições). O trabalho organiza a vida ou a vida organiza o trabalho? Excesso de caminhos e pane nas decisões (necessidade de narrativa e história). Carreiras privatizadas e auto- responsabilização. Carreira desvinculou-se do emprego, do cargo e da empresa. Carreira-empresa (a cultura da troca).

17 pedro f. bendassolli 2007 conclusões ____________________________


Carregar ppt "Pedro f. bendassolli 2007 o trabalho e a carreira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google