A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia de Comunhão 13 de Setembro de 2011. 2 Onde e porquê A Cultura do Dar As empresas EdC O destino dos lucros Os Polos Empresariais Conclusão Economia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia de Comunhão 13 de Setembro de 2011. 2 Onde e porquê A Cultura do Dar As empresas EdC O destino dos lucros Os Polos Empresariais Conclusão Economia."— Transcrição da apresentação:

1 Economia de Comunhão 13 de Setembro de 2011

2 2 Onde e porquê A Cultura do Dar As empresas EdC O destino dos lucros Os Polos Empresariais Conclusão Economia de Comunhão

3 3 A Economia de Comunhão foi lançada por Chiara Lubich em Maio de 1991 no Brasil Onde e Porque

4 4 Chiara Lubich propôs a divisão dos lucros por três finalidades: Ajudar as pessoas mais desfavorecidas e/ou em situação de dificuldade; Difundir a Cultura do Dar e da reciprocidade; Reinvistir na própria empresa, assegurando o seu desenvolvimento e, em particular, a criação de postos de trabalho. Economia de Comunhão

5 5

6 6 Damos: O que temos em excesso ou mesmo o que é necessário; A inteligência, a experiência; a vontade; as capacidades, a compreensão,…. O princípio da gratuidade: Age-se trabalha-se e produz-se sem utilizar as pessoas, as coisas, ou a si próprio respeitando-as como bens em si Cultura do Dar

7 7 As empresas de EdC lutam no seu dia a dia para: Colocar a pessoa no centro da empresa; Ajudar pessoas que estão em dificuldade, criando novos postos de trabalho; Promover a passagem, da economia e da sociedade inteira, da cultura do ter para a cultura do dar. As Empresas

8 8 Evolução do número das empresas

9 9 Evolução por Continentes (comparação 2007 / 2010)

10 10 Subdivisão por setores produtivos

11 11 Subdivisão por número de trabalhadores (dados disponibilizados por 77% das empresas)

12 12 Subdivisão por faturação (dados disponibilizados por 50% das empresas)

13 13 As Contribuições

14 14 Lucros das empresas EdC utilizados (% por tipologia)

15 15 Projetos de desenvolvimento e assistência ( % por setor)

16 16 O Destino das Contribuições

17 17 Bolsas de estudo financiadas (1.059) (% por tipo de estudo)

18 18 Formação de homens novos (% por setor)

19 19 O Destino dos Lucros

20 20 O Destino dos Lucros

21 21 O Destino dos Lucros

22 22 Os Polos - Dar visibilidade ao projecto e congregar as empresas de EdC São expressão de uma comunidade de empresas de EdC, um espaço de comunhão e um laboratório de experimentação do novo modo deatuar na economia Os Polos Empresariais

23 23 Polo Giosi Guella - Abrigada

24 24 Os Polos Empresariais no mundo

25 25 Hoje, nesta época de crise, a economia e o mercado têm certamente uma necessidade de novas regras, mas, acima de tudo, uma necessidade vital de comunhão, de felicidade, de gratuidade. Conclusão

26 26 O lucro é útil se, como meio, for orientado para um fim que lhe indique o sentido e o modo como o produzir e utilizar. O objectivo exclusivo de lucro, quando mal produzido e sem ter como fim último o bem comum, arrisca-se a destruir riqueza e criar pobreza. «Caritas in Veritate» Conclusão

27 27 A Economia de Comunhão - EdC, produzindo estes bens dá uma contribuição muito própria, mas não irrelevante, aos sonhos e sofrimentos dos homens e das mulheres de hoje. Conclusão

28 28 Trata-se de promover uma mudança não só de carácter económico mas também cultural que coloca os recursos humanos e materiais ao serviço do bem comum para que não haja necessitados Conclusão


Carregar ppt "Economia de Comunhão 13 de Setembro de 2011. 2 Onde e porquê A Cultura do Dar As empresas EdC O destino dos lucros Os Polos Empresariais Conclusão Economia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google