A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nosso Instituto, tem entre várias metas, apresentar não apenas o nosso trabalho, mas o de colegas também. E aos poucos vamos apresentando aos nossos leitores,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nosso Instituto, tem entre várias metas, apresentar não apenas o nosso trabalho, mas o de colegas também. E aos poucos vamos apresentando aos nossos leitores,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Nosso Instituto, tem entre várias metas, apresentar não apenas o nosso trabalho, mas o de colegas também. E aos poucos vamos apresentando aos nossos leitores, pessoas sérias e dedicadas à causa da comunicação eletrônica com o Outro Lado. Dentre as pessoas deter- minadas e realmente ligadas à pesquisa, temos a Deires, que tivemos o prazer de entrevistar. Sonia Rinaldi UMA AMIGA TRANSCOMUNICADORA Deires Hoffmann (Amparo-SP) DEIRES, Incansável... Quando foi que despertou seu interesse pela TCI? Como conheceu? Em 1996, meu marido me presenteou com um livro da Sonia Rinaldi. Mas ocorreu que antes de iniciar a leitura, coloquei o livro sobre a mesinha da sala e liguei o ventilador, pois a tarde estava muito quente. De repente percebi que as folhas do livro moviam-se por efeito da ventilação. Desliguei o aparelho, mas estranhamente, elas continuaram no mesmo ritmo. Achei tão incomum que tive a idéia de perguntar, que se houvesse estivesse alguém presente que parece na página tal. E para minha surpresa, a página que eu pedia, aparecia. Algo estava ocorrendo. Enviei o relato à Sonia que me convidou a fazer parte da ANT - Associação Nacional de Transcomunicadores. Foi quando iniciei na TCI. Logo aprendí a metodologia de Sonia por boletins e outros livros que adquirí mais tarde e que muito contribuiu para o aperfeiçoamento do meu trabalho. Quando iniciou as gravações? Iniciei com um gravador de mão, alguns ruídos e sopros apenas. O rádio, foi o caminho mais acessível para os contatos, sintonizando sempre na mesma freqüência. Acredito que fui direcionada pelas entidades para utilizar este meio de comunicação. O porquê não saberei dizer. Somente as vezes uso o computador, quando recebo pessoas querendo noticias de entes queridos. Boletim n o. 12 Apresentação:

3 Você grava sozinha? Sim, gravo sozinha. Antes, amigos colaboravam. Mas é como sempre digo: paciência e persistência são alguns requisitos necessários a dar continuidade ao trabalho. Qual o objetivo dos contatos? O principal objetivo meu é provar que a vida continua após o desencarne. A morte não é o fim. No geral, qual o conteúdo das mensagens? Evidenciam que existem contatos de diversas dimensões, orientam o nosso trabalho e com respostas inteligentes dão-nos a certeza que estão nos vendo e ouvindo. Como você grava? Usa algum aparelho específico? Costumo gravar numa freqüência do radio, sem interferência de radio amador. Mas, quando recebo visitas procurando saber noticias de entes queridos utilizo o computador. Existe um dia determinado para a sua gravação? Quando iniciei na TCI, sim, fazia contato sempre num mesmo horário. Agora, aleatóriamente. Sinto que há uma sintonia natural do transcomunicador com os comunicantes. Que evidência te levou a acreditar que a TCI é real? Simplesmente porque os contatos recebidos são de uma autenticidade que não deixa dúvidas a qualquer ouvinte.Veja: se a uma pergunta feita, segue uma resposta, logo está se processando um diálogo. Que beneficio que ela traz? Em primeiro lugar, conforto os parentes saudosos dos seus entes queridos. Em segundo, que é especificamente o meu trabalho, mensagens para a humanidade se conscientizar que a vida continua após o desencarne, num processo reencarnatório para o aperfeiçoamento do EU, ou espírito. Quem são os comunicantes do outro lado? Parentes ocasionais, quando são evocados, mas na maioria, espíritos que nos orientam e enviam mensagens de apoio e alertando para o futuro da humanidade. Trabalho também com extraterrestres.

4 AUDIOS DA DEIRES: 1. (M): - A sua mãe tá ajudando! 2. (M): - A Terra vai acabar!! 3. Deires: -Estação de rádio, pedindo que livre a área! (M): -Eu estou fazendo! 4. (M): - Eu tô contigo! Tô sempre contigo! 5. Deires: -E o seu pai maior... (F): -Dai-nos extra! 6. (M): -E estou lhe vendo! 7. Deires: -Peço ajuda! (M): -Espere ajuda! 8. Deires: -Tá ouvindo Zé? (M): -Estou ouvindo o gosto de café! 9. Deires: -Pedindo ajuda à espiritualidade... (M): -É o Zé! (M): - Seu protetor!! Esqueceu? 10. (M): -ET! Tá dentro da Deires! 11. (F): -Eu estou bem! 12. Deires: -Vamos dar boa noite? (M): -Eu já falei! Boa noite! 13. (M): -Extrrrraterrestre! (cantando) 14. Deires: - Vamos fazer contato? (F): -Fará muito contato!(estação estrangeira) 15. (M): -Irmã Deires! Entrar em contato! 16. (F): -Ó Deires! Mantém contato! 17. (M): -O protetor da dona Deires, será que entrou na frequencia? 18. (M): -Pudesse me ver? 19. (M): -Tá escutando? 20. (M): -Sonia! Pega o telefone amor! 21. (M): -Sou eu do UFO! Sou outro contato! 22. Deires; -O Sr. aí está PE? (M): -Sou Landell! 23. (M): -Sou Planeta do amor! Adoro você! 24. (M): -Tá vendo um UFO!! 25. (M): -Tem ouro no ouvido? Deires: - Ouvindo contato? 26. (F): -Vai me ver no livro!


Carregar ppt "Nosso Instituto, tem entre várias metas, apresentar não apenas o nosso trabalho, mas o de colegas também. E aos poucos vamos apresentando aos nossos leitores,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google