A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO WILLIAN SHAKESPEARE POR: ROZANE MENDONÇA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO WILLIAN SHAKESPEARE POR: ROZANE MENDONÇA."— Transcrição da apresentação:

1 SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO WILLIAN SHAKESPEARE POR: ROZANE MENDONÇA

2 A obra de Shakespeare Sonho de Uma Noite de Verão é ambientada na Grécia mítica e conta-nos a história de seres élficos e personagens mitológicos descrevendo a magia e a realidade em uma só dimensão.

3 Teseu, grande herói grego está para se casar com Hipólita, a rainha das amazonas. Os dias que antecedem esse grande acontecimento em Atenas, Egeu, um pai aflito busca a orientação de Teseu para forçar sua filha Hérmia a casar-se com o jovem escolhido por ele, Demétrio.

4 Hérmia, como está apaixonada por Lisandro, recusa-se a fazer a vontade do pai e por isso é ameaçada pela morte, conforme a lei ateniense que não dá à mulher direito de escolher o marido e pune com a morte a desobediência.

5 Lisandro então resolve fugir com Hérmia para se casarem longe de Atenas, onde as penas da lei não os alcançarão. Marcam de se encontrarem em um bosque nos arredores de Atenas à noite. Hérmia, que sabe da paixão de sua amiga de infância Helena por Demétrio, resolve contar sobre a fuga para que amiga se anime e tente reconquistar Demétrio. Helena conta para Demétrio para provar-lhe sua fidelidade.

6 No dia seguinte Hérmia e Lisandro se encontra ao anoitecer, enquanto se preparavam para fugir, o rei Oberon e Titânia brigavam no bosque a fim da posse de um pequeno menino ao qual a rainha prometera para sua mãe em leito de morte que do pequeno cuidaria, mas Oberon o queria a fim de ser seu ajudante na floresta. Acabando a discussão entre o rei Oberon e a rainha Titânia, o rei permaneceu ali, chamou por Puck, um esperto duende da floresta e mandou que apanhasse uma parte de amor perfeito para que pudesse se vingar da rainha por não atender o seu pedido. Quando o duende sai chega então Demétrio e Helena e visto que não encontrou Hérmia e Lisandro pensou que Helena mentira a ele e começou a discutir com ela.

7 Helena corria atrás de Demétrio, declarando todo o seu amor, mas quanto mais ela falava mais com raiva e mais depressa ele andava. Helena então não conseguindo mais alcança-lo começou a chorar, ora por medo, ora por não acreditar no fim do amor que ele jurou sentir por ela. Oberon vendo tudo isso ficou com dó de Helena e dividiu a poção que ridicularia a rainha Titania em duas partes, uma ele ordenou que o duende colocasse nos olhos de Demétrio, mas cuidando de que a primeira pessoa que ele visse fosse a pobre Helena.

8 Quando Titânia foi dormir deu as ordens para as fadinhas e pediu para que elas cantassem em seu sono, Oberon que tudo via de seu esconderijo, esperou que a fada dormisse em seu mais profundo sono, e enquanto as pequenas fadas foram cumprir suas tarefas ele saiu do esconderijo e pingou algumas gotas da poção nos olhos da bela rainha falando que ela teria que se apaixonar pelo primeiro bicho que aparecesse.

9 Enquanto isso Hérmia e Lisandro se encontravam na entrada do bosque, a primeira parte do caminho ia-se bem, até que Lisandro viu que ele não conhecia aquele bosque tão bem assim, pois percebera que estava perdido, sugeriu então à sua amada Hérmia, visto que esta estava cansada, que descansassem nas pedras próximas, esta mais do que depressa concordou. Quando os dois adormecidos encontraram-se aparece Puck que por engano enfeitiça Lisandro, falando que quando acordasse seu amor encontraria.

10 Perto dali Demétrio fugia de Helena que a essa altura também estava cansada e vendo a clareira resolveu ali descansar, viu então Lisandro, e achou que este estava morto resolveu então verificar, quando sentiu alguém o tocando este acordou e Helena foi o seu primeiro olhar, e sem querer por ela se apaixonou.

11 Lisandro então queria saber onde estava Demétrio, pois a ele ia matar para não mais colocar os olhos em Helena, pois assim não teria porque ter ciúmes. Helena então só viu uma saída: correr de Lisandro ao qual estava por pensar que com os seus sentimentos queria brincar. Minutos depois Hérmia acorda assustada, pois um pesadelo tivera, logo viu que Lisandro a abandonara, decidiu que dali sairia, e procuraria por Lisandro nem que isto lhe custasse a morte.

12 Ali perto Oberon queria que Puck contasse se havia dado certo o feitiço, quando Puck o contou que havia pingado o feitiço aos olhos do homem bem arrumado com gênio terrível como ele o havia falado, mas que pensava que havia cometido um engano, pois logo depois vira que uma outra bela moça corria atrás de um rapaz bem vestido e também de gênio terrível, Oberon ficou com muita raiva, pois a princípio achou que Puck pudesse ter feito de propósito, mas depois viu que realmente não passara de um engano, mas uma coisa era certa, deveria por ordem naquela confusão.

13 Os dois saíram a procura de Demétrio, e logo o encontraram onde este adormecera, e o mesmo feitiço que fez em Lisandro fez a ele. Portanto, quando acordou Helena apareceu, e por sinal ficara felicíssima ao ver o seu amado Demétrio, ele ficou apaixonado por ela, começou a se declarar para Helena, mas esta não acreditava no que estava vendo, contudo logo ouviu a voz de Lisandro, ficou mais deslocada ainda ao ver que os dois rapazes estavam discutindo pelo seu amor. Neste instante, para completar, Hérmia aparecera e quando presenciou a cena ficou furiosa, Helena achou então que Hérmia fizera um plano com os três para que caçoassem dela.

14 Logo depois de colocar as coisas em pratos limpos perceberam que os dois rapazes dali haviam sumido, onde teriam ido? Foram a um lugar mais espaçoso onde pudessem brigar à vontade? Assim o rei e o duende atrapalhados assistiam toda a confusão. Foi quando Puck começou a cobrir as estrelas com muita neblina, e para afastá-los imitava a voz dos dois em diferentes ângulos, segurando é claro o seu riso, pois aquele tipo de tarefa era tudo o que gostava de fazer. Oberon lembrou que a erva da ilusão era o antídoto para o amor perfeito, e Puck estava a pensar se iria ou não contar o que havia feito com a rainha Titânia.

15 Puck então começou a contar que estava tendo um ensaio teatral ali na floresta, e nessa peça tinha um palhaço, então ele resolvera trocar a cabeça do palhaço pela cabeça de burro e fez com que o burro se aproximasse de Titânia, e quando ela acordasse se apaixonaria pelo burro palhaço. Oberon não iria perder por nada aquela cena, e ordenou que Puck aproximasse as moças de seus namorados imitando a voz de ambos, mas pediu que elas não vissem os rapazes por que, caso contrário, estragaria o feitiço, e ele não mais queria amores trocados.

16 Longe dali estava Titânia acordando, e logo que viu o burro se apaixonou perdidamente, enquanto isso o rei morria de tanto rir, as fadinhas apareceram e a rainha ordenou que elas se apresentassem ao amigo e que fizesse de tudo para agradá-lo. Oberon então usou de toda aquela situação para zombar da rainha e pedir que ela desse o menino. Titânia pensava em como sair daquela situação, pois realmente não teria explicação para uma rainha ser apaixonada por um burro, mas enfim aceitou que o rei levasse o garoto, pois tinha que agradá-lo agora, e quando esta adormeceu novamente e desfez o feitiço, ordenou que tirasse a cabeça de burro do palhaço, e quando este acordou foi à procura de seus amigos, achando tudo muito estranho, não se lembrava de nada, nem como teria ido parar ali.

17 Logo depois Titânia acorda dizendo que teve um pesadelo, mas Oberon deixou escapar que deveria arrumar umas coisinhas a mais para que dois casais, fora o príncipe Teseu e sua noiva Hipólita, fossem felizes, e é claro que Titânia queria explicações de quem eram esses dois casais, então Oberon contou sobre eles e o engano de Puck, ela foi com o rei para desfazer o feitiço, pois adorava finais felizes.

18 Puck foi à frente, e mesmo contrariado pingou o antídoto nos olhos de Lisandro escondendo-se os três à espera que os quatro acordassem, e não imaginando que fossem aparecer, o príncipe, a sua noiva, o velho Egeu e alguns caçadores. Os casais acordaram com as latidas dos cães farejadores. Egeu não acreditando no que via, o que sua filha fazia ali? E os outros três? Teseu lembrou-se de que era o dia em que Hérmia daria a resposta, e o pai da jovem achou que estavam ali reunidos porque sua filha decidira casar-se com Demétrio.

19 Demétrio explicou então o que acontecera, quer dizer, a parte que Helena contara o plano de fuga, e ele com ódio decidiu que mataria Lisandro, mas que por um encanto o amor dele por Hérmia havia desaparecido e voltou então amar Helena. Egeu ficara feliz, pois não queria a filha morta e se Demétrio já tem outra noiva nada impedia que Hérmia se casasse com Lisandro, e com o acordo dos quatro jovens, o príncipe Teseu decidiu que faria uma única festa de casamento. Oberon, Titânia e Puck ouviram e ficaram muito felizes e a rainha elogiava o rei Oberon intensamente. Oberon chamava a atenção de Puck, pois tinha muito que fazer, pois uma festa levava muito tempo para ser programada. Aconteceu então a cerimônia – Lisandro e Hérmia suspiravam aliviados por tudo não ter passado de um sonho…Sonho de uma noite de verão!

20

21 REFERÊNCIAS uma-noite-de-verao/ resumos.netsaber.com.br/ver_resumo


Carregar ppt "SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO WILLIAN SHAKESPEARE POR: ROZANE MENDONÇA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google