A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Noemia Perli Goldraich Unidade de Nefrologia Pediátrica – Hospital de Clínicas Faculdade de Medicina – UFRGS Porto Alegre - RS NEFROPED-HCPA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Noemia Perli Goldraich Unidade de Nefrologia Pediátrica – Hospital de Clínicas Faculdade de Medicina – UFRGS Porto Alegre - RS NEFROPED-HCPA."— Transcrição da apresentação:

1 Noemia Perli Goldraich Unidade de Nefrologia Pediátrica – Hospital de Clínicas Faculdade de Medicina – UFRGS Porto Alegre - RS NEFROPED-HCPA

2 Levey, AS et al. Comprehensive public health strategies for preventing the development, progression, and complications of CKD: Report of an expert panel convened by the Centers for Disease Control and Prevention. Am J Kidney Dis 2009; 53: PREVINA-SE

3 Semana Nacional de Prevenção de Doença Renal – São Luís – MA, 2007 PREVENÇÃO DE DRC EM PEDIATRIA

4 Semana Nacional de Prevenção de Doença Renal – São Luís – MA, 2007 PREVENÇÃO DE DRC EM PEDIATRIA

5 IMC pré-gravidez se associa com no IMC e na PA das crianças, que são fatores de risco para DRC no futuro Int Urol Nephrol 2008;40:483 Clin J Am Soc Nephrol 2009;4:509 CONTROVÉRSIAS

6 PROGRAMA DE EXTENSÃO : PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NA INFÂNCIA ESCOLA PROMOTORA DE SAÚDE PROGRAMA DE EXTENSÃO : PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NA INFÂNCIA ESCOLA PROMOTORA DE SAÚDE Atividades em escolas com profissionais : direção, coordenação pedagógica, professoras, recreacionistas, psicólogas, merendeiras e outros profissionais. Atividades com os pais Atividades com as crianças AÇÃO CONTINUADA DURANTE TODO O ANO NAS MESMAS ESCOLAS AÇÕES ISOLADAS EM ALGUMAS ESCOLAS ATIVIDADES ANUAIS NO SALÃO DE EXTENSÃO DA UFRGS Docentes, alunos de graduação e pós-graduação Escolas de segundo grau Comunidade em geral IMPRENSA

7 PROGRAMA DE EXTENSÃO : PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NA INFÂNCIA ESCOLA PROMOTORA DE SAÚDE PROGRAMA DE EXTENSÃO : PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NA INFÂNCIA ESCOLA PROMOTORA DE SAÚDE Doenças crônicas: obesidade, HAS, síndrome metabólica História familiar: HAS, diabetes melito, doença vascular e renal, dislipidemia Crianças: peso, altura, IMC, PA Pais: peso, altura, IMC, PA, cintura abdominal, creatinina SAL na dieta Rótulo dos alimentos sal oculto Tubos de ensaio

8 PROGRAMA DE EXTENSÃO : PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS NA INFÂNCIA ESCOLA PROMOTORA DE SAÚDE ( )

9 TREM DOS ALIMENTOS ANIVERSÁRIO SAUDÁVEL FALANDO COM RINALDO E RENALDO... NOSSOS AMIGOS, OS RINS! (Enfa (Enfa Valentina Gomes da Silva) RADIALISTAS MIRINS NA PREVENÇÃO DA SAÚDE

10 SALÃO DE EXTENSÃO DA UFRGS

11 IX SALÃO DE EXTENSÃO DA UFRGS Deguste Saúde 2008 Prevenção de Doença Crônica

12 ALUNOS DE GRADUAÇÃO E DOCENTES DA UFRGS : Medicina – Nutrição – Odontologia - Educação Física – Comunicação – Farmácia PROFISSIONAIS DA RÁDIO E DA TV UFRGS -PROFISSIONAIS, PAIS E AVÓS DAS CRIANÇAS DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL QUEM PARTICIPA:

13 Mario Quintana Protássio Alves Lomba do Pinheiro Restinga Aberta Morros Teresópolis São José Hípica Jardim do Salso Tristeza Santa Tereza Menino Deus Azenha Cidade Baixa Farroupilha Independência Rio Branco Santa Cecília Bom Jesus Jardim Botânico Santo Antônio Partenon Vila João Pessoa Gloria Nonoai Cavalhada Bom Fim Chácara das Pedras Centro 35 / 78 bairros de Porto Alegre Crianças de 467 crianças 216 – – – avaliações 248 crianças: 2 anos 119 crianças: 3 anos Escola Infantil do Instituto de Educação Gen Flores da Cunha

14 QUESTIONÁRIO FATORES DE RISCO GENÉTICOS

15 RESULTADOS INICIAIS Acompanhamento das prevalências de sobrepeso e obesidade em crianças de 0 a 5 anos Acompanhamento das prevalências de sobrepeso e obesidade em crianças de 5 a 7 anos

16 IMC MÃE IMC PAI IDADEIMCn%n%n%PSdpPDdp 24-60mN ,755,58, ,1 92,16,755,37,4 >60-87mN ,65,855,18, ,16,059,07,8 p<0, crianças (112 meninas, 104 meninos) 359 pais (199 mães e 160 pais) Houve relação entre IMC dos pais e das crianças no grupo > 60 m (p=0,034) PRESSÃO ARTERIAL E SOBREPESO/OBESIDADE

17 (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) (%) n=12/58 n=14/40 n=27/67 n=12/50 n=13/41 n=51/158 n=32/83 n=37/117 n=30/70 n=22/78 PREVALÊNCIA DE SOBREPESO - OBESIDADE CRIANÇAS < 5 ANOS CRIANÇAS < 5 ANOS CRIANÇAS 5 ANOS INÍCIO: há diferença 2 tendência linear: P = 0,021 SEGUIMENTO: não há diferença SEGUIMENTO: não há diferença CochransQ: P= 0,311 INÍCIO: não há diferença 2 tendência linear: P = 0,110 SEGUIMENTO: não há diferença SEGUIMENTO: não há diferença CochransQ: P=0,926

18 IMC na infância e risco cardiovascular MENINO DE 13 ANOS: MENINO DE 13 ANOS: - que pesa 11,2kg mais que a média - que pesa 11,2kg mais que a média - AUMENTA em 33,3%, a probabilidade de ter um um evento cardiovascu- lar antes dos 60 anos. - AUMENTA em 33,3%, a probabilidade de ter um um evento cardiovascu- lar antes dos 60 anos. IMC : percentil 41 percentil 85 percentil 85 11,2kg crianças, na Dinamarca, das quais havia registro do peso e altura dos 7 aos 13 anos IMC. Relacionaram com a ocorrência de evento CV dos 25 aos 60 anos.

19 MUDANÇAS NO ESTILO DE VIDA - sobrepeso-obesidade - ingestão de sal EDUCAÇÃO E GRAU DE SUSPEIÇÃO SOBRE FATORES DE RISCO E DRC EDUCAÇÃO E GRAU DE SUSPEIÇÃO SOBRE FATORES DE RISCO E DRC - familiares - familiares - crianças e adolescentes - crianças e adolescentes - profissionais das escolas - profissionais das escolas EDUCAÇÃO E GRAU DE SUSPEIÇÃO SOBRE FATORES DE RISCO E DRC EDUCAÇÃO E GRAU DE SUSPEIÇÃO SOBRE FATORES DE RISCO E DRC - familiares - familiares - crianças e adolescentes - crianças e adolescentes - profissionais das escolas - profissionais das escolas MEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL E CURVAS DO IMC PREVINA-SE : UMA PROPOSTA

20 AÇÃO CONTINUADA NA COMUNIDADE ANTES DOS 5 ANOS DE VIDA PREVINA-SE : UMA PROPOSTA

21 Muito obrigada.


Carregar ppt "Noemia Perli Goldraich Unidade de Nefrologia Pediátrica – Hospital de Clínicas Faculdade de Medicina – UFRGS Porto Alegre - RS NEFROPED-HCPA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google