A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Para cada criança Saúde, Educação, Igualdade, Proteção FAZENDO A HUMANIDADE AVANÇAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Para cada criança Saúde, Educação, Igualdade, Proteção FAZENDO A HUMANIDADE AVANÇAR."— Transcrição da apresentação:

1 Para cada criança Saúde, Educação, Igualdade, Proteção FAZENDO A HUMANIDADE AVANÇAR

2 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS BRASÍLIA, JUNHO DE 2003

3 não freqüenta a escola não alfabetizado média de anos de estudo trabalho pobreza de renda sem acesso à água potável sem acesso a saneamento sem geladeira sem telefone sem computador OS INDICADORES DISPONÍVEIS UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

4 por raça/etnia por renda por escolaridade da mãe por deficiência por gênero por urbano/rural por região e por estado AS DESAGREGAÇÕES DISPONÍVEIS UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

5 FONTES DOS DADOS E DEFINIÇÕES UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS A fonte principal dos dados é uma tabulação especial do Censo Demográfico Outras fontes são o Ministério da Saúde e a OPAS/OMS. Os dados e as definições dos indicadores e das desagregações estão disponíveis no final do documento distribuído.

6 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POBRES*, POR RAÇA/ETNIA *Pobres = morando em domicílios com renda familiar per capita de até 1/2 salário mínimo Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

7 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POBRES*, POR ANOS DE ESTUDO DA MÃE – 2000 *Pobres = morando em domicílios com renda familiar per capita de até 1/2 salário mínimo Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

8 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES POBRES*, POR ESTADO – 2000 Tocantins São Paulo Sergipe Santa Catarina Rio Grande do Sul Roraima Rondônia Rio Grande do Norte Rio de Janeiro Paraná Piauí Pernambuco Paraíba Pará Mato Grosso do Sul Minas Gerais Maranhão Goiás Espírito Santo Distrito Federal Ceará Bahia Amapá Amazonas Alagoas Acre % 22,4 - 33,0 33,1 - 43,7 43,8 - 54,4 54,5 - 65,1 65,2 - 75,2 *Pobres = morando em domicílios com renda familiar per capita de até 1/2 salário mínimo Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Brasil: 45%

9 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES SEGUNDO CARACTERÍSTICAS DO DOMICÍLIO, POR URBANO/RURAL Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

10 TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL METAS UM MUNDO PARA AS CRIANÇAS Fonte: Estimativa Celso Simões, IBGE. UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

11 TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL Fonte: Estimativa Celso Simões - IBGE UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Tocantins São Paulo Sergipe Santa Catarina Rio Grande do Sul Roraima Rondônia Rio Grande do Norte Rio de Janeiro Paraná Piauí Pernambuco Paraíba Pará Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais Maranhão Goiás Espírito Santo Distrito Federal Ceará Bahia Amapá Amazonas Alagoas Acre Brasil: 29,7 por mil nascidos vivos

12 Região Norte Região Sudeste Região Sul Região Centro-Oeste Região Nordeste % 51,8 - 60,2 60,3 - 68,7 68,8 - 77,2 77,3 - 85,7 85,8 - 93,7 Fonte: IBGE - Estatísticas do Registro Civil, Resultados Preliminares do Censo Demográfico 2000 e DEPIS. ESTIMATIVA DA PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE ATÉ 1 ANO COM REGISTRO DE NASCIMENTO Brasil: 78,7% EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS UNICEF JUNHO DE 2003

13 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE 4 A 6 ANOS QUE NÃO FREQÜENTAM A PRÉ-ESCOLA, POR RENDA Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

14 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE 7 A 14 ANOS QUE NÃO FREQÜENTAM A ESCOLA METAS UM MUNDO PARA AS CRIANÇAS Fonte: Versão preliminar da tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

15 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE 7 A 14 ANOS QUE NÃO FREQÜENTAM A ESCOLA, POR RAÇA/ETNIA

16 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE 7 A 14 ANOS QUE NÃO FREQÜENTAM A ESCOLA, POR DEFICIÊNCIA UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

17 PROPORÇÃO DE CRIANÇAS DE 7 A 14 ANOS QUE NÃO FREQÜENTAM A ESCOLA, POR ESTADO Tocantins São Paulo Sergipe Santa Catarina Rio Grande do Sul Roraima Rondônia Rio Grande do Norte Rio de Janeiro Paraná Piauí Pernambuco Paraíba Pará Mato Grosso do Sul Minas Gerais Maranhão Goiás Espírito Santo Distrito Federal Ceará Bahia Amapá Amazonas Alagoas Acre % 2,4 - 5,3 5,4 - 8,3 8,4 - 11,3 11,4 - 14,3 14,4 - 16,8 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Brasil: 5,5%

18 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS PROPORÇÃO DE CRIANÇAS TRABALHANDO (10 A 15 ANOS DE IDADE), POR RENDA

19 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR RAÇA/ETNIA UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

20 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR DEFICIÊNCIA UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

21 PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR GÊNERO Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

22 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR RENDA UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

23 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR ANOS DE ESTUDO DA MÃE UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

24 Tocantins São Paulo Sergipe Santa Catarina Rio Grande do Sul Roraima Rondônia Rio Grande do Norte Rio de Janeiro Paraná Piauí Pernambuco Paraíba Pará Mato Grosso do Sul Minas Gerais Maranhão Goiás Espírito Santo Distrito Federal Ceará Bahia Amapá Amazonas Alagoas Acre % 1,0 - 4,0 4,1 - 7,1 7,2 - 10,2 10,3 - 13,3 13,4 - 15,9 Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). PROPORÇÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS NÃO ALFABETIZADOS, POR ESTADO UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Brasil: 4,2%

25 Tocantins São Paulo Sergipe Santa Catarina Rio Grande do Sul Roraima Rondônia Rio Grande do Norte Rio de Janeiro Paraná Piauí Pernambuco Paraíba Pará Mato Grosso do Sul Minas Gerais Maranhão Goiás Espírito Santo Distrito Federal Ceará Bahia Amapá Amazonas Alagoas Acre % 37,5 - 45,5 45,6 - 53,6 53,7 - 61,7 61,8 - 69,8 69,9 - 77,3 Fonte: Ministério da Saúde (SIM) PROPORÇÃO DE ÓBITOS DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS POR CAUSAS EXTERNAS UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Brasil: 61,7%

26 NOVOS CASOS DE AIDS REGISTRADOS EM CADA 1 MILHÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS, POR GÊNERO Fontes: Ministério da Saúde, Coordenação Nacional - DST/AIDS (número de casos de AIDS) e Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico IBGE (população). UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

27 Fontes: Ministério da Saúde, Coordenação Nacional - DST/AIDS (número de casos de AIDS) e Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico IBGE (população). NOVOS CASOS DE AIDS REGISTRADOS EM CADA 1 MILHÃO DE ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS, POR ANOS DE ESTUDO UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS

28 2 vezes não freqüentar a escola (7 a 14 anos) 4 vezes não ser alfabetizadas (12 a 17 anos) Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). O IMPACTO DE TER DEFICIÊNCIA UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Comparativamente às crianças sem deficiência, as crianças com deficiência têm:

29 2 vezes ser pobres 2 vezes não freqüentar a escola (7 a 14 anos) 3 vezes não ser alfabetizadas (7 a 14 anos e 12 a 17 anos) Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). O IMPACTO DE SER NEGRO UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Comparativamente às crianças de cor branca, as crianças de cor preta têm:

30 3 vezes não freqüentar a escola (7 a 14 anos) 4 vezes não ser alfabetizadas (12 a 17 anos) 8 vezes morar em domicílio sem água Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). O IMPACTO DE MORAR NA ÁREA RURAL UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Comparativamente às crianças da área urbana, as crianças da área rural têm:

31 4 vezes estar trabalhando (10 a 15 anos) 11 vezes não freqüentar a escola (7 a 14 anos) 23 vezes não ser alfabetizadas (12 a 17 anos) Fonte: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE). O IMPACTO DA BAIXA ESCOLARIDADE DA MÃE UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Comparativamente às crianças filhas de mãe com alta escolaridade, as crianças filhas de mãe com baixa escolaridade têm:

32 4 vezes morrer antes de completar 1 ano de idade - AL/RS 8 vezes não ter registro civil (até 1 ano de idade) Norte/Sudeste 16 vezes não ser alfabetizadas (12 a 17 anos) - AL/DF 55 vezes morar em domicílio sem esgotamento sanitário PI/DF Fontes: Estimativas Celso Simões (IBGE) e Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE) O IMPACTO DE MORAR NO NORTE OU NO NORDESTE DO PAÍS UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS Comparativamente às demais crianças do País, as crianças que moram em estados do Norte ou do Nordeste têm:

33 3 vezes morrer antes de completar 5 anos de idade 21 vezes não ser alfabetizadas (12 a 17 anos) 30 vezes morar em domicílio sem água 68 vezes morar em domicílio sem geladeira ou freezer Fontes: Tabulação especial sobre eqüidade da Amostra do Censo Demográfico 2000 (IBGE) e O IMPACTO DA POBREZA* UNICEF JUNHO DE 2003 EQÜIDADE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA BRASILEIRAS *Pobres = 1 o quinto de renda familiar per capita; Ricos = 5 o quinto de renda familiar per capita Mortalidade de menores de 5 anos: estimativa Celso Simões (IBGE), 1995/1999 Comparativamente às crianças ricas, as crianças pobres têm:


Carregar ppt "Para cada criança Saúde, Educação, Igualdade, Proteção FAZENDO A HUMANIDADE AVANÇAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google