A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Futebol (1940) Jogo de futebol Falaremos de uma brincadeira muito conhecida, Falaremos do futebol, que é uma delícia. Apesar de muitas regras, todos jogam.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Futebol (1940) Jogo de futebol Falaremos de uma brincadeira muito conhecida, Falaremos do futebol, que é uma delícia. Apesar de muitas regras, todos jogam."— Transcrição da apresentação:

1 Futebol (1940) Jogo de futebol Falaremos de uma brincadeira muito conhecida, Falaremos do futebol, que é uma delícia. Apesar de muitas regras, todos jogam com alegria, raça e muita malícia. Na maioria dos jogos Sempre acontece alguma confusão. Por diversos motivos, Estragando a diversão. Depois de tudo resolvido Os jogadores dão um show. Fazendo a torcida vibrar com um emocionante gol. Guilherme Chicarelli Rodrigues Maria Paula Miranda de Araújo

2 Pipas Os meninos soltam pipas E as meninas também. A maioria delas é colorida, Algumas estampas elas têm. As pipas voam lá no céu como um moderno avião. Mas são feitas de linha e de papel, e sem o vento podem cair no chão. Elas podem estar em vários lugares. São de várias cores e tamanhos. As pipas voam por cima dos mares. As pipas alegram todos os sonhos. Isabela Abud Priedols Izadora Rocha Lorencetti

3 Roda Infantil - Portinari (1932) Roda Infantil Há crianças muito bonitas brincando de roda nas ruas estreitas. Elas alegravam a cidade. Emocionam aqueles que já têm mais idade! Alguns apenas observam a brincadeira, Outros se arriscam a cantar, Mas na verdade, todos querem participar, e momentos da infância relembrar! Brincar é uma delícia, em qualquer hora ou tempo. O importante é não deixar a alegria presa só no pensamento. Júlia Emiliana de Souza Pedro Sakuma de Araújo Gouveia Fernando Augusto Silva Aguiar

4 Palhaços na gangorra. Em um circo existiam dois palhaços. Eram alegres e engraçados. Nas poucas horas vagas que tinham, na gangorra eles brincavam. A gangorra era divertida. Subia e descia, descia e subia. Às vezes, chamavam seus amigos para participar daquela alegria Um dia a gangorra quebrou e eles ficaram tristes. Um certo amigo a consertou deixando-os felizes. Amanda Martini Ricardo Yudi Hikawa

5 Pulando Carniça Meninos brincavam de pular carniça, e pessoas passeavam na calçada. Muitas crianças se divertiam à beira daquela estrada. O dia passava rapidamente enquanto eles brincavam alegremente, mas sabiam que a noite iria chegar e a qualquer hora a brincadeira iria acabar. As nuvens se transformaram em estrelas e o sol foi-se embora. A lua chegou rápido e a diversão ficou lá fora. Gabriel Chicareli de Andrade SantAnna Marinho Marinho e Leonardo de Oliveria Lubies João Otávio Bonacasata Rufino

6 Menino com Estilingue 1958 O menino com o estilingue O menino gosta muito de brincar, pra ele o melhor brinquedo é seu o estilingue. Prometeu a nenhum animal matar. Atentado e distraído, às vezes erra o alvo. Acerta a janela dos vizinhos e sai correndo rapidinho. A mãe sempre diz a mesma coisa: - Meu filho, brincar com estilingue é perigoso! E ele responde que será mais cuidadoso. Carolina Kalinoski Giulia Bortolotti de Oliveira Narita

7 Menino com Diabolô 1955 O menino do diabolô Muito criativo e muito esportivo, O garoto adorava brincar Arremessava seu diabolô O dia inteiro, sem parar. Sua mãe sempre o alertava: - Você tem que estudar! Ele respondia: -Mais tarde. Agora quero brincar! O tempo passou! O ano acabou! O menino não estudou e por fim, ele reprovou. Sem o diabolô, por um tempo ele ficou. Teve que estudar muito E só nas férias do ano seguinte Um novo brinquedo ele ganhou. Aprendeu a ter mais responsabilidade e só brinca na hora certa. Repetir de ano, nunca mais. Agora, é só felicidade! Gabriela Ferraresi Dallacqua e Ísis Lorca de Oliveira

8 Menino com Pião 1947 O menino e o pião Para rodar o seu pião, O menino o joga no chão. Com seu chapéu de papel, ele fica a pensar no céu Lá fora ele brincava, e enquanto seu pião rodava, seu pensamento voava e ele apenas sonhava. Um dia ensolarado, ali ele permanecia sentado. Enquanto seu pião ele jogava, o dia rápido passava. Andressa Rafaeli Teixeira da Silva Gabriel Zanatta Rodrigues da Cunha Raíssa Rogéria Carvalho de Amaral

9 Meninos pulando cela Brincadeira de criança é aquela que nunca se cansa. Por isso não fico sem brincar, Quando começo, não posso parar. Se vejo meus amigos pulando cela e estou dentro de casa, morro de vontade de brincar e fico olhando pela janela Bom mesmo é brincar na rua, Até chegar a brilhante lua. Depois é só pra casa voltar, tomar um banho e descansar. Victória Hirano Nunes Pereira Wesley Sávio Bernardo da Silva

10 Criança no balanço Sempre é muito bom com meus amigos brincar. No balanço me embalo, cheio de alegria a sonhar. Neste brinquedo me realizo. Imagino que estou no ar, Por isso a tarde passa rápido como um raio o céu a riscar. Neste momento estou livre como um pássaro a cantar, sentindo o vento em meu rosto, preparando-me para voar. É o último vai e vem no balanço! À noite chegou, tenho que ir. Mas voltarei no dia seguinte pra poder me divertir. Giovanna Pedroso de Oliveira Maria Carolina Cassaro Yasuda Júlia Tonon Ide

11 O ESPANTALHO O espantalho balançava ao vento Enquanto os ajudantes da fazenda, antes do sol nascer, já estavam a colher; O espantalho adorava conversar, e ver os trabalhadores a plantar. Mas nada disso ele poderia fazer Pois um grande castigo iria sofrer. A fazenda era grande, Mas o coitado vivia preso. Não poderia nunca andar E tampouco a outro lugar chegar. O espantalho tinha um sonho: Em humano se transformar Para poder sentir o perfume das flores E com as crianças brincar. Laura Abucarma Garcia Rafaelly Pinho Nogueira O ESPANTALHO O espantalho balançava ao vento enquanto os ajudantes da fazenda, antes do sol nascer, já estavam a colher. O espantalho adorava conversar e ver os trabalhadores a plantar. Mas nada disso ele poderia fazer pois um grande castigo iria sofrer. A fazenda era grande, mas o coitado vivia preso. Não poderia nunca andar e tampouco ir a outro lugar. O espantalho tinha um sonho: em humano se transformar, para poder sentir o perfume das flores e com as crianças brincar. Laura Abucarma Garcia Rafaelly Pinho Nogueira Thaís Marquezeli

12 Cambalhota Crianças gostam de pular, dar cambalhota e dançar. Gostam de viajar, cantar e gritar. Cambalhota todo dia, girando com alegria, Esquecendo-se do perigo, sem medo de se machucar Nesses dias ninguém brinca como criança, mas treinando todo mundo consegue, só não pode perder a esperança Felipe Amorim Lebron de Lima Maria Júlia Ferreira Cardozo Hiago Galindo de Almeida


Carregar ppt "Futebol (1940) Jogo de futebol Falaremos de uma brincadeira muito conhecida, Falaremos do futebol, que é uma delícia. Apesar de muitas regras, todos jogam."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google