A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DESPORTO PARAOLÍMPICO Nome: BrunoNº3 Nome: João MartinsNº8 Nome: João RibeiroNº9 Nome: João Pais Nº10 Nome: Miguel DuarteNº13 Agrupamento de escolas da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DESPORTO PARAOLÍMPICO Nome: BrunoNº3 Nome: João MartinsNº8 Nome: João RibeiroNº9 Nome: João Pais Nº10 Nome: Miguel DuarteNº13 Agrupamento de escolas da."— Transcrição da apresentação:

1 DESPORTO PARAOLÍMPICO Nome: BrunoNº3 Nome: João MartinsNº8 Nome: João RibeiroNº9 Nome: João Pais Nº10 Nome: Miguel DuarteNº13 Agrupamento de escolas da Mealhada Disciplina de Área de Projecto 8ºC

2 INTRODUÇÃO Pretendemos demonstrar com este trabalho que todas as pessoas, se quiserem podem praticar desporto independentemente da sua condição física!

3 Desporto Para-olímpico O QUE É O DESPORTO PARA-OLÍMPICO O O desporto para-olímpico é o desporto para pessoas com necessidades especiais praticado nas modalidades disputadas nos Jogos Para- olímpicos. O Enquanto algumas pessoas com deficiências físicas participam em desportos e recreação em vários níveis, os desportos Para-olímpicos referem-se a organizar actividades desportivas de competição como parte de um movimento Para-olímpico global. Estes desportos são organizados e disputados sob a supervisão do Comité Para-olímpico Internacional e outras federações desportivas internacionais.

4 Desportos EXISTEM 19 TIPOS DE DESPORTOS: O Arco e flecha O Atletismo O Basquete em cadeira de rodas O Bocha O Ciclismo O Esgrima O Futebol de 5 O Futebol de 7 O Goalball O Levantamento de peso O Equitação O Judo O Natação O Rugby O Ténis de mesa O Ténis em cadeira de rodas O Tiro O Vela O Vólei

5 ARCO E FLECHA O O arco e flecha é regido de acordo com as regras da Federação Internacional de Tiro com Arco. A modalidade é dividida em três categorias: Atletas com mobilidade reduzida das pernas, Atletas tetraplégicos e com dificuldade de mobilidade nos braços e Atletas paraplégicos. O O objectivo do desporto é atirar flechas em um alvo que fica a uma distância de até 70 m dos competidores. O Após a fase de classificação, que ocorre nos dois primeiros dias de competição, os 64 melhores atletas avançam enfrentam-se nas eliminatórias, até que sobram dois competidores, que fazem a final e decidem a medalha de ouro.

6 Atletismo O Destina-se a pessoas com deficiências motoras, visuais e com paralisia cerebral. O Os atletas com deficiências motoras e paralisia cerebral podem competir em cadeira de rodas e os cegos com a ajuda de um atleta guia. O Nos jogos para-olímpicos há todas as modalidades dos jogos olímpicos excepto o lançamento do martelo, o salto com vara e as corridas de obstáculos

7 Basquete em cadeira de rodas O É para atletas que possuem alguma deficiência físico-motora. As cadeiras são especiais e as adaptações e medidas devem seguir o padrão determinado pela Federação Internacional de Basquete em Cadeira de Rodas. A cada dois toques na cadeira, o jogador deve passar ou arremessar a bola. A altura do cesto é a mesma do basquete convencional.

8 Bocha O Participam atletas com deficiências motoras ou que possuam paralisia cerebral. O objectivo do jogo é lançar bolas coloridas o mais perto possível da bola branca (Jack). Para isso, os atletas podem usar as mãos, os pés ou ainda instrumentos (no caso de atletas com alto grau de comprometimento nos membros superiores e inferiores).

9 Ciclismo O Os atletas são paralisados cerebrais, deficientes visuais, amputados e lesionados medulares. O Podem competir individualmente ou por equipa. O Os atletas paralisados cerebrais usam triciclos no lugar de bicicletas convencionais. Já o ciclista deficiente visual compete em um bicicleta dupla um guia ajuda-o a pedalar no banco da frente. Já os deficientes motores usam a handcycling e pedalam com as mãos. As provas disputadas são: velódromo, estrada e contra-relógio.

10 Esgrima em cadeira de rodas O Podem apenas participar atletas com deficiência motora. Os atletas participam em cadeiras de rodas que são fixadas ao solo. Se um dos esgrimistas se mover, o combate é interrompido. Nos duelos de florete, também há uma protecção para a cadeira de rodas. Toda a roupa do atleta possui sensores que indicam se o atleta foi tocado ou não.

11 Futebol de 5 O Só podem participar os atletas deficientes visuais, com excepção do guarda redes. Cada equipa é formada por cinco jogadores. A bola tem guizos que servem para orientar os atletas durante a partida. Os atletas jogam ainda com vendas nos olhos e se tocarem na venda, o árbitro marca uma falta. Há ainda o guia (chamador) que pode ficar atrás da baliza e tem a função de orientar os jogadores, dizendo-lhes onde se devem se posicionar e para onde devem chutar. Os jogos são disputados em ginásios.

12 Futebol de 7 O Só podem participar, no futebol de 7, atletas com paralisia cerebral. Ainda assim, eles devem estar dentro da classe 5 a 8, ou seja, todos andam. Durante a partida a equipa deve ter em campo, no máximo dois atletas da classe 8 e, no mínimo, um da classe 5 ou 6.Cada equipe deve ter 7 jogadores em campo e 5 reservas.

13 Goalball O O goalball é um desporto que foi criado especificamente para deficientes visuais. O jogo é disputado num rectângulo de 9 m x 18 m, com uma baliza em cada extremidade. O objectivo de cada equipa, que é formada por três jogadores titulares e três reservas, é laçar a bola á baliza. O lançamento tem de ser rasteiro. A bola possui um guizo no seu interior que serve para que os jogadores saibam em que direcção ela vai. No goalball, o silêncio dentro do ginásio é fundamental.

14 Levantamento de peso O Podem participar atletas com deficiência física nos membros inferiores ou paralisia cerebral. Esta é a única modalidade em que as categorias são subdivididas de acordo com o peso de cada participante. Os atletas disputam a prava deitados num banco e levantam o maior peso possível em três tentativas.

15 Equitação O O hipismo é um dos desportos mais recomendados para a reabilitação física e social de portadores de qualquer deficiência. No desporto para-olímpico a areia deve ser mais compacta oferecendo uma maior segurança para os competidores. O local deve possuir uma rampa de acesso para os cavaleiros montarem seus cavalos. Além disso, deve haver uma sinalização sonora para orientar o atleta deficiente visual.

16 Judo O Nesta modalidade só participam atletas deficientes visuais. A principal diferença para o judo tradicional, é que os atletas já iniciam com a pegada estabelecida. A luta pode ainda ser interrompida quando os jogadores perdem o contacto total um do outro. Os atletas cegos são identificados com um círculo vermelho nas mangas do quimono.

17 Natação O Competem atletas com todos os tipos de deficiência, física e visual. Os atletas são divididos em classes de acordo com o grau da deficiência. A partida pode ser feita dentro da água para atletas com deficiências motoras. Atletas com deficiências visuais recebem um aviso, através de um bastão com uma esponja na ponta, de que se estão aproximando da borda.

18 Rugby em cadeira de rodas Murderball O Este desporto é destinado às pessoas tetraplégicas que tenham no mínimo três membros comprometidos. É jogado em pavilhão, num campo de 28mx15m, divido ao meio por uma linha central.- Em cada topo do campo está a zona de ensaio, delimitada por dois cones com uma distância de 8m entre si. É jogado com uma bola de voleibol. A duração do jogo é de 4 períodos de 8 minutos, com intervalos de 1 minuto no primeiro e terceiro períodos.

19 Ténis de mesa O Participam atletas com paralisia cerebral, amputados e deficientes motores. As entre os três tipos de deficientes, e os jogos podem ser individuais, em dupla ou por equipas. A raquete pode ser amarrada na mão do atleta.

20 Ténis em cadeira de rodas O Participam atletas em cadeira de rodas. O campo é o mesmo do ténis convencional, assim como as regras. A única diferença é que a bola pode cair duas vezes antes de ser rebatida. Participam atletas em cadeira de rodas.

21 Tiro O Participam atletas amputados, paraplégicos, tetraplégicos ou ainda com outras dificuldades de locomoção. As regras da modalidade para-olímpica são as mesmas do desporto olímpico em questão.

22 Vela O Podem competir tanto atletas com deficiência locomotora como visual. A competição segue as regras da Federação Internacional de Iatismo, porém, com algumas adaptações, principalmente nos barcos que devem ser mais estáveis e seguros. Ganha a prova quem percorrer o trajecto estipulado no menor tempo possível.

23 Vólei O Competem atletas amputados ou com outros tipos de deficiência locomotora. Os atletas jogam sentados no chão e esse contacto é obrigatório. O campo é menor, (10 m x 6 m) assim como a altura da rede A 7.00m x 0.80m. Cada jogo é disputado em melhor de cinco sets e cada set vai até 25 pontos.

24 Fim Competem atletas amputados ou ainda com outros tipos de deficiência locomotora, como por exemplo, seqüelas de poliomelite. Os atletas jogam sentados no chão e esse contato é obrigatório. A quadra é menor, assim como a altura da rede (10 m x 6 m x 9 m). O saque pode ser bloqueado. Cada jogo é disputado em melhor de cinco sets e cada set vai até 25 pontos. Os jogadores podem entrar em contato com a perna dos adversários, porém, não é permitido obstruir as condições de jogo do oponente. Competem atletas amputados ou ainda com outros tipos de deficiência locomotora, como por exemplo, seqüelas de poliomelite. Os atletas jogam sentados no chão e esse contato é obrigatório. A quadra é menor, assim como a altura da rede (10 m x 6 m x 9 m). O saque pode ser bloqueado. Cada jogo é disputado em melhor de cinco sets e cada set vai até 25 pontos. Os jogadores podem entrar em contato com a perna dos adversários, porém, não é permitido obstruir as condições de jogo do oponente.


Carregar ppt "DESPORTO PARAOLÍMPICO Nome: BrunoNº3 Nome: João MartinsNº8 Nome: João RibeiroNº9 Nome: João Pais Nº10 Nome: Miguel DuarteNº13 Agrupamento de escolas da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google