A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Podemos dividir a história do Brasil em 3 grandes períodos Brasil colonial Brasil Imperial Brasil republicano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Podemos dividir a história do Brasil em 3 grandes períodos Brasil colonial Brasil Imperial Brasil republicano."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4 Podemos dividir a história do Brasil em 3 grandes períodos Brasil colonial Brasil Imperial Brasil republicano

5 I – Período pré-colonial – 1500-1530 Relativo desinteresse pelo Brasil Ciclo do pau- Brasil II – colonização efetiva – 1530-1822 A- auge da colonização – séc XVI-XVII pacto colonial – exclusivismo colonial Escravidão indígena e negra (após 1550) Monocultura, escravidão e latifúndio – MEL Ação dos jesuítas no Brasil Criação das capitanias hereditárias (1534-1759) Salvador é a capital – 1549

6 Expansão territorial – bandeirantes e pecuária Início do ciclo do açúcar ( século XVII) Revoltas nativistas Revolta de Beckman – 1684 – PRIMEIRO REVOLTA COLONIAL Invasões estrangeiras França antártica – 1555-1560 - Rio de Janeiro França Equicional – 1612-1615 - Maranhão Holandeses na Bahia 1624 Holandeses em pernambuco – 1630-1654 – Nassau Restauração portuguesa 1640 e expulsão dos holandeses (insurreição pernambucana – 1645-1654) Resistência negra - quilombos do palmares

7 B – Crise do sistema colonial – século XVIII e XIX Penetração das ideias iluministas Início do ciclo do ouro em Minas Gerais – final do século XVII e início do século XVIII Regimento das minas - 1702 Intendência das minas Casas de fundição Revoltas nativistas Guerra dos emboabas – 1708-1709 -MG Guerra dos mascates – 1710 - Pernambuco Revolta de Felipe dos santos – 1720 - MG Tratado de Madri 1750, guerra guaraníticas – 1754-1756 Reformas pombalinas – aumentar o controle de Portugal no BR

8 Rio de Janeiro se torna a capital – 1763 Alvará de proibição manufatureira – 1785 Revoltas anticoloniais Inconfidência Mineira – 1789 Conjuração Baiana – 1798 Vinda da corte portuguesa para o Brasil – 1808-1821 – Abertura dos portos – 1808 Tratados com a Inglaterra – 1810 Elevação do Brasil a reino unido a Portugal – 1815 Revolução Pernambucana – 1817 Retorno da Família real para Portugal – 1821 Dom Pedro I regente do Brasil e dá início ao processo de independência

9 Primeiro Reinado – 1822-1831 Governo de Dom Pedro I A construção do Estado Brasileiro Partido Brasileiro e Partido Português Pacificação das províncias rebeldes – mercenários estrangeiros Rejeita o projeto da constituição da mandioca e fecha a assembleia constituinte em 1823 e formula uma nova Constituição é outorgada em 1824 Guerra da cisplatina – 1825-1828 Confederação do equador – 1824

10 Crescente impopularidade de Dom Pedro Intervenção de Dom Pedro na sucessão portuguesa 1831 – abdicação do imperador – dando início ao período regencial II – Período Regencial – 1831-1840 Brasil governado por regentes – menoridade de Pedro de Alcântara Centralismo vs unitarismo Grupos políticos Moderados, Exaltados e Restauradores Divisão das Regências Trina provisória /Trina permanente / Uma – Diogo Feijó Araujo Lima

11 Avanço liberal – 1831-1837 e regresso conservador 1837-1840 Guarda nacional – 1831 Código de processo criminal – 1832 Ato adicional a constituição de 1834 – assembleias provinciais Lei de interpretação do ato adicional de 1837 – regresso conservador Revoltas provinciais Cabanagem – 1835-1840 província do Grão-Pará – Pará Farroupilha – 1835-1845 - RS Revolta de malês – 1835 - Bahia Sabinada – 1837-1838 - Bahia Balaiada – 1835-1841- Maranhão Os liberais e o golpe da maioridade

12 III – Segundo reinado – 1840-1889 A- consolidação – 1840-1850 Coroação de Pedro com 14 anos – Dom Pedro II Partido Liberal e Partido Conservador Eleições do cacete – 1840 Revoltas liberais em 1842 – são paulo e minas gerias Tarifa Alves Branco – 1844- incentivo a industrialização aumenta as taxas aduaneiras Bill Aberdeen – 1845 – lei inglesa que proibi o tráfico negreiro Parlamentarismo as avessas Revolta Praiera B – auge – 1850-1870 Café – principal produto de exportação – modernização A era Barão de Mauá Lei Eusébio de Queirós – 1850 – proibi o tráfico negreiro Lei de terras – 1850 Código Comercial - 1850

13 Questões platinas – Guerra do Paraguai – 1864-1870 C- crise – 1870-1889 Crise do café e mudanças econômicas e sociais Início das ferrovias, urbanização e trabalho assalariado Críticas ás estruturas arcaicas do império Republicanismo e positivismo – ordem e progresso Manifestações pro republicanas – 1870 Convenção de Itu – 1873 – PRP – primeira convenção republicana Questões religiosas, militares e abolicionistas Leis abolicionistas- ventre livre (lei rio branco) 1871, lei dos sexagenários 1885, lei áure 1888 Proclamação da República 15 de novembro de 1889

14 I – primeira república – 1889-1930 A- República da Espada – 1889-1891 Governo dos marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto Bandeira e demais símbolos nacionais, separação entre Igreja e Estado Constituição de 1891 Crise do encilhamento Renúncia de Deodoro Revolta da Armada 1893 revolução federalistas – 1893-1894 Floriano Peixoto no poder – marechal de ferro

15 B- República Oligárquica – 1894-1930 República oligárquica – coronelismo, clientelismo e voto de cabresto Revezamento de SP e MG na política – política café com leite Convênio de Taubaté - acordo firmado entre os governadores dos estados de São Paulo (Jorge Tibiriçá), Minas Gerais (Francisco Sales) e Rio de Janeiro (Nilo Peçanha) para proteger a produção brasileira de caféSão PauloJorge TibiriçáMinas GeraisFrancisco SalesRio de JaneiroNilo Peçanhaprodução brasileira de café Política dos governadores Conflitos Guerra de Canudos – 1896-1897 Guerra do contestado – 1912-1916 Revolta da vacina – 1904 – reforma urbana do Rio de Janeiro Revolta da chibata – 1910

16 Movimentos sociais Cangaço, movimento operários, tenentismo, semana da arte moderna(1922) Brasil na primeira guerra mundial – indústria e urbanização Crise de 1929 – crise do café e crise das oligarquias Revolução de 1930 e a chegada de Getúlio Vargas no poder II Era Vargas – 1930-1945 Populismo, nacionalismo, trabalhismo, modernização conservadora e ditadura (após 1937. Estado Novo ) Direitos trabalhistas e justiça do trabalho Industrialização e urbanização Revolução constitucionalista de 1932 Constituição de 1934 ANL X AIB

17 Intentona ou levante comunista – 1935 Plano Cohen – golpe de Vargas - golpe para criar o estado novo Constituição de 1937 Brasil na segunda guerra mundial FEB Pressões sobre Vargas para renúncia Suicídio de Vargas III- República Populista – 1945-1964 Principais governo – Dutra, JK, Janio Quadros e Jango Brasil na guerra fria Populismo, trabalhismo, nacional-desenvolvimentismo e modernização conservadora Aproximação com os EUA ( Dutra) JK- plano de metas – construção de Brasília - 1960

18 Renúncia de Jânio e a chegada de Jango no poder, proximidade com a china comunista e as reformas de base Nacionalistas x internacionalistas Movimento sociais no campo e na cidade 01/04/1964 – golpe civil militar IV- Ditadura Militar – 1964-1985 Autoritarismo, censura, tortura, repressão e assassinatos Presidentes Governo Castello Branco (1964 - 1967) Governo Costa e Silva (1967 - 1969) Governo Médici (1969-1974) Governo Geisel (1974 - 1979) Governo Figueiredo (1979 - 1985)

19 Bipartidarismo – MDB X ARENA Doutrina de Segurança nacional Constituição de 1967 Movimentos de oposição ao regime Operário Estudantil OAB CNBB Guerrilhas contra a ditadura Obras faraônicas AI-5 – 1968 Geisel e Figueiredo – rumo a abertura política

20 Campanha das diretas já Emenda Dante de oliveira vetada Colégio eleitoral elege Tancredo Neves Morte de Tancredo neves e início do governo de José Sarney V- Nova república ou Brasil contemporâneo – 1985-hoje A tarefa de redemocratizar o Brasil José Sarney: constituição de 1988, inflação galopante e vários planos econômicos Fernando Collor – abertura da economia aos importados e o impeachment Itamar Franco – plebiscito presidencialismo/parlamentarismo e Plano Real, criado por FHC

21 Fernando Henrique Cardoso – Plano Real, combate à inflação e neoliberalismo Lula – combate a miséria, investimentos em infraestrutura e manutenção da estabilidade política do Plano Real Dilma Rousseff – continuidade com a era Lula, investimentos em infraestrutura (PAC).


Carregar ppt "Podemos dividir a história do Brasil em 3 grandes períodos Brasil colonial Brasil Imperial Brasil republicano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google