A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXXIV TEMPO PASCAL A MENINA DOS OLHOS DE DEUS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXXIV TEMPO PASCAL A MENINA DOS OLHOS DE DEUS."— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXXIV TEMPO PASCAL A MENINA DOS OLHOS DE DEUS

2 Encontrei-me com o Iracerdo defronte do posto Paraíso dos Pássaros, ele ía passando e eu saindo do posto. Fazia tempo que não nos víamos, ultimamente só nos comunicávamos por . Ficamos um tempinho trocando idéias. Ele falava muito sobre a situação da Amazônia e eu sobre a minha caminhada diaconal nestes tempos obtusos. Ele é das margens do Itacarará, portanto, é alenquerense, meu conterrâneo ximango.

3 Disse que estão abusando descaradamente da Amazônia, que chega a dar a impressão de que as autoridades constituídas estão apoiando, devido ao grande número de denúncias circulando nos meios de comunicação e nenhuma providência é tomada coibindo o abuso. Só fazem declarar que medidas estão sendo estudadas, mas o que se vê é a região cada vez mais escalpelada expondo um distúrbio que afeta a terra toda, como o aquecimento global, degelo dos polos, nível dos mares crescendo, saarização de florestas...

4 Esses vândalos ignoram que o equilíbrio do planeta depende do desempenho da respiração sadia da Amazônia que nutre o ar planetário de vitalidade natural, e não poluída. Não quero ser ufano, disse Iracerdo, mas pela beleza, riqueza e importância desta região para o globo terrestre, a Amazônia é a menina dos olhos de Deus. Deus mesmo, o Criador de todas as coisas! Já paraste para refletir sobre a sua biodiversidade? E sobre as espécies de micro e macro vidas que ela aninha em suas entranhas?...

5 Mas o que mais me chamou a atenção foi a declaração de Iracerdo sobre a importância da luz de Cristo no mundo, principalmente na Amazônia. Verdade puríssima, disse ele! Veja bem, depois que Jesus apareceu publicamente pregando na região da Palestina, o mundo de então que vivia afundado na escuridão da mentira e da hipocrisia viu o brilho dessa luz. Uma boa parte de gente teve o coração iluminado e mudou radicalmente de atitude, porque viu a Verdade. Foi o caso dos pescadores do lago da Galiléia.

6 Mas o que é Verdade, questionou Pilatos durante o julgamento de Jesus diante de uma turba colérica. Estás lembrado? Pois tem esta passagem nos evangelhos e Jesus até fica em silêncio como resposta. Ora, como Pilatos ía entender a verdade de Jesus se estava atolado em poder nefasto? Para tanto precisava da luz de Cristo para alumiar seu coração e adquirir forças para fazer cumprir a justiça verdadeira, que é a divina! A mesma coisa, hoje, aqui na Amazônia, enquanto a claridade dessa luz não chegar ao coração dessas pessoas que detêm o poder de decisão, a Amazônia será uma fonte de recursos alimentadora da ambição dos homens inescrupulosos e o estancamento do seu processo degenerativo se tornará mais penoso. A justiça é aplicada conforme os interesses particulares em jogo...

7 Ora, a justiça é atributo da verdade. O próprio Jesus Cristo declarou: Sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém chega ao Pai se não for através de mim(Jo 14, 1-14). Portanto, fora da verdade está o caos e tudo o que leva o homem à perdição mesmo que primorosamente racionalizado como justificação legal. A justiça é a vida feliz na terra e a esperança da eterna, indistintamente, para todos os homens!...

8 Fiquei boquiaberto ouvindo Iracerdo falar. Finalmente, ele tinha encontrado o objetivo que procurava: defender a fraternidade entre os homens e a vida no Planeta, pois a Criação geme em dores de parto (CF2011). Tempos atrás ele nem conhecia Cristo e agora fala nele como se o conhecesse bem e até fosse seu amigo do peito. Observei que, à proporção que falava de Cristo caminhando pelas paragens da Amazônia, seus olhos brilhavam. Meu Deus, quanta esperança e fé senti na expressão desse vosso filho naquele momento!...

9 Iracerdo olhou para o celular e parou de falar bruscamente. Disse que estava atrasado, despediu-se e seguiu para a para de ônibus em frente. Não disse para onde ía. Seu semblante era o de um homem angustiado, talvez pela situação que Alenquer estava enfrentando com a enchente do Rio Amazonas alagando tudo, cidades, sítios, fazendas... Ele sabe que os leitos dos rios e igarapés, inclusive o do próprio Amazonas, espalhados pelas mais remotas paragens da floresta, em cada enchente ficam mais rasos devido aos depósitos de sedimentos e maior se torna a área de inundação, isto tudo consequência do assoreamento causado pelo desmatamento indiscriminado da região. Prejuízos enormes acontecem, as autoridades competentes, atônitas, mais se revelam incompetentes, e o homem ribeirinho fica à mercê das águas amazônicas!... Ó Criador de todas as coisas, aumentai a claridade da vossa luz por toda Amazônia para que os homens vejam que ela é a menina dos vossos olhos!... Eliezer de Oliveira Martins Obs: O autor é diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, Amazônia do Brasil. Esses fatos são uma adaptação dos narrados em link FONTE DE VIDA, Em Águas Profundas. Musical: Only A Memory, Yanni


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS XXXIV TEMPO PASCAL A MENINA DOS OLHOS DE DEUS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google