A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério de Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Secretaria de Energia Elétrica Preparação para os Grandes Eventos Copa do Mundo 2014 e Jogos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério de Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Secretaria de Energia Elétrica Preparação para os Grandes Eventos Copa do Mundo 2014 e Jogos."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério de Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Secretaria de Energia Elétrica Preparação para os Grandes Eventos Copa do Mundo 2014 e Jogos Olímpicos 2016 Setembro de 2013

2 Ministério de Minas e Energia Grupo de Trabalho GT Copa 2014 Setembro de 2013

3 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Portaria MME n° 760, de 30 de agosto de 2010 – criação do Grupo de Trabalho para Copa 2014 – GT Copa 2014. Objetivo Elaboração, implementação e acompanhamento do Plano de Ação da Copa 2014 -> Garantir suprimento de energia elétrica às doze capitais-sede da Copa do Mundo de 2014. Forças-Tarefa Estudos e análises do atendimento às capitais-sede da Copa 2014; Participação: MME, ANEEL, EPE, ONS, agentes do setor elétrico, secretarias estaduais e demais órgãos envolvidos.

4 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Relatório Final das Forças-Tarefa do GT Copa 2014 – aprovado pelo CMSE em Janeiro/2012 e Revisado em Julho/2013; Principais Conclusões: 1.Todos os requisitos da FIFA para suprimento aos estádios de futebol serão atendidos; 2.A expansão do sistema, conforme planejada em seus processos regulares pela EPE e ONS é suficiente para garantir as condições adequadas de suprimento às capitais-sede da Copa do Mundo de 2014; 3.As empresas distribuidoras indicaram as obras prioritárias para a Copa 2014, a ANEEL aprovou e são objeto de acompanhamento e fiscalização por parte da Agência, conforme o Despacho ANEEL nº 4.106, de 18 de outubro de 2011; 4.Adoção de critério adicional de segurança para as cidades-sede, com medidas operativas quando necessário; 5.A resolução CMSE 01/2005 estabelece como diretriz ao ONS que sejam realizados estudos e definidos procedimentos operativos especiais no período de eventos de grande relevância e repercussão nacional, como a Copa, buscando garantir a segurança adicional do evento.

5 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Reuniões de Acompanhamento OrdemCidade-Sede 1ª Fase de Reuniões - Data 2ª Fase de Reuniões - Data 3ª Fase de Reuniões - Data 1Fortaleza12/04/201205/12/201220/11/2013* 2Recife24/01/201206/12/201204/12/2013* 3Salvador15/03/201207/12/201206/12/2013* 4São Paulo18/04/201210/12/201211/10/2013* 5Natal24/05/201214/12/201222/11/2013* 6Belo Horizonte08/03/201214/12/201216/09/2013 7Brasília18/01/201207/02/201304/10/2013* 8Rio de Janeiro23/03/201227/02/201308/11/2013* 9Curitiba11/05/201206/03/201323/08/2013 10Porto Alegre09/12/201107/03/201330/08/2013 11Cuiabá15/05/201219/03/201314/08/2013 12Manaus08/10/201217/04/201331/10/2013* * Datas Previstas Inspeções e Reuniões nas Cidades-Sede:

6 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Reuniões de Acompanhamento Reuniões Plenárias do GT Copa 2014: 1ª Reunião GT Copa 2014 (14/10/2010); 2ª Reunião do GT Copa 2014 (10/12/2010); 3ª Reunião do GT Copa 2014 (04/04/2011); 4ª Reunião do GT Copa 2014 (21/07/2011); 5ª Reunião do GT Copa 2014 (11/07/2012); 6ª Reunião do GT Copa 2014 (05/03/2013).

7 Ministério de Minas e Energia Demais Ações de Monitoramento do Setor Elétrico 1.Obras de Transmissão e Geração - Reuniões mensais entre MME/ANEEL/EPE/ONS/CCEE para acompanhamento do andamento das obras de Transmissão e Geração, de acordo com os contratos de concessão e autorização; 2.Obras do PMIS - Programa de Melhoria de Instalações Sistêmicas: Reuniões periódicas entre MME/Empresas do Sistema Eletrobrás e MME/demais empresas, para acompanhamento do andamento das obras; 3.Obras das Concessionárias de Distribuição - Reuniões trimestrais entre MME/ANEEL para acompanhamento do andamento das obras; 4.Salas de Situação do PAC - Reuniões periódicas para acompanhamento das obras do PAC, coordenadas pelo Ministério do Planejamento, com participação de todos os órgãos envolvidos, para superar os óbices relacionados aos empreendimentos. GT Copa 2014

8 Ministério de Minas e Energia ATENDIMENTO AO REQUISITO FIFA: DUPLA ALIMENTAÇÃO PARA OS ESTÁDIOS, A PARTIR DE SUBESTAÇÕES DISTINTAS GT Copa 2014

9 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Broadcast Compound Commercial Display Area Media Center Accreditation Center Volunteers Center Commercial Affiliate Hospitality Village Food and Beverages UPS* SE 01 – Linha 01 SE 02 – Linha 02 INSTALAÇÕES TEMPORÁRIAS Geradores Atendimento à Região dos Estádios * UPS - Uninterruptible Power Supply Fonte: COL

10 Ministério de Minas e Energia Atendimento aos Estádios Cargas Críticas UPS Geradores Transformadores Cargas Essenciais HVAC Iluminação Geral Tomadas Uso Geral Bombas e Motores Iluminação Campo Tomadas UPS TI / Telecom Fonte: COL GT Copa 2014

11 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Maracanã Rio de Janeiro - RJ Alimentador expresso EXISTENTE Alimentador expresso CONCLUÍDO Alimentador não expresso EXISTENTE GT Copa 2014

12 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena Fonte Nova Salvador - BA Alimentador expresso EXISTENTE Alimentador expresso CONCLUÍDO SED 69 kV/11,95 kV CONCLUÍDA GT Copa 2014

13 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento ao Estádio Castelão Fortaleza - CE Alimentador expresso CONCLUÍDO Alimentador não expresso EXISTENTE GT Copa 2014

14 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento ao Estádio Arena Pernambuco Recife - PE Derivação LDAT Várzea - Pau Ferro CONCLUÍDA 02 alimentadores expressos CONCLUÍDOS Subestação 69 kV/13,8 kV – 2 x 15/20MVA 02 barras independentes de 69 kV e 13,8 kV CONCLUÍDA GT Copa 2014

15 Ministério de Minas e Energia Alimentador expresso CONCLUÍDO Diagrama de Suprimento Estádio Mineirão Belo Horizonte - MG Alimentador Expresso Depende término de obras Av. D. Pedro I (Trecho de 1.500m) Alimentador não expresso existente Alimentador não expresso existente GT Copa 2014

16 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Nacional Brasília – DF Linha de Distribuição 138kV CONCLUÍDA Linha de Distribuição 138 kV CONCLUÍDA SED 138kV/13,8kV Outubro/2013 Alimentadores expressos CONCLUÍDOS GT Copa 2014

17 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena Pantanal Cuiabá - MT Alimentador expresso Dezembro/2013 Alimentador expresso CONCLUÍDO GT Copa 2014

18 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena da Baixada Curitiba - PR Alimentador expresso Dezembro/2013 GT Copa 2014

19 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena da Amazônia Manaus – AM Ampliação SED Novembro/2013 Alimentador Expresso Novembro/2013 Ampliação SED Novembro/2013 GT Copa 2014

20 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena das Dunas Natal - RN Ampliação SED Dezembro/2013 Alimentador expresso Dezembro/2013 GT Copa 2014

21 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Arena Corinthians São Paulo - SP Alimentador expresso Dezembro/2013 GT Copa 2014

22 Ministério de Minas e Energia Diagrama de Suprimento Estádio Beira Rio Porto Alegre – RS Alimentador não expresso existente Alimentador expresso Março/2014 SED 69kV/13,8kV Março/2014 GT Copa 2014

23 Ministério de Minas e Energia Grupo de Trabalho GT Olimpíadas 2016 Setembro de 2013

24 Ministério de Minas e Energia GT Olimpíadas 2016 CMSE* GT Olimpíadas 2016 Força-Tarefa Olimpíadas 2016 Governança: Coordenação: MME/SEE Coordenação: ONS * CMSE - Comitê de Monitoramento do Sistema Elétrico Alimentação aos CLUSTERS OLÍMPICOS Alimentação aos ESTÁDIOS DE FUTEBOL APORio2016APORio2016SEDEIS SECON- SERVA SEDEIS CTEEPELETROPAULO EDP BANDEIRANTE CTEEPELETROPAULO CEMIG GT e D CEMIG FURNASCEBFURNASCEB CHESFCOELBACHESFCOELBA EPEEPEMMEMME FURNASLIGHTFURNASLIGHT ANEELANEEL Rio de Janeiro Cidades (jogos de Futebol) São Paulo Salvador Belo Horizonte Brasília Criação do Grupo de Trabalho - GT Olimpíadas 2016 Portaria MME n o 379, de 15/06/2012: Criou o GT Olímpiadas 2016.

25 Ministério de Minas e Energia Atribuições do GT Olimpíadas 2016: Descrição da topologia atual do sistema de suprimento de energia elétrica à cidade do Rio de Janeiro, abrangendo o Sistema de Transmissão e de Distribuição; Descrição das obras já previstas para entrarem em operação até 2016, com impacto no suprimento elétrico à cidade do Rio de Janeiro; Avaliação do desempenho do sistema elétrico de suprimento à cidade do Rio de Janeiro; Definição das ampliações e reforços a serem implantados de forma a garantir desempenho adequado do Sistema em 2016; e Elaboração de Plano de Ação específico destinado ao controle, à avaliação e ao acompanhamento das atividades previstas. GT Olimpíadas 2016

26 Ministério de Minas e Energia Força-Tarefa Olimpíadas 2016: Realizadas dez reuniões da FT, coordenadas pelo ONS, no período de Setembro/2012 a Agosto/2013. GT Olimpíadas 2016: Realizadas três reuniões plenárias, no período de Julho/2012 a Agosto/2013. Principais Conclusões: A expansão do Sistema de Transmissão, conforme planejada nos processos regulares pela EPE e pelo ONS, será suficiente para garantir o atendimento aos requisitos técnicos exigidos pelo Comitê Olímpico Internacional – COI: Principais requisitos exigidos: Nível de redundância N-1 com caminhos independentes no atendimento; Atendimento por no mínimo 2 subestações de Extra Alta Tensão; Nível de redundância N-2 na infraestrutura de equipamentos. As grandes obras previstas para o RJ para as Olimpíadas de 2016 são as planejadas no GT Copa de 2014; Os estádios de futebol e praticamente todas as vênues estarão atendidas por duas subestações distintas da Rede Básica e de Distribuição. GT Olimpíadas 2016

27 Ministério de Minas e Energia Obras de Distribuição: 1 - Atendimento ao Parque Olímpico: 1ª Alimentação ao Parque Olímpico; 2ª Alimentação subterrânea circuito simples 138 kV com cerca de 10 km de extensão, a partir da SE Barra 2; SE Olímpica 138/13,8 kV – 3x40MVA; LD 138 kV, circuito duplo, com cerca de 4,0 km de extensão, a partir da SE Jacarepaguá (Furnas), seccionando o antigo ramal na altura do ponto de derivação para os ramais das subestações Curicica e Gardênia. 2 - Atendimento ao Cluster Deodoro: Dois circuitos simples 13,8 kV, aéreos, a partir da SE Guadalupe (Light), com extensão aproximada de 8 km; Dois circuitos simples 13,8 kV, aéreos, a partir da SE Padre Miguel (Light), com extensão aproximada de 8 km. Principais Obras para Atendimento aos Requisitos do COI: GT Olimpíadas 2016

28 Ministério de Minas e Energia Próximas Etapas do Trabalho: O Relatório Síntese Gerencial da FT Olimpíadas 2016 será submetido ao CMSE; Monitoramento das Obras – Departamento de Monitoramento do Sistema Elétrico – DMSE/SEE; Elaboração dos Planos Operativos para os eventos testes (2015) e para os Jogos de 2016. GT Olimpíadas 2016

29 Ministério de Minas e Energia FIM Ministério de Minas e Energia Secretaria de Energia Elétrica Departamento do Monitoramento do Sistema Elétrico monitoramento@mme.gov.br gtcopa2014@mme.gov.br gtolimpiadas2016@mme.gov.br

30 Ministério de Minas e Energia APOIO GT Copa 2014

31 Ministério de Minas e Energia Quadro resumo: Estágio Atual das Obras Se forem desconsideradas as obras SEM PREVISÃO/REAVALIADAS: Conclusão até MAIO/2014: TRANSMISSÃO: 89 % DISTRIBUIÇÃO: 95% GT Copa 2014

32 Ministério de Minas e Energia Conclusão: Tendo em vista as medidas operativas propostas, o sistema dispõe de recursos para contornar os efeitos dos atrasos das obras, com condições adequadas de suprimento durante o evento da Copa do Mundo de 2014, atendendo os requisitos da FIFA para suprimento aos estádios de futebol; Principais medidas operativas previstas: redespacho de usinas hidráulicas; utilização de térmicas fora da ordem de mérito; transferências de carga pela rede de distribuição; flexibilidade de sobrecarga nas transformações; intensificação de medidas preventivas; revisão dos SEPs com redefinição de cargas prioritárias. GT Copa 2014

33 Ministério de Minas e Energia Obras de Distribuição: Quadro Resumo Em Reavaliação/Retiradas: (*) SED Porto Alegre 5: Reavaliada pela Distribuidora CEEE-D; (**) SED Triagem e LDAT Jacarepaguá – Itapeba: Obras reavaliadas pela Distribuidora (Carta PRS-031/2013_LIGHT); (***) Obras substituídas por novo planejamento (Carta EAME CTA – PR 090/2013, de 23.05.2013); (****) SED Autarquias Norte: Obras reavaliadas pela Distribuidora (Carta 030/2013-DE_CEB). (****) (**) (***) (*) Referência: 03/Setembro/2013 GT Copa 2014

34 Ministério de Minas e Energia Obras de Transmissão: Quadro Resumo Referência: 03/Setembro/2013 Sem Previsão/Reavaliação: (*) 3 Obras de DIT da CTEEP: Em reavaliação pela Transmissora CTEEP; (**) LT 500 kV Itabirito 2 – Vespasiano 2 - 90 km: Não houve proponentes em 2 Leilões de Transmissão; (***) Obras de Manaus: Eletrob. Amazonas Energia solicitou à EPE revisão do estudo EPE-DEE-RE-056/2012-r0, culminando com três obras em reavaliação ( 3º TR na SE Jorge Teixeira, o 4º TR na SE Mauá III e 4º TR na SE Manaus ). (**) (***) (*) GT Copa 2014

35 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão a partir Jun/2014: Medidas Operativas

36 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão a partir Jun/2014: Medidas Operativas

37 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão a partir Jun/2014: Medidas Operativas

38 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

39 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

40 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

41 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

42 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

43 Ministério de Minas e Energia GT Copa 2014 Obras de Transmissão até Mai/2014: Medidas Operativas

44 Ministério de Minas e Energia APOIO GT Olimpíadas 2016

45 Ministério de Minas e Energia Parque Olímpico – Rio de Janeiro Voltar

46 Ministério de Minas e Energia 1ª Reunião do GT Olimpíadas 2016: 11/07/2012, no MME. Apresentação do Plano de Ação – GT Olimpíadas 2016; Apresentação dos Principais Requisitos – Autoridade Pública Olímpica - APO; Criação da FT Olimpíadas, sob coordenação do ONS, para avaliação do atendimento à cidade do Rio de Janeiro em 2016; 2ª Reunião do GT Olimpíadas 2016: 20/02/2013, no MME. Apresentação do andamento dos trabalhos da FT Olimpíadas – ONS; Apresentação dos trabalhos do GT Operacional de Energia, da Autoridade Pública Olímpica - APO; 3ª Reunião do GT Olimpíadas 2016: 07/08/2013, no MME. Apresentação da Síntese Gerencial da FT Olimpíadas – ONS; Identificação das obras para atendimento aos requisitos do COI; Apresentação da previsão de atendimento ao Parque Olímpico, aos aeroportos e estádios da cidade-sede e demais cidades onde acontecerão os jogos de futebol; Avaliação do atendimento ao Rio de Janeiro em 2016 com critérios de segurança diferenciados, que suportem perdas duplas de linhas de 500 kV, com respectiva análise das alternativas para adoção desses critérios; GT Olimpíadas 2016 Histórico

47 Ministério de Minas e Energia Força-Tarefa Olimpíadas 2016 Plano de Ação da FT Olimpíadas 2016:

48 Ministério de Minas e Energia Força-Tarefa Olimpíadas 2016 Plano de Ação da FT Olimpíadas 2016:


Carregar ppt "Ministério de Minas e Energia Ministério de Minas e Energia Secretaria de Energia Elétrica Preparação para os Grandes Eventos Copa do Mundo 2014 e Jogos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google