A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE: ESTRUTURA E INDICADORES SOCIAIS E PERSPECTIVAS CONJUNTURAIS José Aldemir Freire – Economista Chefe da Unidade Estadual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE: ESTRUTURA E INDICADORES SOCIAIS E PERSPECTIVAS CONJUNTURAIS José Aldemir Freire – Economista Chefe da Unidade Estadual."— Transcrição da apresentação:

1 ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE: ESTRUTURA E INDICADORES SOCIAIS E PERSPECTIVAS CONJUNTURAIS José Aldemir Freire – Economista Chefe da Unidade Estadual do IBGE no Rio Grande do Norte

2 Contratante Contratada Executores Demandante

3 Estrutura da Apresentação  Estrutura da Economia do RN  Indicadores Sociais – Evolução Recente;  A Conjuntura 2009 e as Perspectivas para 2010

4 Estrutura da Economia do RN e Desempenho

5 O Produto Interno Bruto dos Estados do Nordeste – em Milhões de R$ (2006)

6 PIB Per Capita – em R$ (2006)

7 RITMO DE CRESCIMENTO SETORIAL: BRASIL X RN (2002 – 2006)

8 COMPOSIÇÃO DO PRODUTO INTERNO BRUTO

9 RN: Valor da Transformação Industrial (VTI) – R$ (em 2007) TOTAL =

10 Principais Atividades da Indústria do RN – em R$ (2007)

11 RN: Indústria Têxtil e de Confecção – Evolução do VTI em R$ 1.000

12 Participação da Indústria Têxtil e de Confecções do RN na Indústria Têxtil e de Confecções do Nordeste

13 Índice de Crescimento do Comércio Varejista Ampliado (2003 = 100)

14 RN: Consumo de Cimento – em Toneladas

15 Principais Aeroportos do Nordeste – Movimentação Anual de Passageiros Natal (+87,78%) Fortaleza (+85,47%) Salvador (74,91%) Recife (+71,19%)

16 RN: Estatística de Pesca RN: ESTATÍSTICA DA PESCA (Valor e Posição no Ranking) ModalidadeValorRanking BrasilRanking Nordeste Aquicultura Marinha R$ ,0011 Pesca Marinha R$ ,0084 Pesca Continental R$ ,00104 Aquicultura Continental R$ ,00279 TOTAL R$ ,0053

17 RN: PRODUÇÃO DE PETRÓLEO (BEP)

18 RN: PRODUÇÃO DE GÁS NATURAL (EM M³)

19 Principais Aspectos  A Economia do RN é a quinta maior do Nordeste;  O terceiro maior PIB Per Capita;  O Setor Público ainda é o principal setor da economia, seguido do comércio e serviços e da indústria extrativa;  Temos a segunda mais importante indústria extrativa do Nordeste – motor principal é a indústria de petróleo e gás;  Temos uma importante industria salineira e também uma indústria têxtil e de confecções;  Outros setores dinâmicos: comércio varejista, construção civil, turismo, mercado imobiliário, setor pesqueiro;  Setores com problemas: petróleo e gás – redução do volume produzido;

20 Principais Aspectos  Outros segmentos que merecem atenção: Fruticultura – perda de competitividade na produção de melão; queda na produção de banana; aumento das exportações de manga; evolução positiva da cultura do abacaxi. Infra-estrutura Logística: necessidade de porto; melhoria das estradas (notadamente BRs); impacto da duplicação da BR 101; Aeroporto de São Gonçalo. Investimentos em Energia Eólica; Investimentos na COPA 2014

21 Indicadores Sociais

22 RN: EVOLUÇÃO DO EMPREGO FORMAL

23 GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS – 2002 A 2008

24 EVOLUÇÃO DO RENDIMENTO MÉDIO REAL DOS DOMICÍLIOS PARTICULARES PERMANENTES (EM R$ DE 2007) – RENDIMENTO MENSAL

25 GANHO EM R$ DO RENDIMENTO MÉDIO MENSAL REAL DOMICILIAR ( ) GANHO ANUAL DOMICILIAR = R$ 3.204,24

26 GANHO REAL NO RENDIMENTO MENSAL MÉDIO DOMICILIAR (%) – 2002 A 2007

27 RN: Percentual de Domicílios Abaixo da Linha de Pobreza

28 Percentual de Domicílios Abaixo da Linha de Pobreza

29 RN: EVOLUÇÃO DAS CLASSES C X E (Fonte FGV – Dados da PNAD) – Percentual dos Domicílios CLASSE E = Renda até R$ 768 Mensais; CLASSE C = Renda de R$ até R$ Mensais

30 PERCENTUAL DE DOMICÍLIOS COM ACESSO À REDE DE ESGOTOS

31 CONJUNTURA ECONÔMICA 2009

32 RN: EVOLUÇÃO DO EMPREGO FORMAL ACUMULADO EM 12 MESES

33 RN: EMPREGO FORMAL ACUMULADO NO ANO (2008 X 2009)

34 RN: EVOLUÇÃO DO EMPREGO ACUMULADO EM 12 MESES – ALGUNS SETORES

35 FIM


Carregar ppt "ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE: ESTRUTURA E INDICADORES SOCIAIS E PERSPECTIVAS CONJUNTURAIS José Aldemir Freire – Economista Chefe da Unidade Estadual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google