A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Perspectivas da Economia Brasileira para 2009 e 2010 29 de outubro de 2009 Simão Davi Silber

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Perspectivas da Economia Brasileira para 2009 e 2010 29 de outubro de 2009 Simão Davi Silber"— Transcrição da apresentação:

1 Perspectivas da Economia Brasileira para 2009 e de outubro de 2009 Simão Davi Silber

2 2/23 Desempenho da Economia Brasileira A economia brasileira (PIB) cresceu 5,1% em 2008 e a indústria de transformação cresceu 4,3%. Para 2009, a previsão é de crescimento de 0,2% para o PIB e queda de 7,6% para a produção industrial. Os impactos da crise financeira internacional foram superados em um semestre. A queda da inflação para um patamar de 4,0% a.a., a redução da taxa de juros real, o aumento dos gastos públicos e a desoneração tributária estimularam uma rápida recuperação do nível de atividade econômica depois de dois trimestres de queda (4º trimestre de 2008 e 1º de 2009).

3 3/23 Desempenho da Economia Brasileira

4 4/23 Desempenho da Economia Brasileira

5 5/23 Desempenho da Economia Brasileira

6 6/23 Desempenho da Economia Brasileira

7 7/23 Desempenho da Economia Brasileira

8 8/23 Desempenho da Economia Brasileira

9 9/23 Desempenho da Economia Brasileira

10 10/23 Desempenho da Economia Brasileira

11 11/23 Desempenho da Economia Brasileira As vendas reais no varejo estão crescendo a uma taxa anualizada de 4,7% e a massa salarial, à 2,2% a.a. O gasto do governo federal com salários e encargos está crescendo à 22,6% a.a. A expansão do crédito tem se mantido apesar da crise financeira: no período janeiro/agosto de 2009, quando comparado a idêntico período de 2008, o crédito as pessoas físicas cresceu 21,5% a.a. e as pessoas jurídicas, 24,4% a.a.

12 12/23 Desempenho da Economia Brasileira

13 13/23 Desempenho da Economia Brasileira

14 14/23 Desempenho da Economia Brasileira

15 15/23 Desempenho da Economia Brasileira

16 16/23 Desempenho da Economia Brasileira Houve uma grande redução dos investimentos produtivos que refletiu na produção e importação de bens de capital. A redução do nível de utilização da capacidade produtiva na indústria é o principal fator responsável pela queda de demanda por máquinas, equipamentos e construções. A formação bruta de capital fixo no segundo trimestre de 2009, estava 16,8% abaixo do observado no mesmo período, em 2008.

17 17/23 Desempenho da Economia Brasileira

18 18/23 Desempenho da Economia Brasileira

19 19/23 Desempenho da Economia Brasileira A produção interna de bens de capital em agosto de 2009 estava 23,6% abaixo do nível observado em A produção de bens de consumo durável está em expansão depois da grande queda observada no último trimestre de Mesmo assim, a produção atual está 5,6% abaixo da observada em agosto do ano passado. Um outro indicador do recuperação da demanda interna de bens de consumo duráveis é a produção de automóveis: em agosto de 2009, a produção interna estava somente 3,4% abaixo do nível de produção de 2008.

20 20/23 Desempenho da Economia Brasileira

21 21/23 Desempenho da Economia Brasileira

22 22/23 Desempenho da Economia Brasileira

23 23/23 Desempenho da Economia Brasileira


Carregar ppt "Perspectivas da Economia Brasileira para 2009 e 2010 29 de outubro de 2009 Simão Davi Silber"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google