A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OLIMPÍADAS DE PEQUIM – 2008 ABERTURA – SIMBOLISMO CULTURAL DA APRESENTAÇÃO MÚSICA: Chinese Classical Music.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OLIMPÍADAS DE PEQUIM – 2008 ABERTURA – SIMBOLISMO CULTURAL DA APRESENTAÇÃO MÚSICA: Chinese Classical Music."— Transcrição da apresentação:

1

2 OLIMPÍADAS DE PEQUIM – 2008 ABERTURA – SIMBOLISMO CULTURAL DA APRESENTAÇÃO MÚSICA: Chinese Classical Music

3 A China é hoje, indubitavelmente, o país do mundo com a mais longa história contínua. Aqui poderá encontrar a mais elementar informação sobre o Império do Meio, Zhong Guo, cuja civilização e cultura influenciou todos os países vizinhos, como a Coréia, o Japão e a península da Indochina. Um Sonho Realizado

4 É importante recordar que a este multimilenar império se devem a invenção do papel, a descoberta da seda, do magnetismo e, por inerência, da bússola, da pólvora, dos caracteres móveis que permitiram a impressão de livros e a acupuntura. Um Sonho Realizado

5 Assim era a corte dos Tang cujos trajes e estilos de penteado iriam influenciar os trajes da Coreia e dar origem ao Kimono japonês modificado na sua versão inicial do período Heian ( ) da Antiguidade nipónica.

6 O rolo de papel onde simbolicamente assenta toda a cultura chi- nesa, suporte para a escrita caligráfica e para a pintura, serve de outro palco a todo o desenrolar do espectáculo.

7 Embora não se evoque no espetáculo, não podem ser esquecidos nomes como Lao Tsu o fundador do Taoísmo e autor do Tao Te Qing (séc.VI AC) e Sun Tsu (séc. VI AC) o autor do mais antigo manual militar. A Arte da Guerra ambos escritos ainda em tiras de bambu atadas entre si, já na forma de rolo.

8 De extraordinária beleza austera, discípulos de Confúcio (também do séc. VI AC) desfilam com os rolos de bambu contendo os quatro clássicos.

9 Confúcio e os seus ensinamentos, entre os quais os Analectos, vem estruturar a sociedade chinesa de forma definitiva, dando ao coletivo importância superior ao individual, e lembrando os deveres de todas as classes, entre os quais o respeito pelos mais velhos, os deveres dos pais para com os filhos e dos filhos para com os pais.

10 Ainda hoje, cada aldeia mantém no seu templo um livro de descendentes, verdadeira árvore genealógica, permitindo a cada chinês saber, ao longo dos séculos, quem foram os seus antepassados. Esta teia familiar é ainda hoje de extrema importância na organização e estruturação dos imigrantes chineses.

11 Toda a cultura chinesa e o seu modo de expressão são simbólicos. Tendo sido sempre um país onde o coletivo é superior ao indivíduo.

12 Este fantástico número de centenas de tambores luminosos, tocados em únissono, embutidos em réplicas de antigos vasos rituais de bronze, transmitiram esse coletivo de forma brilhantemente criativa, casando com extraordinária felicidade o antigo com o novo.

13 Eis senão quando surgem os caracteres móveis, invenção de um Magistrado de nome Wang Cheng em 1313, que encomenda a um artesão carac- teres móveis gravados em blocos de madeira. Zhang Yimou reinventa a mobilidade dos caracteres criando movimentos rítmicos e palavras, numa nova afirmação de criatividade.

14 O carimbo-selo chinês autenticava os documentos e era irrepetível. Os seus acidentes de gravação eram minuciosamente examinados como forma de autenticação.

15 O próprio logotipo dos Jogos Olímpicos de Pequim assenta no carimbo-selo, que era aplicado com tinta vermelha sobre a carta ou a obra caligráfica ou pictórica. Dos caracteres móveis aos carimbos florescendo cerejeiras, vai a mensagem da riqueza cultural chinesa.

16 Este belíssimo quadro de marionetas representando a ópera chinesa, com músicos sobre um estrado transportado por centenas de figurantes, alude às artes musicais e de palco com extraordinária concisão e sem excessos desnecessários.

17 Novo quadro aludindo às viagens do Almirante Zheng He que comandou navios gigantescos durante a dinastia Ming tendo chegado às costas de ÁfricaZheng He

18 De novo um momento fantástico no qual os remos ora ondulam ora remam em direcção ao Ocidente. Sem confrontos, a China lembra que também viajou até à África Oriental. Contudo há teorias de que Zheng He teria feito muito mais.

19 Diagrama comparativo de um barco chinês com uma caravela Portuguesa.

20 As colunatas dos túmulos dos Imperadores Ming alinham-se perante o rolo inicial, cenário e suporte de uma cultura multimilenar.

21 O ninho de andorinha, belíssima sopa chinesa, igualmente continente feito de inhame frito, dentro do qual se servem camarões, caju, e vegetais, constitui a estrutura do estádio que assim abre aos céus as delícias da cultura chinesa.

22 Eis o ninho construído por centenas de participantes, num notável exemplo das coreografias apresentadas.

23 Belíssimo momento do Tai Qi Quen (leia-se Tai Chi Chuen) onde centenas de participantes se movem em círculos e espirais perfeitas. Em chinês, Tai Qi significa Universo, e o número começou com alguns participantes a moverem-se enquanto o bordo superior do estádio e hologramas mostra- vam energias a circular

24 Desde muito cedo que os Chineses, por via do Taoísmo, compreen- deram que o homem é parte de um todo. Esse todo ao qual o homem pertence, é, na terra, a Natureza. Daí que o círculo repre- senta o Universo, o Céu.

25 Vem da idade do bronze da China a descoberta da acupuntura e dos sistemas de energia que percorrem o corpo humano. Foram descobertas agulhas de bronze e crânios sujeitos a trepanações datados do período do bronze.

26 Tian Tan, o altar celestial, é uma construção em Pequim, devidamente orienta- da, onde o círculo representa o Universo ou Céu, e onde, duas vezes ao ano, os Imperadores se dirigiam para ofertar aos céus, pedindo boas colheitas.

27 O globo que ascende é, assim, o corolário de tudo e do Universal, aqui visto num belíssimo azul.

28 Spielberg retirou-se da direcção dos espectáculos. Zhang Yimou deu- lhe a legitimidade e credibilidade que só um chinês poderia dar à expres- são da sua cultura. O mundo ficou a ganhar com essa genuinidade e criatividade. Zhang Yimou

29 IMAGENS E TEXTOS: Recebidos da internet. Site: FORMATAÇÃO: J. Meirelles Site: jmeirelles.wordpress.com


Carregar ppt "OLIMPÍADAS DE PEQUIM – 2008 ABERTURA – SIMBOLISMO CULTURAL DA APRESENTAÇÃO MÚSICA: Chinese Classical Music."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google