A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

22º Domingo Comum NÃO SOMENTE OUVINTES, MAS PRATICANTES DA PALAVRA DE DEUS!

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "22º Domingo Comum NÃO SOMENTE OUVINTES, MAS PRATICANTES DA PALAVRA DE DEUS!"— Transcrição da apresentação:

1

2 22º Domingo Comum

3 NÃO SOMENTE OUVINTES, MAS PRATICANTES DA PALAVRA DE DEUS!

4 Irmãos e irmãs, bem-vindos a esta celebração, neste dia

5 festivo, em que iniciamos o MÊS DA BÍBLIA.

6 Nós somos, isto sim, um povo atento que escuta a Palavra,

7 presente nela, que nos fala na criação, na vida e nos acontecimentos

8 mas sobretudo em Jesus Cristo, em sua vida e mensagem.

9 No entanto, esta escuta deve ser praticante para gerar um

10 mundo conforme o projeto divino, onde não haja nenhum tipo de

11 exclusão. Iniciemos nossa celebração, cantando.

12

13 Canto de Abertura

14

15 Saudação

16 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

17 Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai,

18 pela santificação do Espírito

19 para obedecer a Jesus Cristo

20 e participar da bênção da aspersão do seu sangue,

21 graça e paz vos sejam concedidas abundantemente.

22 Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

23

24 Ato Penitencial

25 No dia em que celebramos a vitória de Cristo

26 sobre o pecado e a morte,

27 também nós somos convidados a morrer para o pecado

28 e ressurgir para uma vida nova.

29 Reconheçamo- nos necessitados da misericórdia do Pai. (Silêncio)

30 Senhor, que viestes,

31 não para condenar, mas para perdoar,

32 tende piedade de nós.

33 Senhor, tende piedade de nós.

34 Cristo, que vos alegrais pelo pecador arrependido,

35 tende piedade de nós.

36 Cristo, tende piedade de nós.

37 Senhor, que muito perdoais a quem muito ama,

38 tende piedade de nós.

39 Senhor, tende piedade de nós.

40 Deus todo- poderoso tenha compaixão de nós,

41 perdoe os nossos pecados

42 e nos conduza à vida eterna. Amém.

43

44 Hino de Louvor

45 Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por ele amados.

46 Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo- poderoso.

47 Nós vos louvamos, nós vos bendizemos,

48 Nós vos adoramos, nós vos glorificamos,

49 Nós vos damos graças por vossa imensa glória.

50 Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito,

51 Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.

52 Vós, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

53 Vós, que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica.

54 Vós, que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

55 Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor,

56 só vós, o Altíssimo, Jesus Cristo,

57 com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

58

59 Oração da Coleta

60 Deus do universo, fonte de todo bem,

61 derramai em nossos corações o vosso amor

62 e estreitai os laços que nos unem convosco

63 para alimentar em nós o que é bom

64 e guardar com solicitude o que nos destes.

65 Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,

66 na unidade do Espírito Santo.

67 Amém.

68

69 A Liturgia da Palavra chama nossa atenção para a Lei de Deus, que não visa proibir, escravizar, ou criar

70 tradições estéreis, mas gerar a vida, e fazer do povo de Deus um exemplo para todos. Desta

71 maneira, a religião será um espaço de encontro e partilha, onde os mais vulneráveis serão

72 acolhidos, e não lugar de exclusão e distinção. Ouçamos atentamente.

73

74 PRIMEIRA LEITURA Dt 4,

75 Leitura do Livro do Deuteronômio

76 1 Moisés falou ao povo, dizendo:

77 Agora, Israel, ouve as leis e os decretos

78 que eu vos ensino a cumprir,

79 para que, fazendo-o, vivais

80 e entreis na posse da terra prometida

81 que o Senhor Deus de vossos pais.

82 2 Nada acrescenteis, nada tireis à palavra que vos

83 digo, mas guardai os mandamentos do Senhor,

84 vosso Deus, que vos prescrevo.

85 6 Vós os guardareis, pois, e os poreis em prática,

86 porque neles está vossa sabedoria

87 e inteligência perante os povos,

88 para que, ouvindo todas estas leis, digam:

89 Na verdade, é sábia e inteligente esta grande nação!

90 7 Pois, qual é a grande nação

91 cujos deuses lhe são tão próximos

92 como o Senhor nosso Deus,

93 sempre que o invocamos?

94 8 E que nação haverá tão grande

95 que tenha leis e decretos tão justos,

96 como esta lei que hoje vos ponho diante dos olhos?

97 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

98

99 SALMO RESPONSORIAL Sl 14

100 Senhor, quem morará em vossa casa

101 e no vosso monte santo habitará?

102 Senhor, quem morará em vossa casa

103 e no vosso monte santo habitará?

104 1. É aquele que caminha sem pecado

105 e pratica a justiça fielmente;

106 que pensa a verdade no seu íntimo

107 e não solta em calúnias sua língua.

108 Senhor, quem morará em vossa casa

109 e no vosso monte santo habitará?

110 2. Que em nada prejudica o seu irmão,

111 nem cobre de insultos seu vizinho;

112 que não dá valor algum ao homem ímpio,

113 mas honra os que respeitam o Senhor.

114 Senhor, quem morará em vossa casa

115 e no vosso monte santo habitará?

116 3. Não empresta o seu dinheiro com usura,

117 nem se deixa subornar contra o inocente.

118 Jamais vacilará quem vive assim!

119 Senhor, quem morará em vossa casa

120 e no vosso monte santo habitará?

121

122 SEGUNDA LEITURA Tg 1, b-22.27

123 Leitura da Carta de São Tiago:

124 Irmãos bem- amados: 17 Todo dom precioso e toda dádiva

125 perfeita vêm do alto; descem do Pai das luzes, no qual não há

126 mudança nem sombra de variação.

127 18 De livre vontade ele nos gerou, pela Palavra da verdade, a fim

128 de sermos como que as primícias de suas criaturas.

129 21b Recebei com humildade a Palavra que em vós foi

130 implantada, e que é capaz de salvar as vossas almas.

131 22 Todavia, sede praticantes da Palavra

132 e não meros ouvintes,

133 enganando-vos a vós mesmos.

134 27 Com efeito, a religião pura e sem mancha

135 diante de Deus Pai, é esta:

136 assistir os órfãos e as viúvas em suas tribulações

137 e não se deixar contaminar pelo mundo.

138 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

139

140 Aclamação ao Evangelho

141

142 EVANGELHO Mc 7,

143 O Senhor esteja convosco.

144 Ele está no meio de nós.

145 PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos

146 Glória a vós, Senhor!

147 Naquele tempo, 1 os fariseus e alguns mestres da Lei

148 vieram de Jerusalém

149 e se reuniram em torno de Jesus.

150 2 Eles viam que alguns dos seus discípulos

151 comiam o pão com as mãos impuras,

152 isto é, sem as terem lavado.

153 3 Com efeito, os fariseus e todos os judeus

154 só comem depois de lavar bem as mãos,

155 seguindo a tradição recebida dos antigos.

156 4 Ao voltar da praça,

157 eles não comem sem tomar banho.

158 E seguem muitos outros costumes

159 que receberam por tradição:

160 a maneira certa de lavar copos,

161 jarras e vasilhas de cobre.

162 5 Os fariseus e os mestres da Lei

163 perguntaram então a Jesus:

164 Por que os teus discípulos

165 não seguem a tradição dos antigos,

166 mas comem o pão sem lavar as mãos?

167 6 Jesus respondeu:

168 Bem profetizou Isaías a vosso respeito, hipócritas,

169 como está escrito:

170 Este povo me honra com os lábios,

171 mas seu coração está longe de mim.

172 7 De nada adianta o culto que me prestam,

173 pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos.

174 8 Vós abandonais o mandamento de Deus

175 para seguir a tradição dos homens.

176 14 Em seguida, Jesus chamou a multidão para perto de si e disse:

177 Escutai todos e compreendei:

178 15 o que torna impuro o homem

179 não é o que entra nele vindo de fora,

180 mas o que sai do seu interior.

181 21 Pois é de dentro do coração humano

182 que saem as más intenções, imoralidades,

183 roubos, assassínios,

184 22 adultérios, ambições desmedidas,

185 maldades, fraudes,

186 devassidão, inveja, calúnia,

187 orgulho, falta de juízo.

188 23 Todas estas coisas más saem de dentro,

189 e são elas que tornam impuro o homem.

190 Palavra da Salvação.

191 Glória a vós, Senhor!

192 COLOCAR EM PRÁTICA A PALAVRA SEMEADA NO CORAÇÃO!

193

194 Profissão de Fé (Símbolo apostólico)

195 Creio em Deus Pai todo- poderoso, criador do céu e da terra.

196 E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor,

197 que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; nasceu da Virgem Maria;

198 padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado.

199 Desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia,

200 subiu aos céus; está sentado à direita de Deus Pai todo- poderoso,

201 donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.

202 Creio no Espírito Santo;

203 na Santa Igreja Católica; na comunhão dos santos;

204 na remissão dos pecados;

205 na ressurreição da carne;

206 na vida eterna. Amém.

207

208 Oração da Comunidade

209 1. Por todos os Ministros ordenados: Bispo, padres e diáconos, e

210 pelos ministros leigos, que se dedicam ao anúncio da Palavra de

211 Deus, a fim de que a anunciem com mansidão e coragem, rezemos.

212 Senhor, escutai a nossa prece.

213 2. Pela Igreja de Jesus, para que, sendo ouvinte praticante da

214 Palavra, seja sinal de amor fraterno e compromisso

215 com a justiça em nossa sociedade, rezemos.

216 Senhor, escutai a nossa prece.

217 3. Por todos nós, para que nos aproximemos com frequência

218 da Palavra de Deus, contida na Sagrada Escritura,

219 fazendo dela uma luz para nossos passos, rezemos.

220 Senhor, escutai a nossa prece.

221 4. Para que esta Semana da Pátria, e a comemoração da

222 Independência, reacendam em cada brasileiro o compromisso para edificar

223 uma Nação justa, fraterna e soberana, rezemos.

224 Senhor, escutai a nossa prece.

225 5. A fim de que o Grito dos Excluídos deste ano, com o tema

226 Queremos um Estado a serviço da Nação, que

227 garanta direitos a toda população!, seja ouvido por

228 nossos Governantes, rezemos.

229 Senhor, escutai a nossa prece.

230

231 Apresentação das Oferendas

232

233 Orai, irmãos e irmãs

234 para que o nosso sacrifício

235 seja aceito por Deus Pai todo- poderoso.

236 Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício,

237 para glória do seu nome,

238 para nosso bem e de toda a santa Igreja.

239

240 Oração sobre as Oferendas

241 Ó Deus, o sacrifício que vamos oferecer

242 nos traga sempre a graça da salvação,

243 e vosso poder leve à plenitude

244 o que realizamos nesta liturgia.

245 Por Cristo, nosso Senhor.

246 Amém.

247

248 Oração Eucarística II

249 O Senhor esteja convosco.

250 Ele está no meio de nós.

251 Corações ao alto.

252 O nosso coração está em Deus.

253 Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

254 É nosso dever e nossa salvação.

255 Na verdade, é justo e necessário,

256 é nosso dever e salvação

257 dar-vos graças, sempre e em todo o lugar,

258 Senhor, Pai santo,

259 Deus eterno e todo-poderoso,

260 por Cristo, Senhor nosso.

261 Ele é a vossa palavra viva,

262 pela qual tudo criastes.

263 Ele é o nosso Salvador e Redentor,

264 verdadeiro homem,

265 concebido do Espírito Santo

266 e nascido da Virgem Maria.

267 Ele, para cumprir a vossa vontade

268 e reunir um povo santo em vosso louvor,

269 estendeu os braços na hora da sua paixão,

270 a fim de vencer a morte

271 e manifestar a ressurreição.

272 Por ele, os anjos celebram vossa grandeza

273 e os santos proclamam vossa glória.

274 Concedei-nos também a nós

275 associar-nos a seus louvores,

276 cantando (dizendo) a uma só voz:

277 Santo, Santo, Santo...

278

279 Na verdade, ó Pai, vós sois santo

280 e fonte de toda santidade.

281 Santificai, pois, estas oferendas,

282 derramando sobre elas o vosso Espírito,

283 a fim de que se tornem para nós

284 o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo,

285 vosso Filho e Senhor nosso.

286 Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

287 Estando para ser entregue

288 e abraçando livremente a paixão,

289 ele tomou o pão,

290 deu graças, e o partiu

291 e deu a seus discípulos, dizendo:

292 TOMAI, TODOS, E COMEI:

293 ISTO É O MEU CORPO,

294 QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

295

296 Do mesmo modo,

297 ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos,

298 deu graças novamente,

299 e o deu a seus discípulos, dizendo:

300 TOMAI, TODOS, E BEBEI:

301 ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE,

302 O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,

303 QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS

304 PARA REMISSÃO DOS PECADOS.

305 FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

306

307 Eis o mistério da fé!

308 Todas as vezes que comemos deste pão

309 e bebemos deste cálice,

310 anunciamos, Senhor, a vossa morte,

311 enquanto esperamos a vossa vinda!

312 Celebrando, pois, a memória

313 da morte e ressurreição do vosso Filho,

314 nós vos oferecemos, ó Pai,

315 o pão da vida e o cálice da salvação;

316 e vos agradecemos

317 porque nos tornastes dignos

318 de estar aqui na vossa presença e vos servir.

319 Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

320 E nós vos suplicamos

321 que, participando do Corpo e Sangue de Cristo,

322 sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

323 Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

324 Lembrai-vos, ó Pai,

325 da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro:

326 que ela cresça na caridade,

327 com o papa N., com o nosso bispo N.

328 e todos os ministros do vosso povo.

329 Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!

330 Lembrai-vos também

331 dos (outros) nossos irmãos e irmãs

332 que morreram na esperança da ressurreição

333 e de todos os que partiram desta vida:

334 acolhei-os junto a vós

335 na luz da vossa face.

336 Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

337 Enfim, nós vos pedimos,

338 tende piedade de todos nós

339 e dai-nos participar da vida eterna,

340 com a Virgem Maria, Mãe de Deus,

341 com os santos Apóstolos

342 e todos os que neste mundo vos serviram,

343 a fim de vos louvarmos e glorificarmos

344 por Jesus Cristo, vosso Filho.

345 Concedei-nos o convívio dos eleitos!

346 Por Cristo, com Cristo, em Cristo,

347 a vós, Deus Pai todo-poderoso,

348 na unidade do Espírito Santo,

349 toda a honra e toda a glória,

350 agora e para sempre. Amém.

351

352 Rito da Comunhão

353 Guiados pelo Espírito de Jesus

354 e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer:

355 Pai nosso que estais nos céus,

356 santificado seja o vosso nome;

357 venha a nós o vosso reino,

358 seja feita a vossa vontade,

359 assim na terra como no céu;

360 o pão nosso de cada dia nos dai hoje;

361 perdoai-nos as nossas ofensas,

362 assim como nós perdoamos

363 a quem nos tem ofendido;

364 e não nos deixeis cair em tentação,

365 mas livrai-nos do mal.

366 Livrai-nos de todos os males, ó Pai,

367 e dai-nos hoje a vossa paz.

368 Ajudados pela vossa misericórdia,

369 sejamos sempre livres do pecado

370 e protegidos de todos os perigos,

371 enquanto, vivendo a esperança,

372 aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

373 Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

374 Senhor Jesus Cristo,

375 dissestes aos vossos Apóstolos:

376 Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz.

377 Não olheis os nossos pecados,

378 mas a fé que anima vossa Igreja;

379 dai-lhe, segundo o vosso desejo,

380 a paz e a unidade.

381 Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo.

382 Amém.

383 A paz do Senhor esteja sempre convosco.

384 O amor de Cristo nos uniu.

385 No Espírito de Cristo ressuscitado,

386 saudai-vos com um sinal de paz.

387

388 Cordeiro de Deus,

389 que tirais o pecado do mundo,

390 tende piedade de nós.

391 Cordeiro de Deus,

392 que tirais o pecado do mundo,

393 tende piedade de nós.

394 Cordeiro de Deus,

395 que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

396 Eu sou a luz do mundo;

397 quem me segue não andará nas trevas,

398 mas terá a luz da vida.

399 Eis o Cordeiro de Deus,

400 que tira o pecado do mundo.

401 Senhor, eu não sou digno(a)

402 de que entreis em minha morada,

403 mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

404

405 Canto da comunhão

406

407 Oração depois da Comunhão

408 Restaurados à vossa mesa pelo pão da vida,

409 nós vos pedimos, ó Deus,

410 que este alimento da caridade fortifique os nossos corações

411 e nos leve a vos servir em nossos irmãos e irmãs.

412 Por Cristo, nosso Senhor.

413 Amém.

414

415 Bênção e Despedida

416 O Senhor esteja convosco!

417 Ele está no meio nós.

418 Que o Deus de toda consolação

419 disponha na sua paz os vossos dias

420 e vos conceda as suas bênçãos.

421 Amém.

422 Sempre vos liberte de todos os perigos

423 e confirme os vossos corações em seu amor.

424 Amém.

425 E assim, ricos em esperança, fé e caridade,

426 possais viver praticando o bem

427 e chegar felizes à vida eterna.

428 Amém.

429 Abençoe-vos Deus todo- poderoso,

430 Pai e Filho e Espírito Santo.

431 Amém.

432 Glorificai o Senhor com vossa vida;

433 ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

434 Graças a Deus.

435

436 Canto Final

437


Carregar ppt "22º Domingo Comum NÃO SOMENTE OUVINTES, MAS PRATICANTES DA PALAVRA DE DEUS!"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google