A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A doutrina bíblica da oração Estudo 02 O Senhor ouviu as orações A oração no AT – De Adão a José Textos bíblicos no Livro de Gênesis Texto áureo Gênesis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A doutrina bíblica da oração Estudo 02 O Senhor ouviu as orações A oração no AT – De Adão a José Textos bíblicos no Livro de Gênesis Texto áureo Gênesis."— Transcrição da apresentação:

1 A doutrina bíblica da oração Estudo 02 O Senhor ouviu as orações A oração no AT – De Adão a José Textos bíblicos no Livro de Gênesis Texto áureo Gênesis 24.63a: Saíra Isaque ao campo à tarde, para meditar...

2 Introdução Depois do versículo que marcou o nosso texto áureo do domingo passado (Gn 4.26), quatro gerações se passam sem que tenhamos qualquer menção à vida de oração. Parece-nos que tal como nas gerações de Caim, os filhos de Sete embora tenham começado a invocar o nome do Senhor, ainda não sabiam como chegar a ele em oração.

3 Primeiro exemplo de oração Gn Enoque Somente na quinta geração de Sete é que vamos ver o registro da oração como algo especial e significativo na vida de um personagem marcante. Enoque é o primeiro exemplo de vida de oração em toda a sua intensidade e dinâmica na presença de Deus. De tal maneira isto se deu que a Bíblia nos registra: 21. Enoque viveu sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém. 22. Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas. 23. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos; 24. Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou.

4 Segundo exemplo de oração Gn Noé Noé, o neto de Enoque vai ser o segundo exemplo de homem de oração. Deus conversava com Enoque. Enoque lhe respondia. Havia diálogo entre os dois. A oração era uma via de mão dupla para ambos. Noé deve ter tido as suas dúvidas, mas leiam o texto e vejam que independentemente de suas dúvidas e temores Enoque foi ao encontro da vontade de Deus: 13. Então disse Deus a Noé: 14. Faze para ti uma arca de madeira De tudo o que vive, de toda a carne, dois de cada espécie, farás entrar na arca Leva contigo de tudo o que se come Assim fez Noé; segundo tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

5 Terceiro exemplo de oração Gn Abraão Depois dos pais dos antigos, aqueles que viveram nos tempos antediluvianos, alguém vai ser chamado em particular para a missão de ser o precursor da conversa com o Pai, em razão da sua fé: Abraão vai ser este homem que chamado por Deus para uma missão especial, não vai refugar, mas viver sempre em busca da presença do seu Senhor. Vejam os textos: Então passou dali para o monte ao oriente de Betel, e armou a sua tenda... Ali edificou também um altar ao Senhor que lhe aparecera ,4. Nas suas jornadas subiu até o lugar do altar... E ali invocou Abraão o nome do Senhor Então mudou Abraão para Hebrom... E ali edificou um altar ao Senhor Abraão plantou em Berseba, e invocou ali o nome do Senhor, o Deus eterno.

6 Quarto exemplo de oração Gn 24 e 25 - Isaque O filho de Abraão, Isaque, vai ser o quarto exemplo de vida de oração. Observem que no texto áureo esta característica já se apresentava em sua vida, pois ele se afastava para meditar em secreto. Além disto, ele falava com o Senhor insistentemente, repetindo aquilo que seu pai fizera com respeito à salvação para os homens de Sodoma e Gomorra Saíra Isaque ao campo à tarde para meditar Ora, Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto ela era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu.

7 Quinto exemplo de oração Gn 39 - José Depois de Isaque, seu neto José é que será o quinto exemplo de vida de oração. Desde jovem, ele sempre se distinguiu dentre os irmãos, porque vivia em consonância com o Senhor. Os seus sonhos eram uma prova cabal de que o jovem José buscava a presença de Deus e isto vai se comprovar em toda a sua vida futura, levando-o ao sucesso nas terras do Egito E viu o seu senhor que Deus era com ele e que fazia prosperar em sua mão tudo o que tinha. 4. José achou graça aos olhos do seu senhor... 5 Desde que o pôs como mordomo sobre a sua casa e sobre todos os seus bens; o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor a José; e a bênção do Senhor estava sobre tudo o que tinha, tanto na casa como no campo.

8 Conclusão A importância da oração no Antigo Testamento é revelada em diversos textos posteriores: 1.Você está buscando ao Senhor? Buscai o Senhor, enquanto se pode encontrar; invocai-O, enquanto está perto. - Isaías, 55:6 2. Você está vivendo em comunhão com o Pai? E acontecerá que, antes que eles clamem, eu os ouvirei; estando eles ainda a falar, eu os atenderei. - Isaías, 65:24 3. Você está confiando e esperando no Senhor? Mas aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças; dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar, vão para a frente sem se fatigar - Isaías, 40,31 4. Você está vivendo perto do Senhor seu Deus? O Senhor está perto de todos que O invocam, de todos os que O invocam com sinceridade. Ele fará a vontade dos que o temem, atenderá a sua oração, e os salvará. Salmos,


Carregar ppt "A doutrina bíblica da oração Estudo 02 O Senhor ouviu as orações A oração no AT – De Adão a José Textos bíblicos no Livro de Gênesis Texto áureo Gênesis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google