A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Será a morte o fim? A suave luz, ao visitar o quarto a cada nova manhã, anuncia mais um dia que se inicia. Fazeres e afazeres da rotina nos esperam,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Será a morte o fim? A suave luz, ao visitar o quarto a cada nova manhã, anuncia mais um dia que se inicia. Fazeres e afazeres da rotina nos esperam,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Será a morte o fim?

3 A suave luz, ao visitar o quarto a cada nova manhã, anuncia mais um dia que se inicia. Fazeres e afazeres da rotina nos esperam, – a rotina que nos consome, e que em geral devolve tão pouco em troca.

4 O que é que leva as pessoas a acordarem pela manhã, e enfrentarem a dureza da rotina?

5 A luminosidade de fora somente encontra razão e sentido caso encontre reflexo também no interior da gente.

6 O que sabemos sobre a Luz? O que sabemos sobre a beleza e a grandeza de cada novo dia?

7 Pina costumava dizer: O que me interessa não é como as pessoas se movem, mas sim, o que as move.

8 O que é que move as pessoas? O que é que move você?

9 Para que você acorda toda manhã? Para quem você acorda? Que propósitos movem os teus passos?

10 Há poesia & arte, espiritualidade & encantamento, a banhar de beleza e sentido as tuas horas?

11 O coração desperto é aquele que é capaz de acolher a beleza que o dia descerra.

12 Pina dedicou sua vida à dança, enriquecendo-a com apaixonada doação e sensibilidade.

13 Em 2009, ela alçou voo aos mundos espirituais, aos 68 anos de idade.

14 Onde estará Pina agora? Para onde iremos nós, quando a hora derradeira bater à nossa porta?

15 O tempo é uma ilusão; Nosso lar verdadeiro, a Eternidade.

16 Viver é buscar, pela fresta dos dias e das horas, o caminho que conduz ao Dia Eterno.

17 As palavras não podem fazer mais do que apenas evocar as coisas. É aí que entra a dança. Pina

18 As palavras – este limitado recurso que possuímos – apenas evocam coisas e ideias. Diante de tal fato, as Escrituras não raro fazem uso de parábolas e metáforas.

19 Ó Amigo! No jardim de teu coração, nada plantes, salvo a rosa do amor...

20 Ó amigo, o coração é a morada de mistérios eternos; não o faças lar de fantasias fugazes. Baháulláh

21 Ó amigo, o coração é a morada de mistérios eternos; não o faças lar de fantasias fugazes. Baháulláh Um semeador saiu a semear..., assim se inicia uma das mais belas e conhecidas parábolas que Jesus contou.

22 O coração que acolhe a Palavra, fazendo-a frutificar, comparado à terra fértil que recebe a semente, – a origem da vida e do existir.

23 O coração, um jardim, – onde devemos plantar a rosa do amor.

24 O coração, terra fértil, – capaz de acolher a Palavra, fazendo-a brotar em fruto e flor.

25 Deveis, indubitavelmente, proteger o vosso coração. Buda

26 Desfrutai das flores da Iluminação, E colhei os frutos deste caminho correto. Buda

27 Formatação: Desfrutai das flores da Iluminação, E colhei os frutos deste caminho correto. Buda

28 Desfrutai das flores da Iluminação, E colhei os frutos deste caminho correto. Buda


Carregar ppt "Será a morte o fim? A suave luz, ao visitar o quarto a cada nova manhã, anuncia mais um dia que se inicia. Fazeres e afazeres da rotina nos esperam,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google